32.6 C
Rio de Janeiro
novembro 15, 2018
Música

Projeto Som + EU encerra atividades do semestre em concerto emocionante

foto: Rafael Ribeiro
foto: Rafael Ribeiro

Na última segunda-feira, dia 09, crianças e adolescentes do Projeto Som + Eu celebraram mais uma fase de aprendizado. Os grupos musicais e Orquestra Sinfônica se apresentaram no palco do Centro Cultural Light para um público de mais de 200 pessoas, entre pais, mães, amigos e convidados. O Concerto de Encerramento do Semestre contou com apresentação dos alunos das unidades de Duque de Caxias e do Morro da Providência. No repertório, composições da música clássica como Beethoven e da música popular brasileira como Tom Jobim e Luiz Gonzaga.

Na abertura do evento a presidente da instituição, Valeria Seabra, destacou a importância do projeto:

“O projeto Som + Eu era um sonho e se tornou realidade na vida de muitas crianças e jovens. Nosso trabalho busca descobrir os potenciais artísticos de crianças e jovens e estabelecer uma relação social, cultural e profissional unindo a valores importantes e transformadores presentes na arte.” – celebrou Valeria.

Um dos pontos altos do evento foi o anúncio de expansão do projeto, de acordo com a presidente da instituição, o projeto Som + Eu vai ganhar em breve, uma nova unidade no município de Niterói.

Na abertura do evento, apresentação do Coro Laboratório Orsina da Fonseca, grupo do Programa Orquestra nas Escolas, desenvolvido nas escolas municipais do Rio em parceria com o Projeto Som + Eu. O grupo celebrou a cultura brasileira e animou a plateia.

Outros seis grupos formados no projeto Som + Eu se apresentaram, entre eles a Orquestra Tubônica, formada por instrumentos feitos de plásticos. A iniciativa realizada graças ao incentivo da Braskem, uma das empresas patrocinadoras do projeto, tem como principal objetivo orientar as crianças e  jovens quanto ao uso consciente do plástico e a importância da reciclagem. Na Orquestra Tubônica tubos de PVC e garrafas viram instrumentos de sopro e de percussão.

Abrilhantando ainda mais o evento, entre uma apresentação e outra, crianças e jovens compartilharam suas experiências, manifestaram sua alegria e gratidão por participar do projeto:

“Não tenho palavras para dizer o que é o Som + eu na minha vida. Com a chegada do projeto na região de Duque de Caxias, abrimos os olhos para outras possibilidades e isso tem sido muito importante. Hoje sou monitor, ajudo no ensino das crianças que estão iniciando e quero inspirar muita gente, assim como meus professores me inspiram todos os dias neste projeto.” – declara Erik Costa.

O Projeto Som + Eu é uma iniciativa social de educação musical voltada para crianças, adolescentes e jovens, de 6 a 19 anos, do Rio de Janeiro. Possui unidades no Morro da Providência, em Campos Elíseos (Duque de Caxias) e no bairro de Santa Cruz, Zona Oeste do Rio.

Participaram do Concerto as turmas de Cordas da Providência; o Grupo de Violinos e de Sopros e a Orquestra Tubônica, de Duque de Caxias; e a Orquestra Sinfônica Som+Eu.

Criado em 2011, o projeto foi idealizado pela Associação Cultural Amigos da Providência (Organização sem Fins Lucrativos) com a missão de promover a melhoria da qualidade de vida de crianças, adolescentes e suas famílias. Desde então já beneficiou mais de 3.000 alunos com aulas gratuitas de música e formação de grupos e orquestras.

O Projeto Som+Eu conta com o patrocínio da Prudential, Fábrica Carioca de Catalisadores, MedLevensohn, Light, Braskem e apoio cultural do Espetto Carioca.

Posts relacionados

No quarto show da série “Rio MuSo – Rio, Música e Só”, Laura Lagub recebe o Sexteto Sucupira no Teatro Ipanema

Redação

Zeca Baleiro chega ao Rio de Janeiro com show que comemora seus 21 anos de carreira

Redação

Casa do Choro recebe apresentação do grupo paranaense Rosa Armorial

Redação

Deixe um comentário