SP-Arte tem destaques além das galerias tradicionais

Galerias que apostam em jovens artistas se destacam em evento que reúne os principais nomes das artes 

Com a chegada do mês de abril o mundo da arte é agitado por mais uma edição da SP-ARTE, o principal Festival Internacional de Arte do hemisfério sul. Entre os dias 5 e 15 a cidade de São Paulo estará com a agenda cultural cheia, aberturas de exposições, lançamentos de livros, palestras, workshops e todo tipo de ações acontecem pela metrópole; Devido a sua importância, olhares de colecionadores, críticos, artistas, galeristas e apreciadores das artes visuais de todo o mundo se voltam para o influente festival, que este ano reúne 131 galerias e museus no Pavilhão da Bienal no Parque Ibirapuera. 

Entre as tradicionais galerias nacionais e internacionais com artistas  que alcançam cifras milionárias, também há galerias despontando com jovens artistas promissores, como é o caso da OMA que em 5 anos de existência vem se destacando entre as galerias emergentes do Brasil. 

Sob direção de Thomaz Pacheco, o espaço tem como filosofia trabalhar artistas jovens, com trabalhos sólidos e carreira em processo de consolidação, a exemplo de Andrey Rossi e Giovani Caramello, dois nomes em plena ascensão.

Prova disso, no ultimo ano, ambos foram selecionados para participar de uma residência artística na Alemanha, em um projeto paralelo da Documenta de Kassel, este que é o maior evento do mundo da arte e acontece de 5 em 5 anos, na cidade alemã; Como desdobramento da residência os artistas participarão de 5 mostras itinerantes pela Alemanha durante o ano de 2018, e os reflexos já podem ser vistos também no Brasil.

Na SP Arte os artistas apresentarão séries inéditas e limitadas de seus trabalhos que já são disputados antes mesmo do evento ter inicio, entre colecionadores e instituições ávidas por novidades, durante as concorridas prévias que a galeria promove nos dias que antecedem a feira.

Thomaz resume seu sentimento acerca deste momento “em cinco anos alcançamos o ponto mais alto entre as galerias nacionais e hoje dividimos a feira com os grandes nomes da arte, é o reconhecimento do trabalho consistente”, Giovani destaca que o festival é uma importante plataforma de validação dado o criterioso processo de seleção dos artistas e galerias. 

(*) Foto em destaque:
Artista: Andrey Rossi
Tíitulo: Sobre pássaros
Dimensões: 95×145 cm
Técnica: Tinta óleo sobre lona de caminhão

OMA:

A OMA Galeria é o primeiro espaço privado de artes visuais do ABC. Localizada em São Bernardo do Campo, a galeria está sob os cuidados do galerista Thomaz Pacheco. Em pouco tempo, o espaço tornou-se referência na região e destaca-se no circuito das artes por seus projetos culturais, como encontros, workshops e debates (promovidos pelo OMA Educação e OMA Cultural), e por seu quadro de artistas representados (Andrey Rossi, Bruno Novaes, David Magila, Daniel Melim, Elen Braga, Giovani Caramello, Nario Barbosa e Thiago Toes). 

Redes sociais / site:
Facebook: www.facebook.com/omagaleria
Instagram: @omagaleria
Site: www.omagaleria.com 

Serviço:

OMA Galeria
Horário de Funcionamento: Ter. á Sex. 12h ás 19h / Sáb. 10h ás 15h.
Endereço: Rua Carlos Gomes, 69. Centro. SBC. SP. CEP 09715-130
Telefone: +55 (11) 971 533 107 / +55 (11) 981 790 588
E-mail: comunicacao@omagaleria.com / contato@omagaleria.com

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.