22.3 C
New York
julho 23, 2019
Image default
Exposição

RePangeia: nova exposição no Museu do Amanhã une realidade virtual com elementos do tecnoxamanismo

Estamos em um momento decisivo na história da Humanidade, que reforça a necessidade de nos perguntarmos, a todo instante: como queremos conviver entre nós, e como queremos conviver com o planeta? As tecnologias que desenvolvemos e aperfeiçoamos estão mais poderosas, alteram nossos corpos, nossa trajetória e impactam o mundo. Mas no que estamos nos transformando? 

Ao produzir e consumir com a urgência exigida pela modernidade, esquecemos de refletir sobre como temos manipulado o ambiente, às vezes irreparavelmente, ao extrair recursos que suprem necessidades de um planeta cada vez mais urbanizado. Essa produção frenética e isenta de responsabilidade cria uma dicotomia: temos acesso à eficiência, conforto e agilidade, ao passo que contribuímos com alterações climáticas agressivas, e elevação de taxas de poluição do solo, das águas e do ar – impactos difíceis de ignorar e que trazem à luz a reflexão de que não podemos dissociar a Humanidade da Natureza. 

O Laboratório de Atividades do Amanhã – LAA, em parceria com a Intel, apresenta RePangeia, uma experiência sensorial em Realidade Virtual que nos instiga a repensar nossa relação com a Terra e entre nós. A experiência foi inspirada no Tecnoxamanismo, que surge em meio ao movimento software livre com o propósito de compartilhar perspectivas e visões de comunidades tradicionais – indígenas, quilombolas, ribeirinhos – e movimentos sociais. Desta forma, cria-se um encontro entre ancestralidade e a técnica, entre saberes tradicionais e a tecnologia. 

Na experiência de Realidade Virtual, três pessoas “se encontram” em outro espaço-tempo e são chamadas a ajudar um meio ambiente descontrolado devido à dissociação entre a Humanidade e a Natureza. O título inspira-se na Pangeia, o supercontinente que existiu há milhões de anos. Seu nome, derivado do grego, significa “toda a Terra”, conceito que remete à primeira vez em que “nossa casa” foi vista em sua totalidade do Espaço. Tal fato mudou nossa percepção sobre o planeta: era a primeira vez que percebíamos nossa fragilidade e finitude em meio à vastidão do Universo. Neste ritual futurístico coletivo virtual, os participantes descobrem a necessidade de haver um entendimento comum de que somos interdependentes e conectados e, somente desta forma, podemos salvar o mundo e a nós mesmos. 

O Laboratório de Atividades do Amanhã é patrocinado pelo Santander. A exposição RePangeia é fruto de uma parceria com a Intel.  

Serviço
RePangeia – Uma experiência tecnoxamânica em realidade virtual
A partir de 30 de abril
Laboratório de Atividades do Amanhã 

Posts relacionados

Galeria Desvio apresenta exposição internacional e o lançamento da primeira livraria de editoras independentes  de artes do Rio

Redação

Exposição Michelin Ouro Verde Bania na 4ª edição do Wired Festival Brasil

Redação

Nova instalação do artista plástico e arte-educador Hélio Rodrigues estreia na Casa França Brasil

Redação

Exposição “O Rio do samba: resistência e reinvenção” chega ao fim após receber mais de 200 mil visitantes

Redação

A fio, à cor: coletiva reúne multiplicidade de cores e formas na Galeria Aymoré

Redação

Exposição de figurinos de Freddie Mercury no RIOSUL Shopping Center

Redação

Deixe um comentário