Programação de shows no Teatro Rival Petrobras

01 e 02/11 (terça e quarta-feira) Clarice Falcão: A cantora, compositora, escritora, atriz e roteirista Clarice Falcão apresenta o show de seu segundo disco, “Problema Meu” (2016). No repertório, músicas como “Banho de Piscina”, assinada por João Falcão, pai de Clarice; “A Volta do Mecenas” e uma versão balada do hit electropop “L’Amour Toujours (I’ll Fly With You)” (2000), sucesso do DJ italiano Gigi d’Agostino, além de músicas de seu primeiro álbum, “Monomania” (2013). A banda é formada por baixo, bateria, guitarra e teclados /programação. A direção artística da turnê, supervisionada pelo jornalista e produtor musical Marcus Preto – que já dirigiu os mais recentes trabalhos de nomes como Gal Costa e Tom Zé – é realizada por um coletivo de mulheres formado pela designer Julia Liberati, pela figurinista Elisa Faulhaber, pela empresária Michelly Mury e pela própria Clarice Falcão. Abertura: Buraco da Lacraia/Cabaré On Ice. Horário: 21h (dia 01) e 20h (dia 02) / Preço 3o. lote: R$ 50 (meia-entrada) e R$ 100 (inteira).

03/11 (quinta-feira) Wander Wildner: Verbete obrigatório da enciclopédia virtual do rock desde que era cantor dos Replicantes nos anos 80, Wander Wildner estreiou sua carreira solo em 1996 com o célebre album “Baladas Sangrentas” produzido pelo lendário Tom Capone. Wander Wildner lançou em abril de 2016 o álbum Wanclub – Música para dançar volume 59 –  que reúne regravações dos clássicos de sua carreira desde os Replicantes, e agora dia 31 de outubro lança seu 9º disco de músicas inéditas, o álbum A Vida é uma Toalha Estendida no Varal. Roqueiro punk folk capaz de impressionar beberrões de uísque barato que batem o pé em bailões do interior do país ou adeptos de alt-rock que rebolam sua modernidade nas festinhas blasés das capitais, Wander se expõe em tudo o que faz, que se define em cada verso. Ou, para facilitar ainda mais as coisas, em cada título. Pode-se dizer que ele é um garoto solitário, meio-hippie-meio-punk-meio-rajneesh, cuja vida oscila entre anjos & demônios, mas que ainda acredita em milagres. É do tipo que segue no ritmo da vida, e nada pode descrever com tanta exatidão este roqueiro que gosta de transformar os conflitos em canções simples, feito um legítimo punk. Wander se apresenta acompanhado da banda carioca Beach Combers. Horário: 21h / Entrada gratuita.

04/11 (sexta-feira) roda de samba: Pretinho da Serrinha e convidados: O carioca Angelo Vitor Simplício da Silva, mais conhecido como Pretinho da Serrinha, é cavaquinista, percussionista, produtor musical, diretor artístico e compositor. Pretinho é um nome respeitado no mundo do samba e vem se consolidando cada vez mais no cenário pop. Ele comanda uma roda de samba especial todas as sextas-feiras com clássicos do samba e composições próprias, além de convidados especiais que não são divulgados previamente. Horário: 19h30 / R$ 10.

 05/11 (sábado) Matheus VK: Matheus VK volta ao palco do Rival para lançar o videoclipe da música “Pélvis”, em filme dirigido por Joana Jabace, diretora da Globo responsável por novelas como “Avenida Brasil.” O espetáculo tem idealização de Alê Youssef e direção de Daniela Gleiser, do programa de TV “Amor e sexo”. Missionário da libertação da pélvis, no palco, Matheus comanda um repertório libertador que, além de suas composições, traz grandes standards de Alípio Martins, Jupiter Maçã, Sergio Sampaio, Caetano Veloso, Bee Gees, Gilberto Gil, Olodum e É o Tchan, um verdadeiro culto ao desbunde. Horário: 22h. Preço único (pista): R$ 25 (meia, estudante/Idoso/Professor da Rede Municipal e para quem levar um kg de alimento não perecível) / R$ 50 (inteira)

