Projeto reúne obra completa de Claudio Santoro para piano solo em apresentação única no Rio

O concerto de lançamento do álbum em homenagem ao maestro e compositor brasileiro acontece no dia 28 de junho, no Conservatório Brasileiro de Música. A entrada é franca

Realizado e idealizado pelo pianista e compositor brasiliense Pablo Marquine, o álbum “Claudio Santoro: Obra Completa para Piano Solo – Volume I – Prelúdios” reúne, em um registro inédito, o primeiro volume da obra completa para piano solo de Claudio Santoro, um dos maestros e compositores mais importantes da história do Brasil. São 42 prelúdios, entre os quais três versões extras e quatro prelúdios inéditos, identificados há cerca de cinco anos por Alessandro Santoro e Raffaello Santoro, filhos de Cláudio Santoro.

O concerto de lançamento terá apresentação única no Rio de Janeiro, no dia 28 de junho (quarta-feira), às 17h, no Teatro Lorenzo Fernandez – Conservatório Brasileiro de Música (Av. Graça Aranha 57 – Centro). Antes, às 10h, será realizado um recital e palestra sobre a obra do homenageado. A entrada é franca e tem classificação livre. As apresentações também acontecem em Brasília (07 e 19/06) e São Paulo (22/06).

Natural de Brasília e formado pela Escola de Música de Brasília (CEP-EMB) e Universidade de Brasília (UnB), Pablo Marquine começou a ter contato com a obra de Claudio Santoro muito jovem, aos 12 anos, quando participou de um recital em homenagem aos 10 anos de falecimento do maestro. “Até aquele momento não conhecia o compositor nem sua música. Confesso que ele me chamou a atenção de forma peculiar, o que outros compositores, com exceção de Beethoven, não conseguiam. São obras que sempre me emocionaram muito”.

O interesse pela obra se intensificou na Universidade de Brasília, onde Pablo participou do projeto de digitalização do acervo de cartas do compositor e maestro amazonense radicado em Brasília. “Foi quando conheci quem era o músico, idealista, compositor e maestro que borbulhava música. Adquiri um grande conhecimento histórico do artista”.

Pablo continuou estudando a vida e obra de Claudio Santoro a fundo. Durante o mestrado em Musicologia na Universidade de Brasília, que teve como objeto as diferentes fases de composição do músico, Marquine percebeu que faltava um registro para piano solo da obra do maestro, percepção esta que o inspirou a levar o registro fonográfico da obra completa, a reflexão das edições críticas, e a investigação musicológica em andamento no Doutorado.“Existem muitas sonatas e prelúdios de Claudio Santoro gravados, mas esse é o primeiro álbum que reúne a obra completa dele para piano.”

A obra de Claudio Santoro é objeto de muitos estudos, mas, segundo Pablo, ainda há poucos trabalhos com profundidade sobre o compositor, considerado um gênio da música e respeitado mundialmente. “Minha contribuição vai além da gravação da obra e abrange, também, uma reflexão crítica. Como investigador, ao mergulhar nas partituras e obra do autor, tento absorver ao máximo sua essência”.

Claudio Santoro – O compositor e maestro brasileiro Claudio Santoro (1919 – 1989), foi um dos mais produtivos e versáteis músicos de nosso tempo. Fundou inúmeras orquestras, entre elas a Orquestra da Universidade de Brasília e a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro, que recebeu seu nome em homenagem póstuma, além de ter colaborado com inúmeras entidades em prol da música no Brasil e no mundo.

Pablo Marquine – Começou a estudar piano aos cinco anos, aos 12 teve o primeiro contato com a obra de Claudio Santoro e, desde então, nunca parou de estudar o compositor. Foi o único a gravar ao vivo e com registro a Sonata 1942. Atualmente, faz doutorado nos Estados Unidos, onde pesquisa a visão histórica da obra de Claudio Santoro e a tem apresentado no Brasil e pelo mundo, com passagens por países como Hungria, Suiça, Áustria, Slovakia e República Tcheca, Portugal e Estados Unidos.

SERVIÇO

Concerto de lançamento do álbum “Claudio Santoro: Obra Completa para Piano Solo – Volume I – Prelúdios”
Data: 28 de junho de 2017 (quarta-feira)
Local: Teatro Lorenzo Fernandez – Conservatório Brasileiro de Música (Av. Graça Aranha, 57 – Centro).
Horários: 10h – recital e palestra; 17h – concerto
Entrada franca (Sujeito a lotação)
Classificação livre
Informações: (21) 3478-7607
Evento no Facebook