Pré-estreia de ‘Praça Paris’, de Lucia Murat, no Rio

O filme “Praça Paris”, vencedor dos prêmios de Melhor Direção (Lucia Murat) e Melhor Atriz (Grace Passô) no Festival do Rio 2017, terá pré-estreia na Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio de Janeiro (SBPRJ) na próxima sexta-feira, 6 de abril, às 19h. A apresentação será seguida de debate com a diretora e com o psicanalista Luiz Fernando Gallego, coordenador do projeto Psicanálise & Cinema.

Além dos dois prêmios no Festival do Rio, o longa recebeu o Prêmio Dom Quixote de Melhor Filme no Festival de Havana em 2017 e foi selecionado para a Mostra Competitiva do Festival Internacional de Chicago e para o Festival de Talin (Estônia) Black Nights. Em 2018, “Praça Paris” participou do FEStin em Lisboa, no qual a atriz Grace Passô ganhou o prêmio de Melhor Atriz. Este é o primeiro trabalho para cinema de Grace Passô – que já tem uma carreira consolidada como atriz e dramaturga no teatro, além de estar conquistando cada vez mais o público, os jurados e a crítica especializada no universo cinematográfico.

Membro da Associação de Críticos de Cinema do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Gallego prestou consultoria ao enredo e à atriz lusitana Joana de Verona, muito prestigiada em Portugal. Ela interpreta Camila, uma jovem psicanalista portuguesa que vem ao Brasil para desenvolver uma pesquisa sobre violência contra a mulher.

Coprodução de Brasil, Portugal e Argentina, “Praça Paris” mostra o conflito que surge entre a terapeuta e sua paciente, Glória (Grace Passô), em um Centro de Terapia Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). Glória é ascensorista na instituição e tem histórico de ter sido violentada desde muito jovem. E o irmão, Jonas (Alex Brasil), traficante no morro onde ela vive, está preso. A trama retrata a violência que voltou a explodir no Rio através da distância social e emocional entre as duas personagens centrais do filme.

“A questão da violência sempre me interessou por ter sido parte da minha vida. “Praça Paris” no entanto, vai além disso. O filme trabalha sobre o medo e a paranoia que acaba por se instalar numa relação entre duas pessoas com histórias e classes sociais diferentes. O medo do outro me parece algo implantado na sociedade brasileira hoje. E a partir desse medo sabemos que injustiças, agressões, mortes violentas acontecem, tal como no filme, um thriller que trabalha a intimidade dos personagens”, diz Lucia Murat.

“Praça Paris” é o 13º longa-metragem de Lucia Murat. O roteiro é da própria Lúcia e do escritor Raphael Montes, que faz aqui sua estreia como roteirista. Entre seus livros, destacam-se o premiado “Suicidas”, “Dias Perfeitos” (publicado em 14 países), “O Vilarejo” e o “Jantar secreto”.

O filme é uma produção Taiga Filmes com a distribuição da Imovision. A coprodução internacional conta com uma protagonista portuguesa (Joana de Verona), um ator coadjuvante argentino (Marco Antonio Caponi) e um diretor de fotografia argentino (Guillermo Nieto – fotógrafo de vários filmes de Pablo Trapero). A finalização de imagem do filme foi feita na Argentina e a de som em Portugal.

Como o auditório é limitado para 60 pessoas, as reservas devem ser feitas com antecedência pelos telefones (21) 2537-1333 e 2537-1115 ou pelo e-mail sbprj@sbprj.org.br.

O ingresso custa R$ 20. A SBPRJ fica na Rua David Campista, 80, bairro Humaitá, na Zona Sul do Rio de Janeiro. As reservas só são válidas até 15 minutos antes do início da projeção.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.