Restaurantes no Rio apresentam roteiro especial para Dia do Macarrão

Dia 25 de Outubro é dia do macarrão e para comemorar a data , preparamos um roteiro de sugestões de restaurantes que oferecem saborosas massas no Rio.

Conhecido por seus pratos com frutos do mar, o Bar e Restaurante Urca oferece também uma opção com macarrão com, é claro, frutos do mar: espaguete com frutos do mar (R$142).

O Bistrô Santa Satisfação é conhecido por suas comidinhas caseiras com o toque de sofisticação da chef Carol Caldas. O cardápio fixo traz uma seleção de massas que inclui alguns pratos clássicos da casa, como o Penne Rústico com pérolas de mussarela de búfala, triângulos de tomate fresco, azeitonas pretas, manjericão fresco e azeite extra virgem (R$29,50 pequeno) e o Spaghetti Mediterâneo com camarões grelhados e rúcula ao molho Pomodoro (R$36,50 pequeno). Um dos pratos de maior sucesso do restaurante, o Spaghetti com camarões grelhados e coração de alcachofra (R$48,50) entra no cardápio como sugestão da chef.

No cardápio do Bibi Sucos, algumas deliciosas opções de massas, como ao funghi (R$23,90) e ao molho de gorgonzola (R$ 22,90). O comensal pode optar entre penne ou tagliatelli.

O Cavist apresenta algumas opções perfeitas para celebrar o Dia do Macarrão, como o linguini com lagostim, tomate fresco e pimenta dedo de moça (R$79) e o tagliatelle aos quatro queijos em trouxinha de parma (R$ 56).

O CT Brasserie, bistrô francês dos chefs Claude e Thomas Troisgros, oferece algumas opções apetitosas para os amantes da culinária italiana. O carbonara ganhou uma versão mais abrasileirada servida com molho cremoso de queijos, palmito pupunha e carne seca crisp (R$50,00 – meia porção – e R$87,00 – porção inteira). Outros destaques do cardápio são o penne de paleta de cordeiro assado e farofa de panko (R$58 – meia porção e R$ 99 – porção inteira) e o ravioli de camembert com macadamia, rúcula e passas (R$50 – meia porção – e R$87 – porção inteira).

No Empório Jardim uma ótima opção para o almoço é o penne ao molho funghi com tiras de filé mignon (R$ 51,50)

Autêntica trattoria italiana, o Fratelli, localizado na Barra e no Leblon, oferece há quase 30 anos as melhores massas da cidade. No cardápio, destaque para as massas artesanais, secas ou frescas, com recheios e molhos feitos com o que há de melhor em qualidade de insumos, de presunto de Parma a frutos do mar frescos, dos tradicionais molhos pomodoro, carbonara e puttanesca aos de ragu de cordeiro e de manteiga com camarão e pistache. Uma das receitas mais pedidas é o carbonara, que no Fratelli segue a versão mais clássica da receita, com creme de leite, queijos e ovos, e acrescenta ao final uma fatia crocante de panceta (R$ 60). Outra ótima pedida é o Spaghetti Fratelli, feito com massa artesanal, camarões, pimentões vermelhos, verdes e amarelos, alho e um leve toque de molho de tomate (R$ 99,00). 

O cardápio do Gula Gula tem diversas opções clássicas e deliciosas com macarrão. Entre elas estão fetuccine com molho de tomate e manjericão (R$ 34), penne com gorgonzola e nozes (R$ 40), penne ao funghi (R$ 40) e o irresistível paillard  com fetuccine ao triplo burro (R$ 62).

A nova casa Marré de Si, no Catete, tem entre suas especialidades, as massas. São lasanhas, raviólis, talharini tradicionais, integrais e saborizadas e recheadas. A fábrica de sabores do Marré é voltada especialmente para a produção de alimentos, numa junção entre cuidados artesanais a equipamentos de alta tecnologia. Nela, massas e molhos, são preparados diariamente e podem ser consumidos na casa ou levados para casa. Entre as massas, Linguini, Parpadelle e Talharini, e pratos como o Ravióli de abobrinha e tomates secos e o Panzotti de quatro queijos. A lasanha, servida diariamente, é preparada com carne de vitela, linguiça toscana, bacon, vinho tinto, cenoura, aipo e tomate. A sugestão do dia do macarrão da chef Tereza Guerra é o raviolli recheado, que pode ser comprado fresco, para finalizar o preparo em, casa ou pronto para comer. 

