Temperaturas amenas, aeroportos vazios, destinos mais calmos e descontos em hospedagem. Essas são algumas das vantagens de fazer turismo na baixa temporada.

De acordo com levantamento realizado pelo Ministério do Turismo, os meses menos concorridos do ano, entre março e junho, agosto e novembro, já são preferência de 30% das pessoas que planejam viajar, priorizando tranquilidade e economia.

No Rio de Janeiro, destino preferido por turistas na alta temporada, as tarifas da rede hoteleira carioca podem chegar até 25% de desconto, segundo dados da Associação de Hotéis do Estado do Rio.

Este é o caso do Ipanema Plaza, localizado na Zona Sul da cidade e que oferece diária em apartamento de categoria superior, para casal, com café da manhã, a partir de R$ 489,00 –desconto de 25% se comparado aos meses de dezembro a fevereiro.

Em recente pesquisa, a CVC, maior operadora de viagem das Américas, aponta que o Rio também é o destino nacional mais barato para viajar, aliando aéreo e hospedagem. O pacote de fim de semana na capital fluminense custa R$ 248,00 por pessoa, já incluindo passagens aéreas saindo de São Paulo e uma noite de hospedagem, com café da manhã.

“Para quem tem a disponibilidade, viajar na baixa temporada é uma ótima opção, pois, além de encontrar preços mais baixos, os hotéis e atrações turísticas estão tranquilos e garantem ainda mais conforto ao cliente”, explica Valter Patriani, vice-Presidente de Vendas, Marketing e Produtos da CVC.

Interior fluminense com desconto
Na região da Costa Verde, que engloba cidades como Angra dos Reis, Paraty e Mangaratiba, empreendimentos hoteleiros locais também adotaram a política de redução de preços.

“Apesar de contar com um robusto calendário de eventos, o segmento turístico de Paraty trabalha de acordo com a sazonalidade. A partir de março, a oferta fica bem maior do que a procura. Com isso, há uma redução natural no tarifário de acomodações, passeios e serviços”, explica Adriano Lemos, gerente da Pousada Porto Imperial.

A mesma regra se aplica em empreendimentos maiores, como é o caso dos resorts. Na cidade de Mangaratiba, o Portobello Resort & Safári tem tarifas diferenciadas na baixa estação. A partir deste mês, a diária para casal sai a partir de R$ 1.188,00, já incluindo a hospedagem de duas crianças, pensão completa, bebidas durante as refeições e programação com recreadores.

O mesmo acontece na Região Serrana. O Le Canton, em Teresópolis, além contar com descontos de 35% na diária, investe em atrações para atrair hóspedes, como clínicas esportivas, festivais gastronômicos e atrações musicais.

“Tanto na capital, quanto no interior do estado, os hotéis buscam incrementar seus serviços e oferecer preços mais atrativos. Com isso, a hotelaria mantém a taxa de ocupação equilibrada, e os descontos oferecidos dão ao viajante a oportunidade de conhecer novos destinos com valores mais em conta”, explica Alfredo Lopes, presidente do Rio Convention & Visitors Bureau e da Associação de Hotéis do Estado do Rio.