Sete motivos para os apaixonados por esportes visitarem a Nova Zelândia em 2017

Equipe rugby do All Blacks em ritual do haka, tradição neozelandeza (foto: Kieran Read)
Equipe rugby do All Blacks em ritual do haka, tradição neozelandeza (foto: Kieran Read)

Ninguém discorda que a Nova Zelândia tem paisagens espetaculares, ótima gastronomia, vinhos maravilhosos e várias opções de atividades ao ar livre. Mas em 2017 o país caprichou ainda mais nas opções para quem busca ver e viver aventuras radicais no esporte. Se você sempre reserva um espaço na mala para roupas esportivas quando viaja, essa pode ser a chance de usá-las em grande estilo. Conheça sete motivos por que a Nova Zelândia vai ser o seu destino esportivo em 2017.

1.  9º World Masters Games
O World Masters Games (www.worldmastersgames2017.co.nz) é conhecido como o maior evento de esportes do mundo e costuma receber mais atletas que os Jogos Olímpicos. As categorias incluem tiro com arco, atletismo, badminton, canoagem, ciclismo, surfe de resgate e levantamento de peso. A idade mínima para participar em cada categoria vai de 27 a 35 anos. O evento acontece em Auckland de 21 a 30 de abril.

2. Audi Quattro Winter Games NZ
O Audi Quattro Winter Games (www.wintergamesnz.kiwi) é considerado um dos cinco melhores eventos esportivos de inverno do mundo e atrai competidores dos Jogos Olímpicos de Inverno, dos Jogos Paralímpicos e do X Games. O evento acontece de 25 de agosto a 10 de setembro em Queenstown, Wanaka e Naseby, onde os atletas competem em diversos estilos, como freestyle, snowboarding, esqui nos alpes e esqui cross-country. Se você ainda não se convenceu, assista ao vídeo do evento:

3. Jogos de rugby da série British & Irish Lions
Durante os meses de junho a julho a Nova Zelândia, casa do All Blacks – seleção favorita de rugby no mundo, recebe os jogos da série British & Irish Lions (www.nzlionsseries17.com). A equipe do Lions jogará dez partidas incluindo cinco jogos contra integrantes do Super Rugby, três contra membros do All Blacks e uma contra os Barbarians e os Maori All Blacks. Os jogos acontecerão em Whangarei, Auckland, Hamilton, Rotorua, Wellington, Christchurch e Dunedin, sendo também a oportunidade perfeita para conhecer um pouco dessas cidades depois dos jogos – Não deixe de visitar a região vinícola de Central Otago no interior de Dunedin. 

4. TRUE Food & Yoga
Para quem busca algo mais calmo, o True Food & Yoga (www.truefoodandyoga.co.nz) pode ser uma boa opção para relaxar e cuidar do corpo. O espaço promove um estilo de vida ativo e saudável por meio de uma boa alimentação e da prática constante de exercícios físicos. Localizado em Auckland, o espaço ensina diversos estilos de yoga e conta com uma cafeteria, um spa, um profissional de quiropraxia e uma loja. Tudo sob o comando de Nic e Kelly, um chef renomado e uma professora de yoga com formação em reflexologia.

5. Vector Wero Whitewater Park
O Vector Wero Whitewater Park (www.wero.org.nz) é o lugar certo para quem sempre quis praticar rafting, andar de caiaque ou fazer stand-up paddling (SUP). Localizado na cidade de Manukau, ao sul de Auckland, esse é o primeiro parque com o único rio e curso d’água artificiais do país, sendo o lugar perfeito para atividades aquáticas. Inaugurado em abril de 2016, o local é administrado por Ian Ferguson, lenda do canoísmo olímpico da Nova Zelândia, que descreve as instalações como “o parque de correntezas mais incrível do mundo”. 

6. Ciclovia Alps 2 Ocean
A nova ciclovia Alps 2 Ocean está na lista da Lonely Planet de pedaladas épicas ao redor do mundo. Com 301 quilômetros, a trilha é uma aventura de vários dias em meio a paisagens cinematográficas que vão dos alpes do sul até os lagos alpinos e um vale com um rio que deságua no mar. É possível acampar ao longo do caminho ou escolher uma das várias opções de hospedagem disponíveis, incluindo pensões e acomodações de luxo. Entre as opções cinco estrelas estão o Lakestone Lodge (www.lakestonelodge.co.nz), inaugurado recentemente no Lago Pukaki, e o luxuoso Pen-y-bryn (www.penybryn.co.nz), localizado no fim da trilha costeira de Oamaru.

7. Rugby League World Cup
2017 é o ano para os fans de rugby na Nova Zelândia. O país também será co-anfitrião do compeonato Rugby League World Cup 2017 (www.rlwc2017.com) junatemente com a Austrália e a Papua Nova Guiné. Os jogos acontecem de 27 de outubro a 02 de dezembro, onde 14 equipes jogarão 28 partidas ao longo de cinco semanas para competir pelo grande prêmio da liga internacional do rugby.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.