Especialista no assunto o Massa, comandado pelo chef Pedro Siqueira, oferece várias opções deliciosas. Entre elas, está o “Ramén” (R$48) da casa, espécie de macarrão com feijão incrementado com caldo de porco, couve seca, ovo, cebolinha tostada, pasta de feijão preto e barriga de porco. Outra boa pedida é o pici de cenoura, com carne assada, folhas de agrião e crocante de queijo canastra (R$69).

O restaurante japonês Minimok possui em seu cardápio diversas opções de pratos com massas japonesas. Os tradicionais yakisobas, os espaguetes orientais com legumes salteados, podem vir com frango (R$43), filet mignon (R$48), frutos do mar (R$57), camarão (R$57) ou especial (R$57), que leva filet mignon, shitake, nirá e um toque de gengibre. O grande destaque da temporada é o Mok Udon (R$ 57). A massa japonesa (udon) é cozida em um denso caldo chamado dashi, que leva mais de 24 horas para ficar pronto, feito com ingredientes como missô, lagostim, saquê e shitake. Acrescenta-se ainda ao prato legumes, camarão, polvo, lagostim e kamaboko, uma iguaria japonesa feita com massa de peixe. Outro destaque do cardápio é a dupla de temakis de polvo (R$18).

Um dos destaques do cardápio do Sushi Izakaya Mok, o primeiro Izakaya da cidade, é  Hiyashi Somen (R$22). O macarrão japonês bem fininho é servido gelado no dashi, um caldo de peixe japonês que leva shoyo e saquê.

O chinês Mr. Lam tem diversas opções de deliciosas massas orientais artesanais para satisfazer os amantes de um bom macarrão. O destaque fica com o Noodles Crocante, massa artesanal crocante servida com frango e legumes (R$ 71,00), Peking Noodles, massa artesanal com carne broto de feijão e shitake (R$71,00) e o Noodles frutos do mar, massa de arroz crocante com camarão, peixe, lula e legumes (R$ 128,00).

Autentico restaurante italiano, o Pici Trattoria é o lugar ideal para os fãs de massas. Entre as pedidas, a casa oferece seu já consagrado spaghetti a carbonara com gema de ovo, panceta e queijo pecorino (R$52).

Como uma boa casa italiana, a Prima Bruschetteria tem pratos incríveis com macarrão. As sugestões são o tagliatelle com queijo de cabra, tomate e manjericão (R$ 48), o tagliatelle com ragu alla bolognese (R$ 46) e o carbonara (R$ 49), preparado com é feito com espaguete fresco, queijo pecorino, guanciale (um tipo de bacon não defumado italiano), gema de ovo e pimenta do reino, servido exclusivamente às quartas-feiras.

No Quadrucci, o chef Ronaldo Canha prepara talharim de lula e cenoura ao tomilho, com broto de coentro e camarões. A pedida é incrementada ainda com cogumelos paris e alho poró (R$69). Outra opção é o taglioline ao molho de mascarpone e limão siciliano com camarões grelhados (R$65).

A rede de cozinha mediterrânea com acento italiano Ráscal trabalha com receitas que se alternam diariamente no sistema rotativo de cardápio, são diversas opções no menu a preço fixo (R$ 75,00). Na ilha de massas, o Fettuccine Alfredo é uma das estrelas, presente praticamente todos os dias nos três restaurantes cariocas da rede. Outro clássico é Ravióli Ráscal, um ravioli verde, recheado com muçarela de búfala e molho de tomate concassé. O molho é feito de pedaços de tomate fresco, com manjericão, levemente adocicado! 

Para entrar no clima do Dia do Macarrão, a sanduicheria Seu Vidal criou dois pratos especiais para a data. O linguine integral da família Gagliasso, com molho Seu Vidal feito a base de tomate e sofrito, acompanhado de camarões sauté; e o linguine verde com molho catupiry e crocante de carne seca. (R$25 cada). Os amantes de vinho poderão degustar uma taça e um dos pratos por R$35. 

Conhecida por oferecer selecionados cortes de carne, o Rubaiyat Rio também sugere receitas com massas, como o nhoque de batata baroa(R$ 86) com vieiras, sálvia, o perfume do prato fica por conta do limão siciliano e o espaguete à mediterrânea com tomates frescos, azeitonas pretas, lâminas de abobrinha, queijo feta e manjericão (R$73,00).

