Samba das 4

Samba das 4 (foto: Bianca Spinelli))
Samba das 4 (foto: Bianca Spinelli))

Crikka Amorim e Manu Santos comandam roda de  samba
ANA COSTA é a participação especial

O nome do projeto traz em si o conceito de roda, microfones, instrumentos e partituras abertas: a cada edição Crikka e Manu recebem cantores, instrumentistas, compositores. O Samba é das 2, das 3, das 4…. de quem quiser chegar!

Nomes consagrados já passaram pela mesa: Áurea Martins, Nilze Carvalho, Edu Krieger, Dorina, Andrea Dutra, Nego Álvaro, Tomaz Miranda, Lucina são alguns deles.

Assinando a direção musical, Crikka Amorim é também violonista da roda. A sonoridade fica por conta de sua levada personalíssima que encantou a Europa nos muitos anos que passou por lá. Segundo ela, “Sim! Vai ter samba com pedal! ”, referindo-se ao uso de diferentes timbres.

Por sua vez, Manu Santos, não abre mão da performance cênica e coloca público, banda e quem mais vier para dançar.

Repertório variadíssimo que vai dos clássicos do samba-canção ao samba funk passando por inéditas e autorais, elas vão passear pelo forró, ijexá, pagode sem limites nem preconceitos.

O Samba das 4 é….

Crikka Amorim é cantora, compositora, multi-instrumentista, arranjadora e diretora musical.

Começou sua carreira após passagem pelo Garganta Profunda, grupo vocal que renovou a cena musical do Rio de Janeiro. Depois de muitos anos fazendo música brasileira em casas de show e festivais de jazz na França, Bélgica, Alemanha e Áustria (em Salzburgo fez o show de abertura da banda Jehtro Tull) voltou ao Brasil, sob a batuta de Bia Paes Leme.

Lançou “No Ponto” (2004), concebido com canções autorais, regravações e músicas inéditas de compositores consagrados da MPB (arranjos e produção Arthur Maia)

Em 2008, foi lançado “Pirataria – Rita Lee por Crikka Amorim”. O resultado de toda esta trajetória é diversidade de ritmo. Crikka Amorim encontra uma forma de misturar estes elementos com voz e violão e de forma inovadora mescla sonoridade acústica a elementos eletrônicos.

Seu último trabalho, o EP “Corações Plugados” foi lançado em maio/2016, no Teatro Solar de Botafogo (RJ).

Manu Santos é cantora.

Vencedora da 2ª Mostra de Talentos do Carioca da Gema, em 2007, na Lapa, Manu foi convidada pelo Jornal O Globo para o show de encerramento do 8º Circuito Rio Show Gastronomia 2011.  

Participou, em 2008, do evento mundial Pangea Day produzido pela Nokia em sete cidades (Rio de Janeiro, Londres, Los Angeles, Paris, Cairo, Mumbai e Kigali) e transmitido ao vivo para 180 países.

 Em 2005 bateu o recorde de público na Lona Cultural Hermeto Pascoal, na zona oeste do Rio.

 Em 2003 foi convidada por Oswaldo Montenegro para participar dos espetáculos “Noturno” e “Aldeia dos Ventos”.

“Nossa Alegria” é o nome do primeiro CD gravado por Manu Santos. Este álbum independente foi altamente elogiado pela mídia – como no dia do seu lançamento, quando teve uma crítica positiva em metade da contracapa do Segundo Caderno, do jornal O GLOBO. 

Ficha técnica

Cantoras: Crikka Amorim e Manu Santos
Direção musical, arranjos, violão: Crikka Amorim

Banda JBrasil:
Julio de Oliveira – cavaquinho
Jadna Zimmerman – percussões
Junior de Oliveira – percussões
Jahi de Oliveira – percussões

Serviço
Local: Olho da Rua Bambina, 6 – Botafogo
Tel: 3278-6601
Dia: Sexta-feira / 17.março.2017​  – PARTICIPAÇÃO: ANA COSTA
​Horário de abertura da casa: 18h
Horário do show: 19h
Classificação etária: livre
Preço: R$ 25​, (dinheiro) Para o consumo pagamento também em cartões de débito e crédito.
Fanpage Samba das 4: https://www.facebook.com/sambadas4

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui