Os cabelos mais ilustres da história do cinema

O público feminino está sempre atento às mais variadas tendências da moda. Editoriais, redes sociais e outros veículos são recheados de looks diversos, do mais moderno ao mais clássico, compondo visuais inspiradores e originais.

Milhares de referências de cortes e estilos se transformam em realidade graças à grande variedade de produtos para cabelo, cada vez mais modernos e potentes. Shampoos, condicionadores, tintas, um hair stylist de confiança e outros produtos permitem a manutenção ou até mesmo uma mudança radical nos fios. Em meio a  uma mistura de culturas e tendências, um dos canais que mais influenciou gerações foi o cinema, principalmente Hollywood.

Luz, câmera … cabelos!

Desde seu surgimento, a sétima arte sempre nos fascinou. Enredos, personagens e produções inesquecíveis marcaram época e influenciaram milhões de pessoas no mundo inteiro, lançando tendências de moda, decoração e cortes de cabelo, sem contar com expressões e quotes memoráveis que se cristalizaram no dia a dia de pessoas comuns.

Diferentes cortes, comprimentos, tipos de fios e tonalidades de grandes produções fizeram a cabeça das mulheres. Moldura da face, os fios refletem estilo e personalidade de personagens — fazendo com que muitas se identificassem e copiassem.

6 cabelos marcantes do universo cinematográfico

Princesa Leia (Star Wars Episódio IV: Uma Nova Esperança)

Princesa Leia
Princesa Leia

Sucesso de público, Star Wars é um dos filmes mais assistidos da história do cinema. O famoso penteado da Princesa Leia tornou-se mais do que um mero penteado: passou a significar força e personalidade.

De acordo com George Lucas, o cabelo da personagem é inspirado em penteados femininos mexicanos do início do século XX. A ideia era reproduzir um visual revolucionário e original. Além disso, Lucas também se inspirou em quadrinhos antigos como Flash Gordon e Batgirl para compor o conceitual penteado.

Cruella de Vil (1001 Dálmatas)

Emma Stone - Cruella De Vil
Emma Stone – Cruella De Vil

A malévola Cruela é uma das vilãs mais célebres do cinema. Vaidosa e obcecada em capturar dálmatas para confeccionar um casaco de pele, a personagem do livro de Dodie Smith ficou conhecida pelo extravagante cabelo bicolor, com fios sinuosos e carregados de glamour.

Edward Mãos de Tesoura

Johnny Depp - Edward Mãos de Tesoura
Johnny Depp – Edward Mãos de Tesoura

A sombria produção do aclamado diretor Tim Burton encantou espectadores das mais diferentes faixas etárias. Quem não se lembra da famosa cena em que Edward usa as mãos para fazer cortes modernos, impensáveis e super criativos? O personagem customizava plantas, pelos de animais e cabelos de toda a vizinhança. A construção estética do filme chamou a atenção do público e consolidou a carreira de Burton.

Cleópatra

Elizabeth Taylor - Cleopatra
Elizabeth Taylor – Cleopatra

Elizabeth Taylor deu vida à rainha do Egito em 1963. O filme foi premiado com Oscar de melhor figurino e efeitos especiais. Mas quem roubou a cena mesmo foi o icônico penteado de Cleópatra, com franja curta e as tranças. A rainha usava perucas negras para ficar semelhante à deusa Ísis.

O Mendigo Elegante (The Street of Forgotten Men)

Louise Brooks - The Street of Forgotten Men
Louise Brooks – The Street of Forgotten Men

O filme de 1925 conta a participação de um dos maiores ícones femininos do cinema mudo, a atriz norte-americana Louise Brooks. O corte de cabelo de Brooks era muito popular na década de 20, um chanel clássico e curtíssimo. Brooks foi fonte de inspiração para a personagem de quadrinhos italiana Valentina Rosseli, criada pelo artista Guido Crepax.

Uma versão repaginada do visual de Brooks é o corte da romântica Amélie Poulain, porém, com uma proposta mais moderna, que se tornou uma verdadeira febre entre fashionistas do mundo todo.

O bebê de Rosemary

Mia Farrow - O bebê de Rosemary
Mia Farrow – O bebê de Rosemary

Mia Farrow era a queridinha do público na década de 60. A doce moça com longos cabelos loiros era copiada por meninas do mundo todo. Porém, durante as gravações do filme O bebê de Rosemary, Mia ousou e radicalizou com um corte curtíssimo, lançando o estilo pixie. Na época, a atriz estava em um conturbado relacionamento com Frank Sinatra, que detestou o corte. O diretor Roman Polanski foi a favor da mudança, que caiu como uma luva na macabra trama.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.