25.4 C
Rio de Janeiro
setembro 23, 2018
  • Home
  • Notícias
  • Palestra gratuita sobre o clássico “As Mil e Uma Noites” com Mamede Mustafá Jarouche, no Oi Futuro Flamengo
Notícias

Palestra gratuita sobre o clássico “As Mil e Uma Noites” com Mamede Mustafá Jarouche, no Oi Futuro Flamengo

Um dos maiores pesquisadores da literatura árabe e tradutor do clássico da literatura mundial “As Mil e Uma Noites”, Mamede Mustafá Jarouche, irá palestrar sobre a obra no dia 19 de julho, no Teatro do Oi Futuro Flamengo, às 19h30. A entrada é gratuita por meio de distribuição de 64 senhas a partir das 19h.  Mamede assina a consultoria teórica da versão contemporânea de “As Mil e Uma Noites”, em cartaz no espaço cultural até 09 de setembro, com encenação da Cia Teatro Voador Não Identificado, responsável também por promover esse encontro.

Mamede Mustafá Jarouche
É tradutor e professor universitário, considerado um dos maiores pesquisadores brasileiros de literatura árabe. É bacharel, doutor e livre-docente pela Universidade de São Paulo, onde leciona desde 1992, e pós-doutor pela Universidade do Cairo. Ficou conhecido pela sua tradução para o português d’ As Mil e Uma noites, cujo primeiro volume recebeu o Prêmio APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte), o Prêmio Paulo Rónai da Biblioteca Nacional e o Prêmio Jabuti de Melhor Tradução em 2006.

“As Mil e Uma Noites”
O livro “As Mil e uma Noites” é considerado um dos maiores repertórios de histórias da literatura universal. Espécie de arquétipo do próprio ato de narrar, o livro, dadas as suas dimensões, apresenta um rico repertório em que são encenadas quase todas as possibilidades da ação e da emoção humanas. Sua primeira elaboração em árabe remonta ao século IX da nossa era, e desde então ele tem sido escrito e reescrito, fundido e refundido, de modo a abranger uma variedade de narrativas que ninguém foi ainda capaz de recensear totalmente. Nele, o leitor/ouvinte encontrará uma vasta gama de enredos e subenredos, histórias dentro de histórias, narrações em labirinto e tudo o mais que a voz humana pode produzir. Uma coisa nele, porém, é imutável: sempre, em todas as suas versões, a narração é de uma voz feminina, a voz de Sherazade, que impõe, por meio desse ato, a ordem ao caos, e determina a interrupção do ciclo da morte que se abatera sobre o lugar onde ela vivia. Essa saída negociada, por meio da fala, é o que resgata aquilo que de mais humano existe em nós.

Serviço
Local: Oi Futuro Flamengo – Rua Dois de Dezembro, 63 – Flamengo
Data: 19\07
Horário: 19h30.
Capacidade: 62 lugares
Ingressos: gratuito (distribuição de senhas a partir das 19h)
Duração: 120 minutos
Classificação indicativa: livre

Posts relacionados

Meus Duzentos Filhos – Vida e Trabalho de Janusz Korczak

Redação

Festival X-Tudo: Dream Team do Passinho vai invadir o Teatro Firjan SESI Centro

Redação

“A Pequena Sereia – O Musical” no Teatro Fashion Mall

Redação

Deixe um comentário