1.5 C
New York
março 20, 2019
Música

Zé Renato & Cláudio Nucci no Teatro Rival Petrobras

Show Liberdade e Movimento

Zé Renato e Claudio Nucci apresentam o show “LIBERDADE E MOVIMENTO”, no dia 16 de novembro, sexta, no Teatro Rival Petrobras, na Cinelândia. Munidos de seus violões, estes dois grandes intérpretes, além de músicos virtuosos, abrem seus repertórios autorais para o encanto do público, sem deixar de passear pelo cancioneiro de compositores que marcaram suas trajetórias.

A origem do show “LIBERDADE E MOVIMENTO” vem de um “presente” de Claudio para Zé em 2016, ano de seus 60 anos de idade: uma letra para a emblemática “Bicicleta”, tema instrumental de Zé Renato gravado pelo Boca Livre. A leveza das palavras de Claudio pegou carona definitiva naquela melodia aventureira e revigorante de Zé. Registrada em estúdio ao lado de amigos (Mú Carvalho, Jorge Helder e Marcelo Costa), ela não apenas estará no repertório desta nova turnê como também é o novo single da dupla em todas as plataformas digitais, com lançamento em novembro de 2018.

Donos de vozes marcantes na música brasileira, sob a trança de seus timbres únicos formariam ainda a Banda Zil em 1987, abrindo um campo até então pouco explorado em nosso país, unindo música vocal e instrumental de forma bastante peculiar. Nestes mais de 40 anos de amizade, dividiram não apenas canções e parceiros, mas também emoções e uma crescente admiração mútua.

Dois grandes amigos, dois grandes parceiros, dois grandes compositores com quem dividi alguns dos melhores momentos musicais da minha vida. Dois irmãos queridos que a música me deu e que nunca deixaram de me surpreender nesses anos todos com a sensibilidade e a excelência de sua arte …” (Juca Filho, compositor e escritor)

Nas palavras de Juca Filho, parceiro de longa data de Zé Renato e Claudio Nucci, há valores como amizade, excelência e sensibilidade. Valores forjados desde a sala de aula, entre os livros e os estudos no Colégio Rio de Janeiro. Mas, na prática, o que deu liga mesmo a tudo isso foi a música. Dos festivais estudantis às bandas “irmãs” Cantares e Semente, das parcerias adolescentes ao grupo Boca Livre, eles enfrentaram de frente a vida de artista. E foi assim que eternizaram vários sucessos que vivem no imaginário do público brasileiro como “Toada”, “Quem Tem a Viola”, “A hora e a vez” e “Pelo sim, pelo não”, sendo esta última o nome do disco de grande repercussão que gravaram juntos em 1985.

Maurício Gouvêa

Serviço

Teatro Rival Petrobras – Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Centro/Cinelândia – Rio de Janeiro. Data: 16 de novembro (Sexta). Horário: 19h30. Abertura da casa: 18h. Ingressos: R$ 60,00 (Inteira), R$ 40,00 (promoção para os 100 primeiros pagantes), R$ 30,00 (meia-entrada). Venda antecipada pela Eventim – http://bit.ly/Ingressos2z0P23jBilheteria: Terça a Sexta das 13h às 21h | Sábados e Feriados das 16h às 22h Censura: 18 anos. www.rivalpetrobras.com.br. Informações: (21) 2240-9796. Capacidade: 350 pessoas. Metrô/VLT: Estação Cinelândia.

*Meia entrada: Estudante, Idosos, Professores da Rede Pública, Funcionários da Petrobras, Clientes com Cartão Petrobras e Assinantes O Globo

Posts relacionados

Show Saudades do Emílio por Juliana Maia

Redação

Deezer revela playlist com apostas de hits que vão bombar em 2019

Redação

Banda Blue Beetles Comemora 10 anos de Sucesso com show na Sala Municipal Baden Powell

Redação

Bloco do Sargento Pimenta desfila no Aterro do Flamengo

Redação

Ana Egito participa do Lagoa Blues Festival

Redação

Xande De Pilares, MC Théo e Grupo Meu Amor Vou Sambar Comanda Feijoada Neste Domingo na Zona Oeste Carioca

Redação

Deixe um comentário