Rio em contraste: exposição fotográfica lança olhar sobre as diferenças de uma cidade que está entre as mais ecléticas do mundo 

Mostra, entre os dias 11 e 15 de dezembro, na PUC-Rio, reúne trabalhos de três fotógrafos que têm o Rio de Janeiro como fonte de inspiração

Julio Lopes
Julio Lopes

A exposição Rio em Contraste – aberta ao público de 11 a 15 de dezembro, na PUC-Rio – reúne cerca de 300 imagens dos fotógrafos Marcello Cavalcanti, Bruno Brin e Júlio Lopes, três cariocas que têm como base para seus trabalhos as diferenças culturais, sociais, históricas e também naturais da Cidade Maravilhosa. Estilos diferentes, mas intimamente ligados, os registros revelam um Rio de Janeiro plural e que transcende as imagens dos cartões postais.

Realização das empresas Kombo, VZAExpomídia e 3lementos, o projeto foge dos moldes das exposições habituais, com as fotografias apresentadas em TVs de 42 polegadas e imagens em looping, o que permite que o público tenha acesso a um número maior de obras. Além disso, a mostra apresentará fotografias produzidas por crianças do projeto Dom Hélder Câmara.

50 olhares sobre a Cruzada São Sebastião e Rocinha – No fim de novembro, Cavalcanti, Brin e Lopes ministraram workshop sobre fotografia para cerca de 50 crianças, entre 10 e 12 anos, das comunidades da Cruzada São Sebastião e Rocinha. História e noções básicas sobre o universo da fotografia, diferenças entre equipamentos e imagens analógicas e digitais, além de exercícios práticos foram algumas das atividades da oficina.

O ponto alto desse encontro foi que os alunos receberam câmeras descartáveis para praticar e despertar um novo olhar sobre a cidade a partir de suas vivências. O resultado desse trabalho será exposto junto com as imagens dos fotógrafos, que também fazem a curadoria da exposição.

“Além de gerar conhecimento comunitário através dos workshops de fotografia, o projeto tem o objetivo de facilitar o acesso à cultura. Precisamos estimular a produção e difusão de bens culturais de qualidade para os cariocas, mostrando que a arte pode estar ao alcance de todos” diz Dalmo Castello Filho, Head de Projetos Especiais da VZAExpomidia.

Arte e interatividade no ambiente digital – A exposição Rio em Contraste também pode ser conferida nas plataformas virtuais. Além de as fotografias estarem expostas nas redes sociais do projeto, quem fizer um registro traduzindo ideia e proposta da exposição e postar ganhará um espaço na galeria virtual. Basta usar a hashtag #rioemcontraste. As imagens podem ser vistas            no Instagram @rioemcontraste e no Facebook: www.facebook.com/rioemcontraste/.

Para o fotógrafo Marcello Cavalcanti, que também coordenou o workshop com as crianças, essa iniciativa amplia ainda mais o impacto da exposição. “Levar esse trabalho para o mundo digital, e ainda estimular a interatividade, é quase um caminho sem volta para quem pretende produzir arte acessível, ao alcance de todos os públicos”, observa.

Fotógrafos:

Marcello Cavalcanti

Fotógrafo e designer carioca, auto-intitula-se um colecionador visual. Os trabalhos se destacam pela reconstrução de cenários urbanos e paisagens naturais, por meio da sobreposição de centenas de fotos clicadas em diferentes dias e situações, e até mesmo de épocas diferentes.

Bruno Brin

Cursou desenho industrial na UniverCidade e Design de Superfície no Senai CETIQT. Fotógrafo, designer e ilustrador, Brin mostra em seu trabalho a beleza da mulher carioca de forma mais pura, natural, leve e sem deixar a sensualidade de lado.

Júlio Lopes

Descobriu a fotografia a caminho do trabalho. No início, começou a tirar fotos despretensiosamente com o celular e a tratá-las em aplicativos no próprio iPhone. Hoje, os registros ganharam espaço maior na sua vida, e até perfil no Instagram.  

Serviço:

Rio em Contraste
Quando e onde: de 11 a 15 de dezembro de 2017, na PUC-Rio, das 9h às 22h
Endereço: R. Marquês de São Vicente, 225, Gávea, Rio de Janeiro – RJ
Classificação indicativa: Livre
Acesso para pessoas com deficiência
Patrocínio: Assim Saúde e Ministério da Cultura
Apoio: Vice Reitoria Comunitária da PUC – Rio e Bossa Nova Mall
O Projeto é Incentivado pela Lei Rouanet.