Uma história, um livro, dois finais

Valéria Gravino é autora do livro “A responsabilidade do sócio na execução fiscal”, que alcançou o 1º lugar na lista dos livros mais vendidos da Amazon e da Saraiva no gênero, e concorreu ao 59º Prêmio Jabuti. É também autora do livro “Enquanto espero”, que concorreu ao Prêmio Kindle Literatura 2016 e Prêmio Oceanos de Literatura 2017. A obra será lançada em segunda edição pela Editora Coerência, com dois finais. É coautora de mais de dez antologias com lançamentos nacionais e internacionais, tendo sido agraciada com troféus e prêmios. É advogada, possui dois títulos de MBA e certificados de Harvard. É professora, articulista e imortal da Academia de Letras do Brasil.

“O final feliz da vida é real, é menos romantizado, é concreto; e é isso que o livro procurou transmitir.”

Boa leitura!

Escritora Valéria Gravino,é um prazer contarmos com a sua participação na Revista Divulga Escritor. Conte-nos, como surgiu “Enquanto espero”?

Valéria Gravino – Surgiu da vontade de tentar envolver temas diferentes em um mesmo texto e que fossem aparentemente desconexos. Em “Enquanto espero”, as pessoas, à primeira vista, podem pensar que se trata do mero romance de um CEO com uma funcionária, que é o que está em voga atualmente. Mas na verdade, isso é praticamente secundário. O que interessa são os segredos e intrigas que motivam o relacionamento e não o romance dos dois em si, necessariamente.

O que a motivou a escrever, na segunda edição do livro, uma história com dois finais?

Valéria Gravino –O final que será publicado na segunda edição é o final original, digamos assim. O que saiu na primeira edição foi o final que obedeceu a algumas regras de edição, tendo em vista o projeto do qual o livro participa. Sendo assim, na segunda edição, estamos prestigiando os dois finais, e espero que as pessoas gostem e me contem com qual versão se identificaram. A motivação para escrever dois finais foi tentar alcançar o gosto de todos (o que seria muita pretensão, mas é o que pretendemos quando escrevemos). Então, digamos que é uma tentativa de,pelo menos, alcançar o gosto da maioria dos leitores.

Como foi a construção dos principais personagens?Você se inspirou em alguém, realizou pesquisas?

Valéria Gravino – Fiz pesquisas, porém direcionadas à regressão. Quanto à montagem dos personagens, foram criados como uma espécie de Frankenstein: qualidades de uma pessoa e defeitos de outras, que somados, resultaram em todos que estão no livro.

Quais os principais personagens que compõem a trama?

Valéria Gravino – O casal principal é Ricardo e Vitória. Ricardo, empresário; e Vitória, advogada.

Temos ainda Selena, a antagonista da história; Ângela, que é um dos personagens-chave; e Miguel, que é sócio de Ricardo e desempenha um papel muito importante na trama.

Nesta segunda edição, existe algum personagem novo envolvendo a trama ou os personagens são os mesmos?

Valéria Gravino – Os personagens são os mesmos, em respeito aos leitores da primeira edição. Foi alterado o destino final de Ricardo e Vitória, e resolvi incluir algumas passagens que ficaram de fora pelo mesmo motivo que o final original na primeira edição.

Como foi a escolha do título?

Valéria Gravino – Foi baseada em uma canção de mesmo nome, a qual aprecio e que me ajudou muito a ter inspiração para descrever a parte em que a protagonista sofre.

Qual a mensagem que você quer transmitir ao leitor pelo enredo que compõe a obra?

Valéria Gravino – Apesar de ser uma ficção, é uma história que poderia ser vivida por qualquer pessoa; então gostaria que acreditassem que final feliz não acontece só em novela. O final feliz da vida é real, é menos romantizado, é concreto; e é isso que o livro procurou transmitir. As pessoas também podem ser felizes, independentemente do lugar-comum, do clichê “casaram-se, tiveram filhos e foram felizes para sempre”.

O que mais a encanta em “Enquanto espero”?

Valéria Gravino – Os mistérios e as intrigas que rondam o romance dos protagonistas; o fato de Vitória não ser a mocinha indefesa que se espera em um romance; e o fato de Ricardo, por sua vez, ser de um anti-herói. Ele não é um príncipe, é um homem normal como outro qualquer. Isso traz realismo, e os leitores se identificam com o casal de personagens.

Descreva o livro em duas palavras.

Valéria Gravino – Superação e amor.

Onde podemos comprar o seu livro?

Valéria Gravino – A segunda edição será lançada em dezembro, e estará também nas livrarias físicas, sobretudo na Saraiva. Até lá, a primeira edição estará à venda nas versões impressa e em e-book na Amazon, e em e-book, na Saraiva.

Quais os seus principais objetivos como escritora?

Valéria Gravino –Emocionar e inspirar as pessoas. Como escrevo também sobre a área na qual trabalho como advogada, nesse contexto quero transmitir o que aprendo, de uma maneira mais suave e acessível.

Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista. Muito bom conhecer melhor a escritora Valéria Gravino. Agradecemos sua participação na Revista Divulga Escritor. Que mensagem você deixa para nossos leitores?

Valéria Gravino – Espero que gostem do “Enquanto espero”, que se divirtam e que, de alguma forma, se inspirem com a história.

Muito obrigada!

Divulga Escritor, unindo você ao mundo através da Literatura

https://www.facebook.com/DivulgaEscritor

Contato: divulga@divulgaescritor.com

Shirley M. Cavalcante, jornalista e radialista, é administradora do projeto Divulga Escritor, Editora da Revista Acadêmica Online, Revista Literária da Lusofonia.
Graduada em Comunicação Social pela UFPB, é especialista em gestão empresarial e de pessoas.
Acadêmica Correspondente da Academia de Artes Ciências e Letras de Iguaba Grande – RJ, e do CONINTER – Conselho Internacional dos Acadêmicos de Ciências, Letras e Arte, tendo recebido a comenda da Ordem do Mérito Histórico – Literário Castro Alves, por relevantes serviços prestados ao desenvolvimento da literatura Lusófona.
Autora do livro: Manual Estratégico de Comunicação Empresarial/Organizacional.

http://www.divulgaescritor.com/ ​