-4 C
New York
janeiro 17, 2019
Livros

Pesquisadora lançará livro sobre a imagem do terrorista na mídia americana

Estudo foi feito a partir de levantamento de dados em organizações como FBI, CIA, ONG Global Security e obtidos em minuciosa busca no jornal The New York Times

O terrorismo saiu das páginas dos jornais norte-americanos para se tornar tema do primeiro livro da advogada e mestre em Ciências Políticas e Relações Internacionais, Renata Medeiros de Araújo. “Deu no The New York Times: a imagem do terrorista na mídia americana (1991-2001)” será lançado no dia 6 de novembro pela Editora Freitas Bastos, no restaurante La Fiorentina, em Copacabana, às 19h. A publicação é fruto de uma intensa pesquisa que durou dois anos e resultou da tese de mestrado da autora. Renata esquadrinhou o modo como o terrorismo islâmico foi construído midiaticamente pelo jornal The New York Times durante um período de 10 anos, entre 1991 e 2001.

A pesquisa foi feita a partir de levantamento de dados documentais em organizações como FBI, CIA e a ONG Global Security, além de uma minuciosa busca das palavras “terror”, “terrorismo” e “fundamentalismo” nos registros do jornal NYT. Para alcançar o nível de detalhamento do qual precisava, Renata chegou a se cadastrar como pesquisadora no FBI. “São relatórios dos departamentos de Defesa e Segurança dos EUA e estatísticas sobre atos e grupos terroristas. O confrontamento entre os relatórios dessas instituições e as matérias de jornal aponta para divergências significativas na definição do que sejam atos e grupos terroristas”, destaca a autora.

Renata Medeiros de Araújo
Renata Medeiros de Araújo

Renata se debruçou sobre o cenário que precedeu o ataque às torres gêmeas do World Trade Center, analisou como o terrorismo era visto até o fatídico 11 de setembro de 2001 e como o assunto passou a ser tratado pelas potências hegemônicas e grandes conglomerados de comunicação, que definem o protagonismo das notícias vinculado a uma agenda política. A professora da Uerj, Bruna Soalheiro, que escreveu o posfácio do livro, destacou o ineditismo da obra de Renata ao abordar o terrorismo por esse viés. “Renata foi capaz de construir um quadro analítico que indicasse como o fundamentalismo e o terror foram reelaborados nas páginas de um dos maiores veículos de comunicação do mundo, atendendo a interesses corporativos e governamentais, cujos projetos não são intuitivamente reconhecíveis nem mesmo para os leitores mais atentos”, elogiou.

O prefácio do livro foi escrito pelo advogado e PhD em Direito, professor Lier Pires Ferreira. A obra tem 120 páginas e será vendida por R$ 45.

Perfil da autora
Renata Medeiros de Araújo é advogada formada há mais de 20 anos e possui mestrado em Ciências Políticas e Relação Internacionais pelo IUPERJ, da Universidade Cândido Mendes. Já atuou em empresas multinacionais e na área financeira. Atualmente, desenvolve pesquisa que resultará em seu doutoramento. 

Serviço:
Dia e hora: 6/11 (terça-feira), a partir das 19h
Onde: Restaurante La Fiorentina (Av. Atlântica, 458 A – Copacabana)
Editora: Freitas Bastos
Páginas: 120
Custo: R$ 45

Posts relacionados

A coragem de ser quem é

Redação

Gô e Gará | Editora Coerência lança o livro do Dia da Consciência Negra 2018

Alyson Fonseca

De doente terminal à autora de livros, Denise Medeiros conta como foi possível contrariar as expectativas de pouco tempo de vida depois de um diagnóstico devastador

Redação

Helena Cerello, romance e sarau erótico na FLIP

Redação

Menção Especial da União Brasileira de Escritores e Prêmio Érico Veríssimo reconhecem romance de autor estreante

Redação

“Como fazer um livro… fracassar”

Redação

Deixe um comentário