Opção oriental para a data, o Sawasdee Bistrô prepara o Royal Pad Thai (R$ 75), um talharim de arroz com moyashi, nirá, camarões, ovos, temperados com  nampla, salpicado de amendoim torrado e coentro.

Soy –O recém-inaugurado Soy, restaurante japonês localizado no coração de Copacabana, promete um cardápio verdadeiramente japonês e ao mesmo tempo gourmet. Com inúmeras receitas de yakissobas, tradicional macarrão da culinária japonesa, como frutos do mar (R$49 – inteira; R$36 – meia), salmão e legumes(R$43 – inteira; R$32 meia) e de carne (R$39 – inteira/ R$29 – meia).

Para comemora o dia do macarrão, o chef Everton Valladão, do recém-inaugurado Matera, bistrô mediterrâneo localizado no Venit + Mio Barra Hotéis, apresenta o Linguini com camarões ao alho. Um prato leve, bonito e saboroso, onde a combinação de ervas e azeites dá o toque especial ao prato.

Verde Vício – Ao contrario do que muitos pensam, é possível fazer uma refeição com alimentos funcionais, rica em fibras, ferro e vitaminas no Centro da cidade do Rio de Janeiro. O Verde Vício, localizado na rua Buenos Aires, é veterano no ramo de comida saudável gourmet. Entre as opções, penne com camarão e pesto de coentro. (R$22,20)

Serviço:

Bar e restaurante Urca – Rua Candido Gaffrée, 205, Urca. Tel.: 2295-8744 (70 lugares). Horário restaurante: de segunda a sábado, das 11h30 às 23h; domingo, das 11h30 às 21h. Horário bar: de segunda a sexta, das 7h às 23h; sábado, das 9h30 às 23h, e domingo, das 9h30 às 21h. C.c: todos. C.d: todos. www.barurca.com.br;

Bistrô Santa Satisfação Leblon –  Av. Ataulfo de Paiva, 1335. Tel.: 2529 2063. De 11h a 0h (seg. a qui.), 11h a 1h (sex e sab), 10h as 23h (dom.). (30 lugares). C.c.:todos. Cr.: Visa Vale, TR e Sodex. 

Bistrô Santa Satisfação Copacabana – Rua Santa Clara, 36 (Tel: 2255 9349).. De 2ª a Sábado, das 08h30 às 23h. (40 lugares) C.c.:todos. Cr.: Visa Vale, TR e Sodex. 

Bibi Sucos Copacabana 2 – Rua Santa Clara, 36, Lj A. Tel.: 2255-5000. Capacidade: 90 lugares. Diariamente das 8h à 1h, sextas e sábados até às 2h. Cc: todos; Cd: todos; Cr: todos; Tíquetes: todos. www.bibisucos.com.br

Cavist Ipanema: Rua Barão da Torre, 358 Tel.: (21) 2123-7900 (110 lugares). Reservas em dois horários: 20h e 22h. Restaurante: segunda a sábado das 12h à 0h. Loja: segunda a sábado das 9h30 à 0h. CC todos. Manobrista. www.cavist.com.br 

CT Brasserie (São Conrado) –  Shopping Fashion Mall – Estr. da Gávea, 899 – 3º andar. Tel 3322 1440. De segunda a domingo, das 12h às 23h. www.ctbrasserie.com.br

CT Brasserie (Barra) – Shopping Village Mall – Av. das Americas, 3900 – 3º andar – lj 303. Tel 3252 2777. De segunda a domingo, das 12h às 23h. Cartão de crédito: Todos. www.ctbrasserie.com.br

Empório Jardim – Rua Visconde da Graça, 51 – Jardim Botânico. Tel.: 2535-9862. Horário de funcionamento: De domingo a quinta, de 8h às 22h. Sextas e sábados, de 8h às 23h. Aceita todos os cartões. http://www.emporiojardimrio.com.br/

Empório Jardim Instituto Moreira Salles – R. Marquês de São Vicente, 476 – Gávea. Tel.: 32847424. Capacidade: 57 lugares. Horário de funcionamento: De terça a dom, de 11h às 20h. Aceita todos os cartões. http://www.emporiojardimrio.com.br/

Fratelli Leblon – Av. General San Martin, 983 – Leblon. Tel: (21) 2259-6699. Capacidade: 107 lugares. Segunda a sexta de 12h à 1h; Sáb. dom. e feriados de 12h à 1h. Cartões de crédito: Todos. Cartões de débito – Todos. www.restaurantefratelli.com.br

