A saga do Quilombo dos Palmares no Novo Mundo

Vivendo em Israel, mas com um pé na Bahia, o escritor Jp Santsil traz a público sua obra que, a princípio foge do convencional pelo tamanho do título: “O filho daquela que mais brilha: a incrível saga do Quilombo dos Palmares no Novo Mundo”. Tema controverso, a construção da obra consumiu sete anos de pesquisas, e quatro anos de conclusão e demais processos para publicação do livro, daí termos a certeza de que muitas informações inéditas foram trazidas à tona. Para montar o quebra-cabeça da história, o autor teve de se debruçar sobre a geografia da época, estudar os modos de vida dos africanos e colonizadores; imergir nas guerras coloniais e medievais e suas estratégias; conhecer a economia da época e a governança; e aprofundar-se na história dos holandeses e espanhóis que ocuparam nossas terras à época dos fatos.

Com todo esse arsenal de conhecimentos em mente, o autor trouxe à luz a saga do Quilombo dos Palmares, recriada nesta ficção que, dada sua importância histórica, prenderá o leitor do começo ao fim do livro.

O ancião Griot, chamado Djeli, é um descendente do antigo povo Mandês, os Mandinkas. Ele se transforma no tutor espiritual e moral do jovem príncipe de Palmares N’zambi, depois que este regressa a N’gola N’janga, o K’ilombo. Djeli torna-se então o guardião do Sagrado e Eterno Contínuo, pacto feito pelos seus antepassados, os primeiros africanos.

Djeli vê em N’zambi o cumprimento de uma antiga profecia, pela qual de tempos em tempos, no fim e no início de uma nova era, quando a humanidade está em pleno caos, surge um guerreiro libertador que é o Filho daquela que mais brilha.

Desta forma se desenrola uma incrível saga nas terras do Novo Mundo.

Quer saber mais? Não deixe de ler “O filho daquela que mais brilha: a incrível saga do Quilombo dos Palmares no Novo Mundo”.

Onde encontrar:
https://www.jpsantsil.com/

João Paulo, conhecido pelos amigos e familiares como Jp, nasceu em Salvador, Bahia, onde morou na Ilha de Itaparica. É professor de Capoeira Angola e ecoalfabetizador e permacultor. Desenvolve um programa de educação ambiental e cultural com trabalhos locais e internacionais. Atualmente, mora em Israel, onde constituiu sua família. No Oriente Médio trabalha com construção e manutenção de ambientes aquáticos ecológicos, agrofloresta e agricultura orgânica policultural. Jp é músico percussionista e escritor, pratica Alquimia Operativa, Kabbalah, Gnosticismo, Sabedoria Essênica e de Cultos Africanos e Nativos Brasileiros.