“Obscena, um encontro com Hilda Hilst” no Teatro de Arena da Caixa Cultural

Com direção e dramaturgia de Luciana Lyra, Fabiana Pirro estrela solo poético em tributo à escritora paulista

A CAIXA Cultural Rio de Janeiro recebe, de 13 a 29 de abril (sexta a domingo), sempre às 19h, o espetáculo Obscena, um encontro com Hilda Hilst, escrito e dirigido pela pernambucana Luciana Lyra. Com patrocínio da Caixa Econômica Federal e do Governo Federal, o solo poético apresenta a lírica da escritora paulista por meio de uma diversidade de linguagens artísticas, partindo da intersecção entre teatro, música, literatura, vídeo e artes plásticas, numa estética multidimensional. Em cena, a atriz Fabiana Pirro, conterrânea da diretora, dá vida à Líria, uma mulher de 40 anos que transborda de desejo e dialoga com presenças e ausências. Um desejo que se expõe em convergência entre o sagrado e o profano. Como outros narradores-personagens de Hilda Hilst, ela está mergulhada num fluxo de consciência fragmentado, num lugar em que surgem os homens-fantasmas de sua vida: Avô, Pai, Filho e Deus.

A montagem surgiu da inquietação de Fabiana Pirro em adentrar no universo da poetisa, dramaturga e ficcionista Hilda Hilst, reconhecida como um dos principais nomes da literatura brasileira contemporânea. Na peça, o universo masculino é visitado e desejado em cena. As figuras do Pai, do Filho e do Amor são as linhas grossas deste bordado. A vida da escritora é misturada com a da atriz, que se deságua num texto profundamente humano.

“Quando comecei a adentrar na poesia da Hilda, fiquei muito impressionada. Vi que eu tenho muito dessa mulher. Ela veio como uma luz, trazendo em sua obra questões sobre as quais eu queria falar no palco, como a relação com o masculino, Deus, o amor e a loucura”, diz Fabiana Pirro. “Na sua linguagem, muitas vezes considerada hermética, Hilda nos faz perguntas fundamentais, tais como sobre a solidão e estranheza diante do comportamento humano, a perplexidade de pertencer à mesma espécie que abriga simultaneamente vilões, santos, heróis e demasiada truculência. Só por meio da pergunta e do exercício constante na busca do entendimento podemos pretender algum significado”, completa a atriz.

O projeto teve início em janeiro de 2014, com uma minuciosa pesquisa sobre a poética de Hilda Hilst. Intérprete e diretora passaram uma temporada na Casa do Sol – chácara, em Campinas, na qual a escritora viveu e onde hoje funciona o instituto que leva seu nome – e, em seguida, na Mostra Hilda Hilst de Prosa e Poesia, em Recife, imersas no universo hilstiano. Obscena estreou na capital pernambucana em janeiro do ano seguinte e, desde então, já viajou para a Paraíba, Portugal e São Paulo.

Produzida pela Janela Gestão de Projetos em parceria com a Duas Companhias, Obscena, um encontro com Hilda Hilst tem o design de luz criado por Luciana Raposo; direção musical e paisagens sonoras desenvolvidas por Ricardo Brazileiro; figurino de Virgínia Falcão; preparação corporal de Silvia Góes e direção de arte da atriz Nada Menezes.

Ficha técnica:
Atriz: Fabiana Pirro
Direção e dramaturgia: Luciana Lyra
Design de luz: Luciana Raposo
Operador de luz: Kelson Santos
Paisagem sonora: Ricardo Brazileiro
Operador de som: Ernesto Filho
Técnica de Projeção: Lorena Pirro
Cenotécnico: Mário Almeida
Figurino: Virgínia Falcão
Preparação Corporal: Sílvia Góes
Filmografia: Ernesto Filho e Renata Pires
Design gráfico: Tito França e Dida Maia
Fotografia: Renato Filho (Retouching Studio)
Produção local: Maria Siman (Primeira Página Produções)
Assistente de produção local: Fernanda Silva
Produção executiva: Fernanda Ferrario e Dida Maia (Janela Gestão de Projetos)
Direção de produção: Fabiana Pirro
Concepção: Fabiana Pirro (Duas Companhias)
Patrocínio: CAIXA e Governo Federal 

Serviço:

Obscena, um encontro com Hilda Hilst
Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Teatro de Arena
Endereço: Av. Almirante Barroso, 25 – Centro (Metrô e VLT: Estação Carioca)
Telefone: (21) 3980-3815
Lotação: 176 lugares (mais 4 para cadeirantes)
Datas: 13 a 29 de abril de 2018 (sextas, sábados e domingos)
Horários: 19h
Duração: 50 min.
Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia). Além dos casos previstos em lei, clientes CAIXA pagam meia
Bilheteria: de terça-feira a domingo, das 13h às 20h
Classificação indicativa: 16 anos
Acesso para pessoas com deficiência
www.facebook.com/ObscenaCaixaRJ

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.