Fratelli Barra – Av. Lucio Costa, 2916 – Barra da Tijuca. Telefone (21) 2494 – 6644. Capacidade: 180 lugares. Todos os dias de 12h à 1h. Cartões de crédito: Todos. Cartões de débito – Todos. www.restaurantefratelli.com.br

Gula Gula Ipanema: Rua Barão da Torre, 446. Ipanema. Telefone: 3322-2150. Número de lugares: 105 lugares. Horário: Domingo a Quinta-feira, das 12h à meia noite. Sexta e sábado, das 12h à 1h. Aceita todos os cartões. www.gulagula.com.br

Massa – Rua Dias Ferreira, 617 Lojas A e B – Leblon. Telefone: 3985-8191. Capacidade: 52 lugares. Horário de funcionamento: Segunda a domingo, das 12h às 17h; e das 19h a 01h. Cc: Master, Visa, Elo, Dinners e Amex. Cd: Redeshop, Visa Electron e Elo. Tickets (almoço): Sodexo e Elo.

Marré de Si – Rua Pedro Américo 270 e 276, Catete. De terça à sexta-feira, das 9h às 20h, e sábados e domingos, das 9h às 17h. Tel.: 3177-0700. www.marredesi.com.br / Redes sociais: @marredesi

Minimok Leblon: Rua Dias Ferreira, 116 – Lj D – Leblon. Tel.: 2511 1476 (20 lugares). Segunda a quinta e domingo de 12h à 0h. Sexta e Sábado de 12h à 1h. CC todos. www.minimok.com.br ; www.instagram.com/minimok_sushibar/

Mr. Lam – Rua Maria Angélica, 21 – Lagoa. Tel.: 2286-6661. Número de lugares: 180. Horário de funcionamento: De segunda a quinta-feira, das 19h às 00h30. Sextas e sábados das 19h às 01h. Domingos de 13h às 23h. Aceita todos os cartões. Manobrista terceirizado.www.mrlam.com.br

Pici Trattoria – Rua Barão da Torre 348, Ipanema. Telefone.: 2247-6711 / 2247-6712. Capacidade: 48 lugares. De terça-feira a quinta-feira, das 12h às 15h/ 19h às 00h. Sexta-feira de 12h às 15h/ 19h às 01h. Sábado 12h às 16h/ 19 às 01h. Domingo de 12h às 17h. Cc: Todos. Cd: Todos. CR: Sodexo e Visa Vale.

https://www.facebook.com/picitrattoria/?fref=ts ; https://www.instagram.com/picitrattoria/

Prima Bruschetteria – Rua Rainha Guilhermina 95, loja C, Leblon. Tel.: 3592-0881. Capacidade: 60 lugares. De domingo a quarta-feira, das 12h à 0h; quinta a sábado, das 12h à 1h. Cc: V e M; Cd: Visa Eletron e Rede Shop; CR: Visa Vale e TR (dias úteis, das 12h às 16h).www.primab.com.br

Rubaiyat Rio – Rua Jardim Botânico, 971 – Jockey Club Brasileiro. Tel.: 3204-9999. Capacidade: 350 lugares. De segunda a sábado, das 12:00 à 00:00
Domingos somente almoço até 18:00. Cc: Visa, Mastercard e American Express. Cd: todos. Não aceita cheque. www.rubaiyat.com.br

Ráscal Shopping Leblon – Av. Afrânio de Melo Franco, 290 – Leblon. Tel.: 2259-6437 (208 lugares). Seg, de 12h às 15h; de ter a sex, das 12h às 15h30; sáb, das 12h às 24h; dom e fer, das 12h às 22h30; de dom a quin, das 19h às 22h30; sex e véspera de feriados, das 19h às 23h30; sáb, das 12h às 24h. Cc: Amex, Visa, Master e Diners. Cd: Visa Electron e Rede Shop. Cr: Visa Vale, VR, Sodexo e TR. www.rascal.com.br

Seu Vidal – Rua Ronald Carvalho, n°275/loja A, Copacabana. De terça à domingo, de 12h às 22h. Tel: (21) 3439 – 7719. Capacidade: 30 lugares. CC: Visa, Master e American Express. Cd: Visa e Master. www.seuvidalsanduicheria.com.br

