Projeto Espaço Sideral ocupa o CCBB até outubro

O projeto vem falar da era pós-digital e como a tecnologia influi e ajuda os artistas (principalmente músicos e o pessoal do audiovisual) a realizarem seus trabalhos. E o legal é que o projeto agregou vários outros que tinham como premissa a ocupação de espaços públicos. O “do it yourself” ainda vive em um mundo paralelo, nas ruas, nas ocupações destes grupos em varias zonas do Rio de Janeiro, da zona oeste à zona sul. E desta vez ganham a chancela de um dos mais importantes museus do Rio de Janeiro e do Brasil, o CCBB. O ​”​fa​ç​a você mesmo​”​ continua na produção deste projeto, são 6 curadores fazendo a coisa acontecer. E quem responde diretamente é a coordenadora Gisele Andrade, que também vem de vários movimentos alternativos.
 
A ideia é unir arte, cultura independente e tecnologias. Além de masterclasses, debates e oficinas, todo mês teremos também  apresentações de pockets shows com artistas que se utilizam da tecnologia em seus trabalhos. Alguns nomes: Juçara Marçal (Metá Metá), Digital Dubs, André Anastacio, Vitor Brauer, MC Marechal, Jez Soares, Camila Pimenta, Negro Léo, André Anastacio, MV Bill, Jonathan Tadeu, Cadu Tenório, , Vitor Isensee (atual Braza, ex-Forfun) e Carlos Olive​. ​​

No primeiro encontro (dias 13 e 14 de julho​):
13/07 (quinta-feira)
13h-14:30h: OFICINA 1 – Instalações Interativas – com  Igor Abreu
16h-17:30h: OFICINA 2 – Eletrônica Artística Sonora –  com André Anastácio
18:30h-20:30h: Debate Cinema e Mídias Livres – Christian Caselli (Mostra do Filme Livre), Heraldo HB (Cineclube Mate com Angu) e José Alsanne (Canal Plá) falam sobre tecnologias digitais na produção e na democratização do acesso ao audiovisual independente.
 
14/07 (sexta-feira)  
17:30h – Masterclass: Música e tecnologia
Masterclass Digital Dubs e MV Bill sobre a tecnologia na música mundial e a influência da Cultura Sound System na história com Digital Dubs.
19:30: Pocket Show: Digitaldubs