09/11 (quarta-feira) Por Acaso No Rival: Idealizado e apresentado a partir de 1991 pelo produtor José Maurício Machline, o programa televisivo de entrevistas Por Acaso está de volta depois de um hiato de 12 anos. O projeto ganha um novo formato, agora aberto ao público e a preços populares, e deixa os estúdios de televisão para ocupar o palco do Teatro Rival, sempre às quartas-feiras de novembro. Criador da mais respeitada premiação da música brasileira há quase três décadas, Machline estendeu sua paixão à música em várias direções ao longo da carreira, uma delas o programa de TV Por Acaso, que comandou em duas emissoras até 2004 e reúne um impressionante acervo de mais de 600 entrevistas com artistas e personalidades da cultura brasileira de todos os gêneros e gerações. Convidados: Zeca Pagodinho e Mariene de Castro. Horário: 20h. Estreia: Entrada gratuita.

10/11 (quinta-feira) Tonho Crocco: Após passar por Porto Alegre e São Paulo, é a hora do Rio de Janeiro receber Das Galáxias, o novo trabalho-solo do cantor, compositor e instrumentista Tonho Crocco, também vocalista do grupo gaúcho de pop rock Ultramen. O cantor faz show gratuito com participação especial do rapper BNegão, que dá o tom dançante de afrobeat e outras combinações da música africana em “Baobá”, uma das faixas da obra mais recente de Crocco. Das Galáxias é um convite a uma viagem intergalática que reafirma a essência samba/soul e a estética solar do cantor. O álbum, contemplado pelo Edital da Natura Musical, chega às principais plataformas digitais e também nos formatos CD e vinil reafirmando a essência samba/soul e a estética solar do cantor. Além de Crocco (voz, guitarra e teclado), a obra é acompanhada pela extraordinária Banda Partenon 80, formada por Everton Velasquez (baixo), Marco Farias (teclado), Gelson Ribeiro (bateria), Bruno Coelho (percussão), Roberto Scopel (trompete), Dejeane Arruee (trombone), Rodrigo Siervo (saxofone e flauta). Horário: 21h / Entrada gratuita.

11/11 (sexta-feira) roda de samba: Pretinho da Serrinha e convidados: O carioca Angelo Vitor Simplício da Silva, mais conhecido como Pretinho da Serrinha, é cavaquinista, percussionista, produtor musical, diretor artístico e compositor. Pretinho é um nome respeitado no mundo do samba e vem se consolidando cada vez mais no cenário pop. Ele comanda uma roda de samba especial todas as sextas-feiras com clássicos do samba e composições próprias, além de convidados especiais que não são divulgados previamente. Horário: 19h30 / R$ 10.

12/11 (sábado) Festa PLOC: Nova casa da FESTA PLOC no Rio de Janeiro, o Rival recebe novamente o agito dedicado aos anos 80. Atrações: LUCIANO NASSYN (TREM DA ALEGRIA), BANDA PLOC 80, SILVINHO BLAU-BLAU, SÍNDICO DU BEN e DJ DOM LV, criador da FESTA PLOC, tocando o melhor, pior e mais engraçado dos anos 80. Horário: 22h. Preços (1o. lote): R$ 40 (pista) e R$ 60 (mesas).

15/11 (terça-feira) Rival Rebolado: Abertura da segunda temporada com videokê, esquetes, Concurso de Drags ‘A MELHOR DE 4’ – que faz reverência às grandes estrelas do Teatro de Revista e artistas da noite e surpresas. Horário: 19h. Preço: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada ou com a doação de 1kg de alimento).

 16/11 (quarta-feira) Por Acaso No Rival: Idealizado e apresentado a partir de 1991 pelo produtor José Maurício Machline, o programa televisivo de entrevistas Por Acaso está de volta depois de um hiato de 12 anos. O projeto ganha um novo formato, agora aberto ao público e a preços populares, e deixa os estúdios de televisão para ocupar o palco do Teatro Rival, sempre às quartas-feiras de novembro. Criador da mais respeitada premiação da música brasileira há quase três décadas, Machline estendeu sua paixão à música em várias direções ao longo da carreira, uma delas o programa de TV Por Acaso, que comandou em duas emissoras até 2004 e reúne um impressionante acervo de mais de 600 entrevistas com artistas e personalidades da cultura brasileira de todos os gêneros e gerações. Convidados: Gal Costa e Alice Caymmi. Horário: 20h. Preço R$ 10.

