Termina hoje prazo para inscrição de atividades na Primavera dos Museus

Museus e demais instituições culturais têm até a meia-noite de hoje (14) para inscrever atividades para a 11ª Primavera dos Museus. Coordenado pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), o evento ocorrerá entre os dias 18 e 24 de setembro. Para participar, basta preencher formulário eletrônico no site do instituto, informando dados sobre o proponente e a ação que pretende efetivar. Os realizadores podem optar por diversos formatos, como seminários, exposições, shows, oficinas, visitas monitoradas e exibições de filmes.

Neste ano, a semana terá como tema Museus e suas Memórias. Integrante da Coordenação de Promoção e Gestão da Imagem Institucional do Ibram e responsável pela organização da Primavera dos Museus, Sylvana Lobo explica que a proposta é fomentar a reflexão sobre a construção da memória e dos próprios valores adotados pelos museus.

“Quando se chama a atenção para a memória dos museus, busca-se destacar a importância de valorizar a memória institucional e também de questionar como essa memória tem se construído, comparada com as mudanças na sociedade”, diz Sylvana. Além de estimular esse “olhar para dentro”, o tema foi escolhido para fazer alusão aos 200 anos da criação do primeiro museu brasileiro, o Museu Nacional no Rio de Janeiro, que se completam no ano que vem.

A Primavera dos Museus ocorre há 10 anos, com o objetivo de estimular a realização e a divulgação das atividades dessas instituições, bem como ampliar a articulação entre eles. Entre 2007 e 2016, o total de atividades realizadas cresceu 15%, segundo dados do Ibram. O número de instituições envolvidas teve o mesmo percentual de ampliação.

“A primavera já está consolidada no cenário museal brasileiro. Os museus já têm a cultura de guardar o período do início da estação da primavera para realizar essas atividades”, destaca Sylvana. De acordo com Sylvana, o Ibram tem obtido resultados positivos, a exemplo de uma maior aproximação do museu com a sociedade, em geral, e seu público específico, além do aumento da própria visibilidade das instituições participantes.

Nos anos anteriores, os temas abordados foram Meio Ambiente, Memória e Vida, Museus e o Diálogo Intercultural, Museus e Direitos Humanos, Museus e Redes Sociais, Mulheres, Museus e Memórias, A Função Social dos Museus, Museus, Memória e Cultura Afrobrasileira, Museus Criativos, Museus e Memórias Indígenas e Museus, Memórias e Economia da Cultura. As atividades são viabilizadas pelas próprias instituições, cabendo ao Ibram a elaboração e divulgação nacional de uma programação conjunta.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.