Obra de J. R. R. Tolkien está de casa nova: HarperCollins Brasil

Editora passa a publicar toda a obra do autor de "O Senhor dos Anéis", começando com título inédito no país

É fato que  J.R.R. Tolkien é um dos maiores autores da literatura contemporânea, conhecido mundialmente por livros como a trilogia O Senhor dos Anéis, O Hobbit e  O Silmarillion, entre outros clássicos, mas a novidade é que o consagrado autor está mudando de casa editorial no Brasil. A HarperCollins, uma das maiores editoria do mundo, passa a ser a detentora dos direitos de publicações da obra de Tolkin no país. A nova fase do escritor, poeta, linguista e professor britânico no em terras tupiniquins começará com o lançamento, previsto para novembro, de Beren e Lúthien, título ainda inédito em língua portuguesa, e prevê um realinhamento da percepção de sua obra entre os leitores brasileiros.

De acordo com Omar de Souza, diretor editorial da HarperCollins Brasil, o plano que convenceu os herdeiros do autor de que a editora seria a melhor opção incluiu um projeto consistente de reposicionamento, o lançamento de obras inéditas no país – incluindo o gigantesco The History of Middle-Earth (História da Terra-Média, em tradução literal) – e, principalmente, um trabalho forte de distribuição que garantisse a exposição constante de todos os títulos de Tolkien (não apenas a trilogia fundamental) nas livrarias brasileiras.

Omar ressalta que um dos principais objetivos é redefinir a literatura de J.R.R. Tolkien no Brasil. “Em outros países, particularmente na Europa e nos Estados Unidos, a obra de Tolkien tem status de literatura canônica. Queremos estender essa percepção ao Brasil, e isso passa por uma revisão dos critérios editoriais, divulgação, marketing e até tradução, tal como fizemos com os primeiros livros de C.S. Lewis que reeditamos”, explica.

Para Patricia Hespanha, diretora executiva da HarperCollins Brasil, também comemora a aquisição. “O processo para definir a casa publicadora de Tolkien é rigoroso em todos os países, e não poderia ser diferente aqui”, diz. “Os herdeiros são muito zelosos com sua obra. Foi mais de um ano de negociação, e estamos muito orgulhosos por saber que essa escolha coroa o esforço que fizemos para oferecer um projeto sólido que demonstra nosso respeito ao legado do autor.”

Já para Samuel Coto, gerente editorial na HarperCollins, será o responsável pela edição de Tolkien nessa nova fase. Fã incondicional do autor e aficionado de sua mitologia, sua reverência pelo escritor britânico se reflete na forma como pretende trabalhar com sua obra: “Fui criado lendo a obra de Tolkien, sempre fui fascinado por seu universo mitológico”, conta. “Mais que uma responsabilidade, editar sua obra é uma espécie de realização de um sonho. Como editor, terei a oportunidade de dar ao ‘Legendarium’, e a outros títulos além da mitologia principal, o tratamento editorial esperado por fãs como eu.”

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.