17/11 (quinta-feira) Duda Brack: Desde o lançamento digital de “É”, em 2015, Duda Brack tem sido apontada como a grande revelação do ano, e tanto o disco quanto o show tem sido aclamados pela crítica especializada e pelo público. Dividindo o palco com o mesmo power trio que gravou o disco – Barbosa (na bateria alucinada), Gabriel

Ventura (na guitarra furiosa) e Yuri Pimentel (no baixo largo) – em cerca de uma hora Duda faz uma apresentação intensa, que reproduz em cena, com perfeição, a ferocidade impetuosa de “É”. A linguagem musical híbrida e original, derivada da recombinação entre divergentes estilos, resulta em uma mistura de MPB e Indie Rock, que, embora assuma densidades sonoras e temáticas, resulta num show POP e dançante.  Sem diluir a forte impressão deixada por seu retumbante primeiro álbum, o show revela uma artista completamente entregue e exposta em um espetáculo inédito e diferenciado, onde a música é exibida com toda sua força e interpretada de forma visceral. Horário: 21h. Entrada gratuita.

18/11 (sexta-feira) roda de samba: Pretinho da Serrinha e convidados: O carioca Angelo Vitor Simplício da Silva, mais conhecido como Pretinho da Serrinha, é cavaquinista, percussionista, produtor musical, diretor artístico e compositor. Pretinho é um nome respeitado no mundo do samba e vem se consolidando cada vez mais no cenário pop. Ele comanda uma roda de samba especial todas as sextas-feiras com clássicos do samba e composições próprias, além de convidados especiais que não são divulgados previamente. Horário: 19h30 / R$ 10.

19/11 (sábado) Angela Ro Ro: Angela Ro Ro oferece um cardápio bem variado para cantar o amor em suas várias formas de expressão. Com Chico Buarque, Caetano Veloso, Jazz e seus maiores sucessos, Angela passeia pelo palco do Rival onde há décadas tem sido seu ninho musical. Como sempre a platéia é o alvo da paixão que Ro Ro tem pelo seu ofício e arte. Este show representa a excelente trajetória artística de Angela Ro Ro que vive seu grande momento. Humor e boa musica!! Horário: 19h30 / Preços: Mesas setor A: R$ 80 (inteira) / R$ 40 (meia-entrada) – sentados; Mesas setor B: R$ 60 (inteira) / R$ 30 (meia-entrada); Lounge: R$ 40 (inteira) / R$ 20 (meia-entrada).

 19/11 (sábado) Festa Eclética (23h): Inspirada na Lapa, a Eclética reúne as mais divertidas e variadas tribos, que fazem da festa um grande encontro de alegria, respeito e boa música. Será uma noite tropicaliente, transformando o Teatro Rival em uma agitada pista de dança. De Cazuza a Mr Catra. De Bethânia à Beyoncé porque pra dançar não importa o ritmo! Uma noite de muita malemolência. DJs Matheus Marins e Beto Costa e DJ Set Tropicália. Horário: 23h. Preços: R$ 20 antecipado (sympla.com.br), R$ 20 na lista até 01h e R$ 40 após 01h.

22/11 (terça-feira) Rival Rebolado: Videokê, esquetes, Concurso de Drags ‘A MELHOR DE 4’ – que faz reverência às grandes estrelas do Teatro de Revista e artistas da noite e surpresas. Horário: 19h. Preço: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada ou com a doação de 1kg de alimento).

23/11 (quarta-feira) Por Acaso No Rival: Idealizado e apresentado a partir de 1991 pelo produtor José Maurício Machline, o programa televisivo de entrevistas Por Acaso está de volta depois de um hiato de 12 anos. O projeto ganha um novo formato, agora aberto ao público e a preços populares, e deixa os estúdios de televisão para ocupar o palco do Teatro Rival, sempre às quartas-feiras de novembro. Criador da mais respeitada premiação da música brasileira há quase três décadas, Machline estendeu sua paixão à música em várias direções ao longo da carreira, uma delas o programa de TV Por Acaso, que comandou em duas emissoras até 2004 e reúne um impressionante acervo de mais de 600 entrevistas com artistas e personalidades da cultura brasileira de todos os gêneros e gerações. Convidados: Lenine e Roberta Sá. Horário: 20h. Preço R$ 10.

