30.5 C
New York
junho 26, 2019
Notícias

Uma estrela de todas as cenas

Musical Dona Ivone Lara
Musical Dona Ivone Lara

Heloisa Jorge brilha na TV como Gilda, no teatro como Dona Ivone Lara e participa de projeto musical de Lázaro Ramos

Heloisa Jorge está em todos os lugares – e sempre com destaque absoluto. No ar em horário nobre como a Gilda de “A Dona do Pedaço”, novela das 21h da TV Globo, a atriz angolana (radicada no Brasil desde os 10 anos) volta aos palcos em agosto, para novamente viver Dona Ivone Lara (é uma das três protagonistas do musical) na temporada paulista da peça. Além disso, Heloisa também está no maravilhoso projeto de Lázaro ramos e Jarbas Bittencourt “Viagens da Caixa Mágica”, peça de teatro infantil que acaba de ganhar sua versão em álbum musical, com divertidas canções sobre diversidade, aceitação e negritude. Um luxo só.

Heloisa também está no longa “Sujeito Oculto”, de Léo Falcão, ainda sem data de lançamento definida. Recentemente também brilhou como apresentadora do Prêmio Sim à Igualdade Racial, cantando e dançando, além de apresentar a festa da representatividade. Filha de pai brasileiro e mãe angolana, graduou-se em Artes Cênicas pela Universidade Federal da Bahia. Vem realizando trabalhos em teatro, TV e cinema desde 2003. Fez parte do longa metragem “Capitães da Areia” dirigido por Cecília Amado. Logo em seguida integrou o elenco da minissérie “Gabriela” de Walcyr Carrasco, pela Rede Globo de Televisão. Nesse período teve o seu trabalho elogiado pelo autor:  “Há uma garota que, eu aposto desde já, será um grande sucesso: Heloísa. É uma grande atriz, ouçam o que estou dizendo! Tenho certeza de que daqui por diante estará em muitas novelas”, escreveu.

Devido ao desempenho na minissérie Gabriela, em 2014, foi convidada a protagonizar a novela angolana “Jikulumessu”, dirigida pelo português Sergio Graciano, que foi exibida também aqui pela TV Brasil. Ainda em 2014, foi apresentadora do programa Conexões da Globo Internacional, que teve a sua veiculação em Angola e em todos os países africanos de língua portuguesa.

Já no teatro, foi indicada ao prêmio Braskem na categoria de melhor atriz pelo espetáculo “O Dia 14”, dirigido por Ângelo Flávio, da Companhia de Teatro Abdias Nascimento. Em 2009, foi indicada ao mesmo prêmio, na categoria de melhor atriz coadjuvante pelo espetáculo “A Farsa da Boa Preguiça”, dirigido por Harildo Déda. Um sucesso que se repete a cada novo trabalho.

Posts relacionados

The Jacksons anunciam shows no Brasil

Redação

Qual o destino de suas sacolas plásticas?

Redação

Ceia de Natal – Chef Giu

Redação

Qualité Turismo comemora o Dia da Bailarina(o) se consagrando como grande incentivadora da dança no país com programas de intercâmbio culturais espalhados pelo mundo

Redação

Raça Negra e Mumuzinho se apresentam no Espaço Hall

Redação

Festival de jazz reúne artistas nacionais e internacionais na icônica cidade de Tiradentes

Redação

Deixe um comentário