18.7 C
New York
maio 24, 2019
Música

Show de Paulinho da Viola, Velha Guarda da Portela e Criolo ainda tem ingressos disponíveis

Paulinho MONARCO Criolo VELHA GUARDA
Paulinho MONARCO Criolo VELHA GUARDA

Sesc RJ leva ações sociais e de lazer, rodas de samba e show à Jeunesse Arena para celebrar Dia do Samba

Ingressos estão disponíveis em todas as unidades do Sesc RJ mediante troca por 3kgs de alimentos não perecíveis. Arrecadação será destinada ao Mesa Brasil Sesc, programa que visa minimizar os efeitos da fome e do desperdício

O Sesc RJ leva o melhor da sua programação, no dia 2 de dezembro, para a Jeunesse Arena, para celebrar o Dia do Samba. A partir das 14h até as 18h, além da programação musical, adultos e adolescentes poderão se divertir nas atividades recreativas disponibilizadas pela instituição. Há opções para toda a família: de jogos eletrônicos (Vídeo Game, Fliperama), Totó, Jogos Gigantes (Dedobol, Quatro Cantos, Jogo da Velha e outros) a Jogos de Tabuleiro diversos.

Às 14h, as homenagens musicais ao ritmo mais brasileiro começam com a apresentação da banda “Fuzuê D’Aruanda”, roda interativa com dança e música ao vivo que permeia o folclore e a temática negra. Ela apresenta um misto das manifestações culturais do Brasil, através de seus ritmos e danças. Um lindo e lúdico momento, onde crianças, jovens e adultos desvendam um sentimento de alegria e pertencimento a essa história que é de todos os brasileiros. Nas apresentações, o grupo mostra sua qualidade e musicalidade através de ritmos como Jongo, Côco, Ciranda, Ciranda de Tarituba, Boi, Samba de roda e Maracatu de Baque Virado.

Na sequência, às 15h15, é a vez do “Jequitibá do Samba”. Criado em 2010, o grupo é formado por jovens músicos atuantes nas rodas de samba e choro de tradicionais casas como o Trapiche Gamboa, o Carioca da Gema e a Casa do Choro, entre outras formações, como o “Samba da Ouvidor”. Diferencia-se dos demais grupos por ter como característica marcante um repertório de sambas tradicionais de todas as épocas, como os inesquecíveis da década de 1930 do Estácio, passando pelos sambas das primeiras Escolas do Rio, pelas obras-primas (mesmo as pouco exploradas) dos grandes compositores e enaltecendo também os sambas de roda e os sambas autorais dos integrantes.

A noite termina com o espetáculo “A noite veste azul”, que celebra os 95 anos da tradicional escola azul e branca carioca, os 85 anos de vida do mestre Monarco e o aniversário do saudoso compositor Candeia. A partir das 19h, o tom de homenagem à Velha Guarda mescla cenografia às canções clássicas de Paulinho da Viola e sambas da Velha Guarda. O cenário trará fotos históricas do acervo do diretor Elifas Andreato.

Pela primeira vez, Paulinho da Viola e Criolo dividem o mesmo palco. Ídolo da nova geração, o rapper transita com fluidez entre o rap, MPB e samba. Em participação especial, o paulistano também cantará sambas históricos da Portela, além de suas composições. A concepção de todo o espetáculo se baseia na harmonia do clássico e do contemporâneo. O resgate do modelo teatral de apresentação traz uma iluminação envolvente, interação e projeções planejadas.

Para adquirir a entrada, o público poderá se dirigir a qualquer bilheteria das unidades do Sesc RJ em todo o estado com 3 kgs de alimentos (feijão, arroz ou macarrão). Os donativos serão entregues ao Mesa Brasil Sesc, que os destinarão às mais de 800 instituições cadastradas no programa. Para complementar a programação, haverá além das atividades promovidas pelo Sesc RJ, apresentações dos alunos de dança de salão.

“Estou feliz e honrado em poder participar da ação Mesa Brasil Sesc. Iniciativas como essa fazem a diferença na luta para amenizar o sofrimento daqueles que precisam”, afirma Paulinho da Viola.

TURISMO SOCIAL. Desde abril de 2018, todas as unidades do Sesc RJ voltaram a promover passeios e excursões para diversos lugares com programação para todos os gostos. A entidade vê no turismo uma forma de ampliar ainda mais o acesso da população à cultura, esporte e lazer. No Dia do Samba, cerca de 700 pessoas, oriundas de 17 unidades do estado do Rio de Janeiro, estarão presentes no evento. Um grupo de deficientes intelectuais, da escola Favo de Mel, estarão em um camarote exclusivo para eles na Jeneusse Arena. O Sesc RJ tem como público alvo nas ações de Turismo Social, prioritariamente, trabalhadores de menor renda, comerciários e não-comerciários, bem como seus dependentes de todas as faixas etárias.

Serviço
Data: 
02/12
horário: 
14h – Abertura das atividades
14h15 – Fuzuê D´Aruanda
15h – Apresentação dos alunos de Dança de Salão
15h15 – Jequitibá do Samba
16h45 – Apresentação dos alunos de Dança de Salão
17h00 – Jequitibá do Samba
19h – Paulinho da Viola, Velha Guarda da Portela e Criolo

Entrada solidária
– 3 kg de alimento não perecível (arroz, feijão e macarrão) dão direito a um ingresso.
– Troca de alimentos por ingressos: a partir do dia 14 de novembro
– Os alimentos devem ser trocados pelos ingressos diretamente nas unidades do SESC.
– Todos os alimentos serão doados para ações do projeto Mesa Brasil.
– A troca de alimentos por ingressos também poderá ser feita diretamente na Arena Jeunesse no dia do evento

Posts relacionados

Paulo Ricardo – “Sex on the Beach” no Teatro Riachuelo Rio

Redação

Marília Mendonça apresenta nova turnê no Vivo Rio

Redação

Compositor Bernardo Valença lança carreira musical com single “Dó”

Redação

Manoel Magalhães inicia turnê “Consertos em Geral” por Niterói

Redação

Ouça “A vida dos Santos”, coletânea já disponível em todas as plataformas digitais e formato físico

Redação

Cantor Guga na ‘Roda de samba Domingo da Gente’, em Campo Grande

Redação

Deixe um comentário