Rolé Carioca faz seu roteiro por Laranjeiras em outubro

Professores contarão a história de um dos bairros mais antigos da cidade

A Zona Sul carioca guarda verdadeiros tesouros históricos pelos seus bairros. E Laranjeiras, especialmente por ter sua história atrelada a do rio Carioca, é um desses que merecem uma atenção especial. Por isso, no dia 29 de outubro, o Rolé Carioca fará seu roteiro por essa agradável vizinhança de casarões, palacetes, jardins e praças.

Aqueles que acompanharem os professores da Universidade Estácio William Martins e Rodrigo Rainha terão a chance de saber mais sobre o chorinho, um estilo musical genuinamente carioca que ainda se escuta em praças e coretos da região, e também que o bairro foi o endereço de formadores de opinião e artistas, como Villa-Lobos, Cecília Meirelles, Portinari, Oscar Niemeyer, Roberto Marinho e Cassia Eller. O roteiro do Rolé em Laranjeiras será o seguinte: Largo do Machado (ponto de encontro), Paróquia Nossa Senhora da Glória, Colégio Estadual Amaro Cavalcanti, Parque Eduardo Guinle, Mercado São José, Fluminense Football Clube, Palácio Guanabara e Praça São Salvador. O início do Rolé está marcado para às 9h, sempre gratuito e sem ficha de inscrição – é chegar e participar!

De uma ponta a outra: o bairro começa no Largo do Machado e se estende até o Cosme Velho, nas imediações do Túnel Rebouças, e já foi chamado de Vale do Carioca devido a ocupação iniciada no século XVII, com a construção de chácaras no vale ao redor do Rio Carioca, que passa pela região. Após a Proclamação da República, a ocupação de Laranjeiras como área residencial se intensificou, especialmente quando a Presidência da República se instalou no Palácio do Catete, trazendo junto ilustres moradores. Abriga também dois grandes palácios: o Guanabara e o Laranjeiras, respectivamente local de trabalho e residência oficial do Governador do Estado do Rio de Janeiro. 

Palácio Guanabara (1930) _ Acervo BNDigital
Palácio Guanabara (1930) _ Acervo BNDigital

Laranjeiras mantém um importante legado para a cidade do Rio de Janeiro, além dos pontos que serão visitados, como o Palácio Guanabara e a sede de um dos clubes mais queridos da cidade, o Fluminense, no bairro está instalado o Instituto dos Surdos do Brasil ou Instituto Nacional de Educação de Surdos e o casario de valor histórico, artístico e cultural, destacando-se as chamadas Casas Casadas. “As Casas Casadas eram originalmente um belo conjunto de seis unidades residenciais autônomas em arquitetura neoclássica. Foram construídas em 1883 pela família Leal e tombadas em 1994 pela Prefeitura do Rio, por se tratar de um exemplar único de residência multifamiliar do século XIX”, explica Rodrigo Rainha.

Professores William Martins e Rodrigo Rainha em um passeio do Rolé Carioca
Professores William Martins e Rodrigo Rainha em um passeio do Rolé Carioca

ROLÉ – 4ª EDIÇÃO
“O Rolé Carioca é um sistema integrado de comunicação de conteúdos históricos” – assim o projeto é definido por um dos diretores do Estúdio M’Baraká, idealizador e realizador do projeto. Inaugurado em 2013, o Rolé Carioca já atingiu a marca de 70 km percorridos em 21 passeios gratuitos, promovendo as histórias da cidade para um público estimado em 15 mil participantes. Hoje o projeto conta com um portal com informações sobre todos os passeios: www.rolecarioca.com.br – onde também são encontrados artigos, entrevistas, dicas culturais e curiosidades sobre os bairros.

Novidades no Rolé 2016
Este ano, o projeto Rolé Carioca terá uma série de desdobramentos: inauguração da série “Rolezinho Carioca”, com duas edições formatadas para alunos da rede pública; uma exposição e mais três passeios extras temáticos. Também será lançando um guia impresso, para que cariocas e visitantes possam dar seus Rolés pelo Rio sempre que quiserem.

O último passeio do ano será escolhido por votação no site do projeto (www.rolecarioca.com.br) –  o público é que vai decidir, entre os roteiros já realizados, onde quer passear.

Os passeios se consolidam em 2016 como uma das opções mais interessantes de conhecer a história da cidade. A experiência sensorial de percorrer os locais e a transmissão oral do conhecimento fizeram com que o público se apropriasse do Rolé Carioca. Além da história e curiosidades sobre os locais visitados, o público acaba percebendo problemas atuais: conservação de seu patrimônio, mobilidade urbana, gentrificação, trânsito, paisagens naturais etc. E o Rolé Carioca acaba contribuindo para que o público faça um inventário afetivo do município, proponha mudanças e faça cobranças à administração pública. Assim, juntos, público e evento seguem reescrevendo a história e zelando pela cidade.

Calendário do Rolé 2016

  • Santa Teresa – 24 de abril
  • Maracanã – 22 de maio
  • Urca Especial Rolé do Amor – 12 de junho
  • Engenho de Dentro – 26 de junho
  • Copacabana – 31 de julho
  • Orla Conde – 25 de setembro
  • Laranjeiras – 29 de outubro * excepcionamente no sábado devido às eleições
  • Bairro + Votado no site – 27 de novembro

SERVIÇO

Rolé Carioca – Laranjeiras
Ponto de encontro: Largo do Machado
Dia 29 de outubro –  sábado, às 9h
Grátis – Sem inscrições
Duração: aproximadamente 2h
Contato: 21 22085952