Uma narrativa para celebrar a diversidade em família

O irmão do meu irmão retrata a relação transformadora entre uma menina e o filho de sua madrasta

CapaDuda ainda é uma menina, mas já sabe que cada família é de um jeito. E a dela é do tipo enorme: cabe um monte de gente. Tem espaço para os primos e tios, avós e bisavós. Tem lugar, até, para a nova mulher do pai e para seu filho mais velho, Hugo… Que não é irmão de Duda, mas é irmão do seu irmão. Não bastasse toda essa complicação, a garota ainda por cima olha Hugo com tremenda antipatia. Apesar de terem a mesma idade — e muitas outras coisas em comum —, ela não gosta nada da ideia de ter de conviver com o menino. Até que, certo dia, um acidente vai promover uma reviravolta nessa história.

Em O irmão do meu irmão, Cristina Villaça dá vida a uma história singular de companheirismo, enquanto lança luz, de forma graciosa e sensível, à diversidade possível na ideia de “família”. Os arranjos familiares contemporâneos, múltiplos e fluidos, são o mote para que a autora explore as trilhas sinuosas da amizade, a descoberta da solidariedade e a construção da empatia. Tudo isso com o auxílio dos desenhos delicados e cativantes de Rafa Anton, que apresentam a família de Duda com traços e cores que remetem ao charme das tirinhas de antigamente.

Booking.com

A história de Duda e de sua relação com Hugo, com suas descobertas e transformações, tece um elogio à capacidade de abrigar o diferente e de compartilhar a alegria dos espaços mais íntimos. Com isso, celebra a família — seja ela do jeito que for — como lugar de afeto e de acolhida, de transformação e de aprendizado sobre a alteridade.

O irmão do meu irmão, aliás, não chega às livrarias sozinho. Três mocinhas elegantes, assinado pela mesma dupla de autores, conta a história de uma menina com duas mães, e também acaba de vir a lume pela ZIT Editora.

Trecho
Eu moro com a mamãe, mas sempre passo os domingos com o papai, a Diana e os meninos. Minha mãe diz que eu tenho que gostar do Hugo como se ele fosse meu irmão de verdade. E eu gosto, muito mesmo. Mas é diferente.

O Leo é o meu irmãozinho lindo que eu adoro. O Hugo eu adoro também, mas é de um jeito diferente de gostar. Não sei se vou conseguir explicar.

Eu e o Hugo temos a mesma idade. Aliás, eu e ele temos muita coisa em comum. Nascemos no mesmo ano, na mesma cidade, na mesma maternidade. Só não somos irmãos.

Eu vou contar uma história que aconteceu comigo e com o Hugo, e aí você vai entender por que eu gosto tanto dele.

Os autores
Cristina Villaça nasceu no Rio de Janeiro, onde mora até hoje. É mestra e especialista em Literatura Infantojuvenil (UFRJ). Tem diversos livros publicados, entre eles Viva eu viva tu, viva o rabo do Tatu e Gato Mia. A partir do projeto Um trem de histórias, criou um CD de músicas para crianças.

Rafa Anton nasceu em Vigo (Espanha) e morou também em Madri e Munique (Alemanha). Atualmente reside em São Paulo. Além de ilustrar e escrever livros infantis, trabalha para produtoras de cinema e animação. Seu livro A incrível história do homem que não sonhava – em que é autor do texto e das ilustrações – foi publicado em 2014.

Ficha técnica

Título: O irmão do meu irmão
Escritora: Cristina Villaça
Ilustrador: Rafa Anton
Público-alvo: a partir de 8 anos
Páginas: 32
ISBN: 978-85-7933-103-9
Preço: R$26,90
Dimensões: 16x23cm

SERVIÇO LANÇAMENTO:

Data: 10 de dezembro, sábado
Horário: a partir das 15h
Local:  Blooks Livraria,
End.: Praia de Botafogo, 316 Botafogo, RJ
Tel.: (21)2237.7974

Booking.com