Lojas especializadas em produtos de Páscoa do Bangu Shopping registram aumento de 32% nas vendas para a data

Considerada a primeira grande festa do comércio, a Páscoa teve sim motivos para ser comemorada pelos lojistas. Segundo dados apurados pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), o volume de vendas a prazo apresentou crescimento de 0,93% na comparação com o mesmo período do ano passado.
 
Os dados são confirmados pela gerente da loja Chocolates Brasil Cacau do Bangu Shopping, Nara Sampaio. Segundo ela, a maior parte das vendas foram realizadas com cartão de crédito e parcelamentos em até três vezes, e os ovos foram os primeiros a acabar. “Sábado à noite eu não tinha mais nenhum, e no domingo os clientes invadiram as lojas para comprar outros produtos.
 
O Bangu Shopping, aliás, só tem motivos para comemorar. Nas lojas especializadas em chocolate,  as vendas apuradas na semana da Páscoa de 2017, em comparação ao mesmo período em 2016, apresentaram crescimento de 32% no total de vendas.
 
“Observamos um crescimento substancial no fluxo de clientes durante as vendas de Páscoa. Algumas lojas tiveram vendas expressivas e determinados produtos esgotaram ao longo do final de semana. Para movimentar ainda mais o mall, preparamos diversas atrações infantis ao longo do feriado, propiciando mais conforto e atrativos para nossos clientes”, ressalta Adriana Santilhana, superintendente do Bangu Shopping.     

De acordo com a CNDL, os números deste ano rompem uma trajetória de 17 quedas consecutivas nas principais datas comemorativas. “Como desde o Dia das Mães de 2014 não tivemos nenhum crescimento nas vendas a prazo, o resultado é um alento para o varejo começar a dar sinais sólidos de recuperação”, afirma o presidente da CNDL, Honório Pinheiro.