“Sucesso, aqui vou eu!” faz curtíssima temporada no Teatro Clara Nunes

Comédia protagonizada por Adrén Alves, recentemente premiado por seu trabalho em ‘Suassuna - O Auto do Reino do Sol’,  faz duas apresentações no teatro recém-reformado

A comédia “Sucesso, aqui vou eu!”, protagonizada por Adrén Alves, faz curtíssima temporada no Teatro Clara Nunes, na Gávea. Serão duas quartas-feiras de março: dias 21 e 28, às 21h, quando ele vai levar ao palco o divertido Galdênio, que sonha com o estrelato no Rio de Janeiro. O ator paraibano, que há 15 anos mora no Rio, é integrante da Cia dos Corações Partidos e vencedor dos prêmios Cesgranrio e Botequim Cultural de Melhor Ator de Musical por sua atuação em “Suassuna – O Auto do Reino do Sol”.

Com texto e direção de Sandro Rabello, esta “epopeia musical performática cômica e dramática”, que estreou na Festa Internacional de Teatro de Angra dos Reis, em 2010, conta a vida de Galdênio Adelicio Jesuíno Catarino da Silva e Silva.  “Trinta 30 anos com cara de 19, filho de quenga, neto de quenga, irmão de quenga, só escapei de ser quenga também porque preferi ser cantor lírico. Para realizar meu sonho, meti o pé na estrada com destino a Ipanema da televisão”, como definiria o próprio personagem.

Adrén Alves, que também é cantor e preparador vocal, encarna o divertido Galdênio que, para alcançar o sonho de ser contratenor, vai de vendedor de queijo a cantor de churrascaria, de hippie a backing vocal da Mara Maravilha. Enfim, traça tortuosos os caminhos até o almejado sucesso.  “Embora eu esteja em cartaz com ‘Auê’ e ‘Suassuna – O auto do Reino do Sol’, sinto a necessidade de contar e cantar esse monólogo de novo. São quase dez anos sem fazê-lo e ainda continua atual! Viver Galdênio me remete um pouco aos 15 anos em que moro no Rio, e reforça o acerto na minha escolha em morar na cidade”, explica Adrén. O ator está confiante nesse retorno: “ Não teve um dia que eu não me comovesse no palco e a saudade é grande demais. Fiz duas curtas temporadas na época, então acho que chegou a hora de experimentar a reação do público. Se for boa – certeza que será! -, a intenção é continuar”.

O Teatro Clara Nunes, que estava fechado dese junho de 2017, reabre oficialmente este mês. Em 41 anos de existência o teatro nunca havia passado por uma reforma profunda que trouxe agora, entre as melhorias, o aumento da capacidade de 428 para 743 lugares (incluindo espaço para cadeirantes e assentos para obesos); instalações  mais confortáveis no camarim e um sistema mais moderno para a bilheteria. A peça convidada para marcar a reinauguração é “Deixa clarear, um musical sobre Clara Nunes”, que ocupa o mesmo palco de quinta a domingo também por duas semanas.

Adrén Alves
Adrén Alves (Campina Grande, PB) é ator, cantor e preparador vocal. Estudou canto lírico na UFPB e fundou a Cia. Satyricon na Paraíba. Em Angra dos Reis, fundou a Cia. Fábrika do Entretenimento. Faz parte da premiada Cia. Barca dos Corações Partidos, que está em cartaz com “Suassuna – O auto do Reino do Sol”, sob direção de Luiz Carlos Vasconcelos, e com o autoral “Auê”, direção de Duda Maia. Participou também de “Gonzagão – A lenda”, espetáculo que iniciou a carreira da companhia, e de  “Ópera do Malandro”, ambos dirigidos por João Falcão.

Por “Suassuna”, ganhou este ano os prêmios Cesgranrio e Botequim Cultural de Melhor Ator de Musical.  Como Melhor Ator,  estava entre os indicados ao “Prêmio Shell”. Concorre ainda no “Destaque Imprensa Digital” e no “Prêmio APTR”. No “Prêmio Gonzagão” ganhou como Destaque Nacional. 

FICHA TÉCNICA:

Texto e direção: Sandro Rabello
Atuação: Adrén Alves
Músico convidado: Lucas Notaro
Direção de Movimentos: Jefferson Almeida
Iluminação: Brisa Lima
Realização: D!ga Sim Produções Artísticas
Sucesso, aqui vou eu!
Temporada: Dias 21 e 28/3 (quarta-feira)
Teatro Clara Nunes: R. Marquês de São Vicente, 52/Shopping da Gávea
Telefone: (21) 2274-9696
Dias e horários:  Quartas, às 21h.
Ingressos: R$  60 (inteira) e R$ 30 (meia).
Lotação:  743 pessoas
Duração: 1h20 minutos
Classificação indicativa: 16 anos
Funcionamento da Bilheteria:  Diariamente, das 13h às 21h.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.