12.5 C
New York
março 25, 2019
Gastronomia

Plymouth Classics Day

Plymouth Classics Day - Grupo de bartenders - foto: Camila Uchoa
Plymouth Classics Day - Grupo de bartenders - foto: Camila Uchoa
Gim inglês reconhecido mundialmente reúne dez casas cariocas para oferecer uma carta exclusiva com clássicos da coquetelaria durante o mês de outubro

Durante o mês de outubro, o Rio de Janeiro vai sediar a primeira edição do Plymouth Classics Day. O evento reunirá importantes bares e restaurante da cidade que oferecerão uma carta exclusiva com seis drinques clássicos preparados com o Plymouth Gin toda quarta-feira do mês, por R$29 cada.

Produzido desde 1793 na mesma destilaria, a mais antiga da Inglaterra, o Plymouth Gin mantém sua fórmula original e é considerado um dos melhores e mais versáteis do mundo. Sua composição com botânicos combinados com a água mais pura da região de Dartmoor resulta em uma bebida encorpada, aromática e com paladar suave que conferem o status premium ao gin.

Não à toa o Plymouth Gin se tornou o preferido de especialistas e bartenders, ficando consagrado como a composição ideal para a produção de coquetéis clássicos. E são eles que estrelarão o Plymouth Classics Day: dos balcões sairão receitas de Negroni, Tom Collins, Martinez, Marguerite e Dry Martini, além de uma sugestão autoral de cada bartender para o G&T. Dez casas cariocas participam do evento,  Casa Camolese, El Born, Etta Bar, Garoa, L’Atelier Mimolette, Lucce, Maguje, OIA, Stuzzi (Leblon e Copacabana) e Vizinho Gastrobar.

Plymouth Classics Days - foto: Drinques - foto: Camila Uchoa
Plymouth Classics Days – foto: Drinques – foto: Camila Uchoa

Localizada na cidade de Plymouth, na costa Sudoeste da Inglaterra, a destilaria mantém o processo o mais artesanal possível com produção em alambique victoriano de cobre. O Plymouth expandiu suas fronteiras quando se tornou o gim oficial da Marinha Inglesa, que enchia os navios e fragatas que saiam em busca do novo mundo. Ele consta especificado na primeira receita descrita de Dry Martini, em 1904, em Nova Iorque e é o gin mais citado no The Savoy Cocktail Book, considerado uma bíblia da coquetelaria. Na sua composição, além do zimbro da região do Adriático, uma combinação de casca de limão e laranja do Sul da Espanha, cardamomo verde, raiz de íris italiana, raiz de angélica da Saxônia e sementes de coentro da Europa Oriental. Detentor de inúmeros prêmios, o Plymouth Gin, mais uma vez, foi eleito o melhor gim para Dry Martinis na prestigiosa competição Tasting.com World Cocktail Championships Martini Competition que aconteceu no início de 2018.

“Nos últimos anos, houve um aumento da popularidade do gim. O Plymouth Gin tem um apelo histórico muito importante na disseminação da bebida e também na coquetelaria clássica, são vários os livros que fazem menção ao gim como indicação para o preparo de drinques. O evento tem como intuito promover o conhecimento da marca e sua relevância nesse mercado.”, diz Bruno Siqueira, um dos responsáveis pela marca no Brasil.

@plymouth_br #plymouthclassicsday

www.plymouthgin.com

Posts relacionados

Ceias sob encomenda do Rosita Café

Redação

La Mole oferece mimo pra elas

Redação

Brisa Restô promove feijoada especial no feriadão das crianças, com diversas atividades

Redação

Detox para limpar o organismo

Redação

No Dia do Cachorro Quente restaurantes cariocas apresentam versões especiais do lanche

Redação

Programação de carnaval na cidade para não deixar ninguém com fome

Redação

Deixe um comentário