-4 C
New York
janeiro 17, 2019
Notícias

Turismo Summit 2018 vai debater as transformações do setor no Brasil

Principal aliada do turista na atualidade, a tecnologia tem papel protagonista no processo turístico, desde a pesquisa de destinos, à compra de passagens, escolha de hospedagens e mapeamento de restaurantes e passeios. Para debater as mudanças da transformação digital no setor, o Sebrae, o Ministério do Turismo e a Embratur vão reunir gestores públicos, coordenadores dos projetos de destinos turísticos inteligentes, lideranças, empresários e universidades no Turismo Summit. O evento, realizado entre os dias 4 e 5 de setembro, em Brasília, tem o objetivo de disseminar os novos conceitos mundiais do setor, considerado atualmente um dos principais setores da economia e que vem convivendo com profundas transformações, saindo da era analógica para a digital. De acordo com o Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC), o turismo foi responsável por um em cada cinco empregos gerados no mundo nos últimos 10 anos e emprega 7 milhões de pessoas no Brasil.

As transformações fizeram com que o setor evoluísse da dinâmica de destinos analógicos (tradicional, off-line), para os digitais (multicanal, online) e, agora, o desafio é transformá-los em inteligentes (sensoriais). Com isso, o segmento vem se tornando mais competitivo e, mesmo para os pequenos negócios, essa é uma realidade que está cada vez mais presente. “As novas relações de consumo referenciadas pela emergente economia digital vêm influenciando mudanças muito rápidas nas relações de consumo e geram novos desafios a todo o ecossistema do turismo. E como a maioria são pequenos negócios, é fundamental que os empresários desse setor estejam atentos às demandas do novo perfil do turista, cada vez mais digital, independente e em busca uma experiência mais sensorial e integrada quando viaja”, pondera a diretora técnica do Sebrae, Heloisa Menezes.

Nesse cenário de constante evolução e de mudanças profundas nas relações entre turistas e destinos, o Ministério do Turismo tem promovido debates sobre como o setor pode aproveitar esse novo momento para oferecer aos viajantes novas experiências. “Neste mundo cada vez mais conectado, o setor turístico tem que entender o que o turista deseja e propor soluções que o ajudem desde a hora de planejar a viagem até o momento de efetivamente desfrutar dos atrativos e comodidades que o destino tem a oferecer. Essa é uma preocupação tão presente que a própria Organização Mundial do Turismo resolveu dedicar o Dia Mundial do Turismo, em 27 de setembro, ao debate das transformações digitais no setor”, afirmou o ministro do Turismo, Vinicius Lummertz.

Especialistas observam que o turismo tem interações diretas ou indiretas com 52 outras atividades econômicas, constituindo uma malha ampla e complexa de encadeamento, que, a partir da internet, passou a ter uma lógica diferente de atuação. Os intermediários tradicionais, como as agências de viagens, ganharam a concorrência de plataformas digitais e das Online Travel Agencies (OTA). Com isso, o turismo está mais digital do que nunca. Isso tem feito surgir uma variedade de novos modelos de negócios, que estão movimentando esse mercado.

Programação
No dia 4, o evento começa com os painéis “A transformação digital nos destinos turísticos” e “Utilização de Big Data para desenvolver destinos turísticos inteligentes”, seguidos por debate com os participantes. Às 13h30, o tema será “Governança – Gestão Turística Inovadora”, com a apresentação de três casos de sucesso: Rio de Janeiro – Programa Lidera/urban hancking, Costa do Descobrimento e Reposicionamento da marca Foz do Iguaçu. A partir das 15h, serão apresentados os painéis “El uso del Big Data para el conocimiento del turista: o caso de Benidorm”, de Alicante, na Espanha, e “Marketing Turístico: como vender seus destinos nos canais digitais”. Encerrando a programação do primeiro dia, será realizado uma sequência de apresentações em formato TED pelos principais marketplaces do turismo, sob o tema: Integração e comercialização da oferta de produtos e serviços em ambiente virtual.

No dia 5, serão abordados os temas da sustentabilidade na cadeia do turismo e a experiência turística, com os painéis: “A economia criativa como vetor de fomento ao turismo”, “Peru – um destino de experiência” e “Beacons – como potencializar a experiência do turista utilizando a sensorização”. Haverá ainda o pitch: Voucher Virtual – Rota das emoções.

Posts relacionados

Primeira festa junina da Jeunesse Arena leva quadrilhas, shows e comidas típicas à Barra da Tijuca

Redação

Banda JAMZ se apresenta no Shopping RIOSUL nesta quinta-feira

Redação

FACHA e Full Sail University promovem “Creative Jam – Novos Negócios no Entretenimento e no Audiovisual

Redação

DJ Cady faz show exclusivo cheio de remix brasileiro para encerrar o Brazil Fashion Forum 

Redação

Festival de música gratuito na orla da Zona Sul conta com operação especial do MetrôRio  

Redação

Breja Rio aposta na gastronomia de boteco

Redação

Deixe um comentário