22.3 C
New York
julho 23, 2019
Livros

Uma história e uma história e uma história

Pesquisadoras da tradição oral, Ana Gibson e Juliana Franklin emprestam suas vozes de narradoras aos contos de diversos povos, reunidos numa coletânea de histórias que falam de histórias

O conto tradicional é repleto de poesia sobre a condição humana, além de trazer nas entrelinhas traços do seu berço de origem. Procurando honrar as tradições, referências religiosas e culturais, mas também entendendo as histórias como metáforas itinerantes que ganham nova roupagem sempre que contadas, Ana Gibson e Juliana Franklin, pesquisadoras da “arte da palavra encantada”, lançam a coletânea uma história e uma história e uma história (Folio Digital) com contos tradicionais recontados por elas.

Com prefácio da grande contadora e conhecedora de histórias Regina Machado  (também coordenadora do renomado Encontro Internacional de Contadores de Histórias Boca do Céu), o livro é “uma homenagem às histórias e aos que têm amor por elas”, escrevem Ana e Juliana na apresentação. Os contos foram reunidos de forma que um converse com o outro, criando pontos de contato – ou não – entre si. “São fios de diversas espessuras e cores que, juntos, formam uma só tessitura. Este é só mais um critério, um modo que escolhemos para falar das histórias”, pontuam.

Em uma história e uma história e uma história há narrativas encontradas em outros livros, em passeios pela internet, contadas por outros contadores em encontros por todo o Brasil, guardadas em gavetas. São 29 histórias atribuídas a muitas tradições, como a sufi, a nativo-americana, a judaica, a indiana, chinesa, africana, irlandesa, italiana, russa, brasileira…. Nas páginas finais, Ana e Juliana revelam, em A história das histórias, como cada texto chegou até elas.

Para Regina Machado, o livro é uma “original empreitada, trabalhosa, esmiuçada, respeitosa imersão nesse universo das narrativas tradicionais”. E completa: “No balanço da rede das palavras bem ditas e bem-vindas dos contos tradicionais aqui recontados, podemos ousar acreditar que a vida humana se narra maior e muito além de qualquer circunstância nefasta, de qualquer temporal tempestade. Viva os heróis e heroínas dessas histórias todas, incluindo as nossas, que nos revelam sermos melhores do que julgamos ser.”

AUTORAS

Ana Gibson e Juliana Franklin 1 – crédito Jaciara Rosa

Seguindo a trilha da tradição oral dos mais diversos povos, Ana e Juliana percorreram um longo caminho até aqui. Desde 2001, elas pesquisam histórias como linguagem e instrumento instaurador de processos criativos e terapêuticos. Foram guardando cada história, sabedoras de que chegaria o dia em que encontrariam seu lugar, umas ao lado das outras, quem sabe nas páginas de um livro. Eis que esse momento chega.

Bacharel em tradução e pós-graduada em língua portuguesa pela PUC-Rio, Ana Gibson é também arteterapeuta, assim como Juliana Franklin, que é formada em Comunicação Social pela UFRJ e mestra em Artes Visuais pela UERJ. Ambas ministram o projeto “A arte de reparar histórias” desde 2015, onde, através dos contos, realizam experiências sensíveis nos campos da arte, educação e psicologia.

CAPÍTULOS

  • Histórias para acordar
  • Como as histórias chegaram até aqui
  • Histórias do contador de histórias
  • E uma história te libertará
  • Histórias de peso
  • Contraindicações: por que faz mal não contar histórias
  • Quando quem ouve um conto passa do ponto
  • As bênçãos da palavra
  • Para contar histórias, escuta
  • Salvos pela memória
  • Antes e depois da palavra

SERVIÇO

uma história e uma história e uma história
AUTORAS: Ana Gibson e Juliana Franklin
EDITORA: Folio Digital
Págs: 224
Formato: 12×18 cm
Preço: R$ 55,00

No sábado, 18/5, as arteterapeutas Ana Gibson e Juliana Franklin lançam Uma história e uma história e uma história (Folio Digital).

A sessão de autógrafos acontece das 18h às 22h, no Cabriola (Barão de Guaratiba, 178, Lapa), Rio de Janeiro.

 

Posts relacionados

Literatura: ‘A serenidade do zero’ busca o silêncio em meio ao caos urbano

Redação

Napoleon Hill e outros clássicos ganham versão pocket pela Citadel Editora

Redação

Chapeuzinho vermelho é vista no Brasil

Redação

Autor de apenas cinco anos lança seu primeiro livro, em parceria com a mãe

Redação

“Pai Grávido”: Dr. Renato Sá lança livro sobre paternidade, no Prodigy Hotel Santos Dumont

Redação

Livro “As Cidades Invisíveis” é  escolhido para Clube de Leitura do Museu do Amanhã neste sábado

Redação

Deixe um comentário