São Paulo ganha sua primeira adega privada, com serviço tradicionalmente europeu

Uma nova proposta de adega chega a São Paulo. Tradicional em diversos Países da Europa como, França, Italia, Espanha e Portugal, as adegas privadas são a nova moda dos comerciantes e colecionadores de vinhos do velho continente. Guga Spina, comerciante e apreciador de vinhos do bairro da Moóca, trouxe a novidade à São Paulo e abriu a primeira adega privada da cidade, “Golden Wine”, que segue os legítimos moldes das adegas privadas europeias. 

Além dos tradicionais serviços de toda adega, a proposta de Guga é levar um espaço reservado e requintado para apreciadores de bons vinhos. Ao lado de sua esposa Kimberly Spina, recebem diariamente pequenos eventos no espaço, com harmonização de vinhos e queijos, em mesas para grupos de pessoas ou jantares mais intimistas para o casal, de acordo com a necessidade de cada cliente. A adega foi estrategicamente construída na Mooca, bairro de tradicionais famílias europeias e apreciadores da cultura vinícola, em uma região sem leque de opções para atender ao público que consome vinho diariamente. 

A “Golden Wine” apresenta uma carta dinâmica, incluindo os melhores vinhos do Velho Mundo: Bordeaux, Borgonha, Champagne, italianos, portugueses, além dos vinhos do Novo Mundo: chilenos, americanos, argentinos e australianos. Na adega, eles são harmonizados com queijos e frios, preparados com exclusividade para cada evento por Kimberly, que também é responsável pela decoração rústica e aconchegante do local. 

A adega apresenta, ainda, o serviço de “delivery”, para buscar e levar as pessoas às suas casas, evitando, assim, que se preocupem em dirigir após a visita ao espaço. Datas comemorativas também são o forte da Golden Wine, que reserva o espaço para jantares especiais de Dia dos Namorados; Dia dos Pais; Dia das Mães, entre outros, sempre com sofisticação e os mais saborosos vinhos do Planeta. 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.