The Dawn After The Storm terá versão remasterizada com faixa bônus

Tempus Fugit, banda carioca de rock progressivo, faz o show de pré-lançamento do novo trabalho na Lona Cultural Elza Osborne, em Campo Grande na Zona Oeste do Rio

Tempus Fugit (foto:Carlos Vaz)
Tempus Fugit (foto:Carlos Vaz)
Exigentes em estúdio, perfeccionistas ao vivo, a Tempus Fugit constituiu uma sólida formação, sincronizada o bastante para novas experiências em palco tão espetaculares como a do ProgFest 2000, em Los Angeles, como a única representante da América do Sul,  e no Buenos Aires Prog ’99, como a banda principal do evento assim como em outros grandes palcos no país, como na I Mostra Internacional de Rock Progressivo, no CCBB, do Rio de Janeiro, em janeiro de 2014, atuando na programação junto a Carl Palmer, Premiatta Forneria Marconi (PFM), dentre outras grandes bandas nacionais.
 
Outra novidade da Tempus Fugit é o lançamento da edição remasterizada do segundo álbum, o consagrado The Dawn After The Storm, considerado um item brilhante do rock progressivo nacional devido aos solos memoráveis, variações rítmicas bem estruturadas e amarradas, além das harmonias refinadas. Já neste material será possível sentir mais uma das tantas revoluções da banda, que é a contribuição de sonoridades mais contemporâneas do baixista Marquinhos, na formação desde o final de 2012.   “E suas ideias e composições vão também acrescentar muito a sonoridade da banda no próximo trabalho”, completa André Mello, tecladista e um dos criadores da banda.
 
Apesar das dificuldades em fazer rock progressivo no Brasil, Mello, Moura e toda a banda continuam esforçados para produzir música que é, acima de tudo, uma paixão. “A Tempus Fugit sempre preservou seu som. O que importa para nós e mantermos a chama acesa, o respeito aos nossos admiradores e fãs e é principalmente o som que amamos fazer e que nos lança sempre novos desafios de que podemos ir cada vez mais longe com nossas habilidades”, exalta o baterista. E o vocalista/tecladista acrescenta: “É legal fazer parte de universo progressivo, ser um pequeno pedaço dessa bela história musical”.
 
“Levar o nosso som à Zona Oeste, especificamente na Lona Cultural Elza Osborne é sempre gratificante, pois o público, desde 1997, nossa primeira apresentação, sempre nos acolheu bem”, diz o tecladista André Mello, um dos fundadores da Tempus Fugit.
 
A Tempus Fugit se apresenta no dia 17 de novembro, às 21 horas, na Lona Cultural Elza Osborne, em Campo Grande. Retornando a este palco em que estiveram presentes pela primeira vez em 1997, espaço este já teve o rock progressivo em seu cenário de programação de forma frequente e que agora vem retomando esta identidade musical do espaço e acolher o rock progressivo neste universo musical vivo da cidade carioca.
 
Assim, encerrando a turnê de pré-lançamento do trabalho  Dawn After The Storm”, que foi todo remasterizado e ainda apresenta faixas bônus ao final, já introduzindo o futuro trabalho ao público presente à Lona Cultural.
 
Serviço
 
Dia:17 de novembro – sexta-feira – Tempus Fugit na Lona Cultural Elza Osborne
Classificação etária: Livre
Ingressos antecipados: www.ticketmais.com.br 
Valor: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia legal)
Ingresso Amigo: R$ 30,00 (apresentando a filipeta impressa ou digital na bilheteria).
Tel.: 2413-2255
Booking.com