Secretaria estadual Cultura faz parceria para reabrir a Biblioteca Parque da Rocinha

Fechada desde dezembro do ano passado, a Biblioteca Parque da Rocinha será reaberta no próximo mês pela Secretaria estadual de Cultura, atendendo a uma reivindicação da comunidade, que deseja ter de volta o seu principal espaço de cultura e conhecimento. A biblioteca já conta com equipes de segurança, manutenção e limpeza, entre outras pequenas ações.

Nesta quarta-feira (4/10), o secretário estadual de Cultura, André Lazaroni, esteve na Biblioteca Parque da Rocinha, acompanhado do prefeito Marcelo Crivella, da secretária municipal de Cultura, Nilcemar Nogueira, entre outras autoridades, para o anúncio de um aporte de R$ 1,5 milhão, por parte da prefeitura, que viabilizará o investimento básico na infraestrutura do espaço. Dessa forma, ficará garantido o funcionamento da biblioteca por pelo menos um ano.

Além disso, também já foi publicado pelo governo do estado um edital de licitação, cujo resultado deverá ser conhecido na próxima segunda-feira (9/10), com valor global de R$ 5,3 milhões, para contratação de mão de obra especializada, para as Bibliotecas Parque do Estado (Centro), da Rocinha e de Manguinhos, que permitirá o funcionamento de uma forma geral.

– Também estamos solicitando o apoio do Ministério da Cultura e da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro para que sejam realizados aportes financeiros para que possamos entregar todas as Bibliotecas Parque à população. Quando assumi a Secretaria de Estado de Cultura, as bibliotecas já estavam fechadas. E, desde o início de minha gestão, reconhecendo a grande importância da Biblioteca Parque como um polo irradiador de informação, além de ser uma grande demanda da população, um dos maiores objetivos que tenho à frente da cultura fluminense é justamente a reabertura das Bibliotecas Parque. E estamos começando aqui pela Rocinha, uma comunidade que está precisando muito do apoio do setor público. Estamos fazendo a nossa parte – destaca o secretário André Lazaroni. 

Biblioteca Parque da Rocinha
Inaugurada em junho de 2012, tendo como principais referências as bem-sucedidas experiências implementadas em Medellín e Bogotá, na Colômbia, a Biblioteca Parque da Rocinha é um espaço cultural e de convivência, com qualidade física, humana e de serviços. Com 1,6 mil metros quadrados, a Biblioteca possui cinco andares, nos quais foram instalados uma DVDteca, um cineteatro, uma sala multiuso para cursos, estúdio de gravação e edição audiovisual, setor de internet comunitária (com 48 computadores e 12 notebooks), cozinha-escola e café-literário. A capacidade inicial para de obras é de 15 mil livros e 2 mil DVDs. A Biblioteca Parque da Rocinha foi concebida para realizar atividades culturais e de promoção de leitura nos mais diversos suportes, visando estimular a produção, a fruição e a difusão das produções artísticas e, especialmente, a viabilização do acesso à cultura.