Solo de dança “A Flor da Lua” tem única apresentação no Centro de Referência da Dança

O espetáculo “A Flor da Lua”, concebido pelo artista Marcus Moreno, será apresentado no dia 08 de dezembro (sexta-feira), no Centro de Referência da Dança da Cidade de São Paulo (CRDSP), às 19h.

O ponto de partida para a criação deste trabalho é a passagem do tempo.  Por meio da metáfora da flor da lua, e inspiração na obra da artista e ilustradora botânica Margaret Mee, a dança vai se constituindo a partir do instante presente.

A flor da lua é uma espécie pouco conhecida, que geralmente pode ser encontrada em florestas tropicais. De cor branca e aspecto sutil, a flor, que nasce em um cacto, tem como principal característica o fato de desabrochar e durar apenas uma noite. Nos relatos daqueles que tiveram oportunidade de experienciar sua rebentação, como o de Margaret Mee que pintou a flor aos 79 anos, em sua última expedição à Amazônia, costuma-se falar do perfume intenso e do movimento constante de suas pétalas que se abrem em sua breve existência.

Criado dentro do Programa de Residência Artística da Casa das Caldeiras, o solo A Flor da Lua estreou em 2016, e circulou pelas cidades de São Paulo, Campinas (SP), Tiradentes (MG) e Montevideo (UY).  A concepção do trabalho contou com colaboração cênica de Key Sawao, luz de Calu Zabel e trilha original do músico Manuel Pessôa de Lima.

SERVIÇO

Espetáculo “A Flor da Lua”

Concepção e Dança: Marcus Moreno
Onde: Centro de Referência da Dança (CRDSP)
Quando: 08 de dezembro (sexta-feira) às 19h
Quanto: grátis (ingressos uma hora antes)
Duração: 30 minutos
Classificação Indicativa: Livre
Lotação: 50 lugares

FICHA TÉCNICA

Ficha Técnica
Concepção e dança: Marcus Moreno
Preparação corporal e colaboração cênica: Key Sawao
Piano e colaboração sonora: Manuel Lima
Criação de Luz: Calu Zabel
Operação de Luz: Dida Genofre
Fotos: Danilo Patzdorf
Produção: Cristiane Klein | Dionísio Produção

https://www.facebook.com/aflordaluaeoutrasefemeridades/

Marcus Moreno
Artista da dança e gestor cultural, Marcus Moreno é formado em Comunicação das Artes do Corpo, e tem especialização em Técnica Klauss Vianna pela (PUC-SP), e licenciatura pela Universidade Anhembi Morumbi. Em 2013, com o apoio do Edital de Primeiras Obras de Criação em Dança, Proac/2012, criou o solo “A Imagem como Ausência”, orientado pela artista Key Sawao, com quem tem estudado desde então. No ano passado estreou o trabalho “A Flor da Lua”, concebido no Programa de Obras em Construção de Residência Artística da Casa das Caldeiras. Tem interesse em práticas orientais, improvisação cênica e estudos somáticos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.