“Quero ser Regina” estreia em 3 de agosto no Glauce Rocha

  • Peça teatral questiona a subjetividade do sucesso e expõe dificuldades enfrentadas pelos atores em busca reconhecimento profissional
  • Monólogo estrelado por Paula Goja tem como referência e fio condutor a atriz Regina Duarte e seus papéis marcantes na televisão brasileira

Uma atriz que sonha em fazer novelas. Sem perspectiva, começa a questionar suas convicções e pensa em desistir de tudo. Esse é o ponto de partida de “Quero ser Regina”, montagem independente idealizada pela atriz e produtora Paula Goja, que estreia em 3 de agostono Teatro Glauce Rocha para uma temporada de cinco semanas. As apresentações acontecem as quartas e quintas-feiras, às 19h, até o dia 31, com ingressos a partir R$ 15. A direção é de Cristiana Pompeo.

No palco, Paula Goja dá vida à Paola, uma atriz atormentada por uma crise profissional e pessoal que a leva a frequentar o consultório de um analista. Prestes a desistir da carreira, ela questiona, em meio a diversas situações tragicômicas e delírios existenciais, se vale a pena persistir diante de todas as dificuldades que enfrenta em busca de trabalho e de reconhecimento. O monólogo tem como referência e fio condutor a atriz Regina Duarte e seus inúmeros papéis marcantes na televisão brasileira.

Qualquer semelhança não é mera ficção. Paula Goja escreveu “Quero Ser Regina” trazendo muitos dos desafios enfrentados pelos atores no mercado, começando por questionar o conceito de sucesso.

“A televisão é considerada uma espécie de vitrine. Mas é um meio muito competitivo e conquistar espaço nele não é nada fácil, nem mesmo para aqueles que acumulam anos de experiência nos palcos. O que é ter sucesso? Uma atriz só pode ter sucesso quando está na TV?, questiona a atriz. “A peça traz muitas das minhas experiências. É uma comédia muito sensível, pois fala do ofício de ser atriz. Retrata as angústias de quem não consegue exercer a própria profissão e a ansiedade da espera por uma oportunidade”, completa a atriz, que é fã de carteirinha de Regina Duarte e também quis prestar uma homenagem à eterna namoradinha do Brasil e grande ídolo da telenovela nacional.

FICHA TÉCNICA

“QUERO SER REGINA”

Atuação: Paula Goja. Direção: Cristiana Pompeo. Cenário e Figurino: Danilo Gomes. Operador de Som: Rodolpho Nascimento. Desenho e operador de Luz: Gustavo Rizzotti. Montador de Luz:Rodrigo Lopes. Fotos divulgação: Luis Carlos Teixeira. Programação Visual: Welder Rodrigues. Assessoria de Imprensa: Catharina Rocha – Máquina de Escrever Comunicação. Direção de Produção:Luz Melo. Assistente de produção: Caroline Azevedo. Voz em Off: Ricardo Juarez. Texto: Paula Goja. Realização: Persona Produções Artísticas e Culturais

QUERO SER REGINA
Teatro Glauce Rocha – AV. Rio Branco 179, Centro. Tel.: 2220 0259
Temporada: de 3 a 31 de agosto – quartas e quintas, às 19h
Ingressos: R$ 30 e R$ 15 (meia e lista amiga)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.