Sushi Izakaya Mok: Rua Vinícius de Moraes, 121 – Lj C – Ipanema. Tel.: 2523 7026 (40 lugares). Horário de funcionamento: Segunda a quinta de 12h à 0h. Sexta e sábado de 12h à 1h. Domingo 13h às 23h. CC todos. www.minimok.com.br www.instagram.com/minimok_sushibar/

Sawasdee Bistrô Leblon: Rua Dias Ferreira, 571 – A. Tel: (21) 2511-0057 (60 lugares). Segunda das 19h às 24h. Terça a quinta, das 12h às 24h. Sexta e sábado, das 12h à 01h. Domingo de 12h às 23h. Feriados, de 12h às 24h. C.c: todos. Manobrista:Terceirizado.www.sawasdee.com.br; www.instagram.com/sawasdeebistro

Soy – Rua Santa Clara 33, lojas B e C – Copacabana. Tel.: (21) 2235-4000. Capacidade: 44 lugares. De segunda a quinta-feira, das 11h30 a 00h. Sextas das 11h30 à 01h. Sábados das 12h00 à 01h. Domingos de 12h00 às 23h. Feriados de 12h a 00h. Cc: todos. Cd: todos. Cr: todos. www.soyjapafood.com.br

Matera – Venit + Mio Barra Hotel: Av. Embaixador Abelardo Bueno, n° 2710, Barra da Tijuca. Rio de Janeiro. Capacidade: 24 lugares. De domingo a segunda, aberto para café da manhã: 6h às 10h e jantar: 19h às 22h. Cc: Visa, Matercard, elo, Discovery, Amex. Cd: Visa, Mastercard. Cartões de refeição/tíquetes: Não.

Tel: (21) 3993-9000.

www.venithoteis.com.br

Verde Vício – Rua Buenos Aires, 22 – Centro. Tel.: 2233-9602. Número de lugares: 170. Horário de funcionamento: De segunda a sexta-feira de 11h às 15h30. Cartões de crédito: todos. Cartões de débito: todos. Tickets/Vale Refeição. www.verdevicio.com.br

 

1 comentário
  1. Ines Di Lelio Diz

    HISTORY OF ALFREDO DI LELIO CREATOR IN 1908 OF “FETTUCCINE ALL’ALFREDO” (“FETTUCCINE ALFREDO”), NOW SERVED BY HIS NEPHEW INES DI LELIO, AT THE RESTAURANT “IL VERO ALFREDO” – “ALFREDO DI ROMA” IN ROME, PIAZZA AUGUSTO IMPERATORE 30

    With reference to your article I have the pleasure to tell you the history of my grandfather Alfredo Di Lelio, who is the creator of “Fettuccine all’Alfredo” (“Fettuccine Alfredo”) in 1908 in the “trattoria” run by his mother Angelina in Rome, Piazza Rosa (Piazza disappeared in 1910 following the construction of the Galleria Colonna / Sordi). This “trattoria” of Piazza Rosa has become the “birthplace of fettuccine all’Alfredo”.
    More specifically, as is well known to many people who love the “fettuccine all’Alfredo”, this famous dish in the world was invented by Alfredo Di Lelio concerned about the lack of appetite of his wife Ines, who was pregnant with my father Armando (born February 26, 1908).
    Alfredo di Lelio opened his restaurant “Alfredo” in 1914 in Rome and in 1943, during the war, he sold the restaurant to others outside his family.
    In 1950 Alfredo Di Lelio decided to reopen with his son Armando his restaurant in Piazza Augusto Imperatore n.30 “Il Vero Alfredo” (“Alfredo di Roma”), whose fame in the world has been strengthened by his nephew Alfredo and that now managed by me, with the famous “gold cutlery” (fork and spoon gold) donated in 1927 by two well-known American actors Mary Pickford and Douglas Fairbanks (in gratitude for the hospitality).
    See also the website of “Il Vero Alfredo” .
    I must clarify that other restaurants “Alfredo” in Rome do not belong and are out of my brand “Il Vero Alfredo – Alfredo di Roma”.
    I inform you that the restaurant “Il Vero Alfredo –Alfredo di Roma” is in the registry of “Historic Shops of Excellence” of the City of Rome Capitale.
    Best regards Ines Di Lelio

    IN ITALIANO

    STORIA DI ALFREDO DI LELIO, CREATORE DELLE “FETTUCCINE ALL’ALFREDO” (“FETTUCCINE ALFREDO”), E DELLA SUA TRADIZIONE FAMILIARE PRESSO IL RISTORANTE “IL VERO ALFREDO” (“ALFREDO DI ROMA”) IN PIAZZA AUGUSTO IMPERATORE A ROMA