24/11 (quinta-feira) Drenna: A cantora e guitarrista Drenna está à frente da banda de mesmo nome. Conhecidos na cena desde 2009 quando começaram seu percurso no bairro de Olaria, subúrbio do Rio de Janeiro, têm como proposta unir rock, performance e paixão. EM sua trajetória já passaram por casas renomadas como Circo Voador, Imperator, Teatro Rival, Teatro Odisséia, Lona Cultural da Maré, Arena Joveli,a Pérola Negra e Arena Chacrinha. Já dividiram o palco com bandas consagradas como Pitty, Frejat, MGMT, Paramore, King of Leon e Andy Mckee. Horário: 21h. Preço: Antecipado: R$20 (inteira) / R$10 (meia-entrada). Na hora: R$30 (inteira) / R$15 (meia-entrada).

25/11 (sexta-feira) roda de samba: Pretinho da Serrinha e convidados: O carioca Angelo Vitor Simplício da Silva, mais conhecido como Pretinho da Serrinha, é cavaquinista, percussionista, produtor musical, diretor artístico e compositor. Pretinho é um nome respeitado no mundo do samba e vem se consolidando cada vez mais no cenário pop. Ele comanda uma roda de samba especial todas as sextas-feiras com clássicos do samba e composições próprias, além de convidados especiais que não são divulgados previamente. Horário: 19h30 / R$ 10.

26/11 (sábado) Mahmundi: Mahmundi, carioca de 29 anos, é musicista, compositora e cantora. Produziu seu próprio disco com referências dos anos 80, pop, synth-pop, rock e R&B. Seu trabalho expõe um paralelo com diferentes abordagens e movimentos musicais contemporâneos no Brasil e no mundo. Com uma sonoridade moderna e o apreço pelo formato de canção, Mahmundi foi vencedora de tres edições do Premio Multishow de Música Brasileira, nas categorias Novo Hit e Nova Canção e esse ano com ‘Melhor Capa de Disco‘. Pelo StereoMono/SkolMusic lançou seu novo álbum, desenvolvendo novos caminhos para o pop nacional. Horário: 22h. Preços: R$ 25 (meia-entrada) e R$ 50 (inteira).

29/11 (terça-feira) Rival Rebolado: Videokê, esquetes, Concurso de Drags ‘A MELHOR DE 4’ – que faz reverência às grandes estrelas do Teatro de Revista e artistas da noite e surpresas. Horário: 19h. Preço: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada ou com a doação de 1kg de alimento).

30/11 (quarta-feira) Por Acaso: Idealizado e apresentado a partir de 1991 pelo produtor José Maurício Machline, o programa televisivo de entrevistas Por Acaso está de volta depois de um hiato de 12 anos. O projeto ganha um novo formato, agora aberto ao público e a preços populares, e deixa os estúdios de televisão para ocupar o palco do Teatro Rival, sempre às quartas-feiras de novembro. Criador da mais respeitada premiação da música brasileira há quase três décadas, Machline estendeu sua paixão à música em várias direções ao longo da carreira, uma delas o programa de TV Por Acaso, que comandou em duas emissoras até 2004 e reúne um impressionante acervo de mais de 600 entrevistas com artistas e personalidades da cultura brasileira de todos os gêneros e gerações. Convidados: João Bosco e Hamilton de Holanda. Horário: 20h. Preço R$ 10.

cartCartaz

Serviço:

Teatro Rival Petrobras
Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Centro/Cinelândia – Rio de Janeiro
(21) 2240-4469 : https://www.facebook.com/teatro.rival/
Capacidade: 400 pessoas
Censura: 18 anos 

Bilheteria: segunda á sexta das 12h ás 19h ou até o início do show / sábados a partir das 16h até o início do show.

Aceitam cartões de crédito e débito.

Abertura da casa: 1h30 antes do show

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.