    Con riferimento al Vostro articolo ho il piacere di raccontarVi la storia di mio nonno Alfredo Di Lelio, inventore delle note “fettuccine all’Alfredo” (“Fettuccine Alfredo”).
    Alfredo Di Lelio, nato nel settembre del 1883 a Roma in Vicolo di Santa Maria in Trastevere, cominciò a lavorare fin da ragazzo nella piccola trattoria aperta da sua madre Angelina in Piazza Rosa, un piccolo slargo (scomparso intorno al 1910) che esisteva prima della costruzione della Galleria Colonna (ora Galleria Sordi).
    Il 1908 fu un anno indimenticabile per Alfredo Di Lelio: nacque, infatti, suo figlio Armando e videro contemporaneamente la luce in tale trattoria di Piazza Rosa le sue “fettuccine”, divenute poi famose in tutto il mondo. Questa trattoria è “the birthplace of fettuccine all’Alfredo”.
    Alfredo Di Lelio inventò le sue “fettuccine” per dare un ricostituente naturale, a base di burro e parmigiano, a sua moglie (e mia nonna) Ines, prostrata in seguito al parto del suo primogenito (mio padre Armando). Il piatto delle “fettuccine” fu un successo familiare prima ancora di diventare il piatto che rese noto e popolare Alfredo Di Lelio, personaggio con “i baffi all’Umberto” ed i calli alle mani a forza di mischiare le sue “fettuccine” davanti ai clienti sempre più numerosi.
    Nel 1914, a seguito della chiusura di detta trattoria per la scomparsa di Piazza Rosa dovuta alla costruzione della Galleria Colonna, Alfredo Di Lelio decise di trasferirsi in un locale in una via del centro di Roma, ove aprì il suo primo ristorante che gestì fino al 1943, per poi cedere l’attività a terzi estranei alla sua famiglia.
    Ma l’assenza dalla scena gastronomica di Alfredo Di Lelio fu del tutto transitoria. Infatti nel 1950 riprese il controllo della sua tradizione familiare ed aprì, insieme al figlio Armando, il ristorante “Il Vero Alfredo” (noto all’estero anche come “Alfredo di Roma”) in Piazza Augusto Imperatore n.30 (cfr. il sito web di Il Vero Alfredo).
    Con l’avvio del nuovo ristorante Alfredo Di Lelio ottenne un forte successo di pubblico e di clienti negli anni della “dolce vita”. Successo, che, tuttora, richiama nel ristorante un flusso continuo di turisti da ogni parte del mondo per assaggiare le famose “fettuccine all’Alfredo” al doppio burro da me servite, con l’impegno di continuare nel tempo la tradizione familiare dei miei cari maestri, nonno Alfredo, mio padre Armando e mio fratello Alfredo. In particolare le fettuccine sono servite ai clienti con 2 “posate d’oro”: una forchetta ed un cucchiaio d’oro regalati nel 1927 ad Alfredo dai due noti attori americani M. Pickford e D. Fairbanks (in segno di gratitudine per l’ospitalità).
    Un aneddoto della vita di mio nonno. Alfredo fu un grande amico di Ettore Petrolini, che conobbe nei primi anni del 1900 in un incontro tra ragazzi del quartiere Trastevere (tra cui mio nonno) e ragazzi del Quartiere Monti (tra cui Petrolini). Fu proprio Petrolini che un giorno, già attore famoso, andando a trovare l’amico Alfredo, gli disse che lui era un “attore” della cucina romana nel mondo e gli consigliò di attaccare alle pareti del ristorante le sue foto con i noti personaggi soprattutto dello spettacolo, del cinema e della cultura in genere che erano ospiti di “Alfredo”. Anche ciò fa parte del cuore della bella tradizione di famiglia che continuo a rendere sempre viva con affetto ed entusiasmo.
    Desidero precisare che altri ristoranti “Alfredo” a Roma non appartengono e sono fuori dal mio brand di famiglia.
    Vi informo che il Ristorante “Il Vero Alfredo” è presente nell’Albo dei “Negozi Storici di Eccellenza – sezione Attività Storiche di Eccellenza” del Comune di Roma Capitale.
    Grata per la Vostra attenzione ed ospitalità nel Vostro interessante blog, cordiali saluti
    Ines Di Lelio

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.