“O Céu e o Inferno” na Arena Carioca Jovelina Perola Negra

O espetáculo baseado na obra de Allan Kardec tem apresentação única no dia 08 de outubro na Pavuna

foto: Polly Campos
foto: Polly Campos

Qual nosso destino após a morte física? Existem o Céu e o Inferno? Para onde vamos? O que seremos após a morte? Essas e outras questões são abordadas na peça “O Céu e o Inferno”, baseada na obra de Allan Kardec. O espetáculo terá única apresentação no dia 08 de outubro, às 18h, na Arena Carioca Jovelina Pérola Negra, na Pavuna. A peça fala sobre a justiça divina segundo o espiritismo e suas aplicações da vida. Com direção e texto de Caíque Assunção, que também está no elenco, a peça conta ainda com os atores: Reginaldo Matias Gomes Filho, Samira Souza de Azeredo, Carlos Henrique Nagipe Assunção e Anderson Fernandes de Paiva.   

A história se passa na Paris do século XIX, numa sala repleta de pessoas que observam uma mesa se movimentar sem que ninguém a toque. Elas fazem perguntas que são respondidas pelas inteligências invisíveis com batidas na mesa. Revela-se um mundo novo e fascinante. Esse é o ponto de partida do espiritismo e do espetáculo, que apresenta dez casos selecionados entre mais de 60.      

O diretor Caíque Assunção explica que a peça procura traçar um panorama da história do espiritismo: “Para onde vamos após a morte? Essa foi a questão levantada pelos primeiros espíritas, um dos maiores enigmas da Humanidade ao longo da História”.  

 SINOPSE

A peça mostra, em especial, algumas mensagens encaminhadas aos médiuns da Sociedade Espírita de Paris. Mensagens em que espíritos dos mais variados vêm contar o que encontraram após a morte e falar da saudade que sentem dos entes queridos, das recompensas e das penas. Há mensagens de espíritos benevolentes, suicidas, criminosos, endurecidos, nobres e plebeus, rainhas e príncipes. 

O DIRETOR 

Caíque Assunção começou como ator aos 13 anos de idade. Também foi autor de uma série de artigos em Reformador, publicado nos 1º Semestre de 2014, sobre pesquisas relacionadas com a vida do senador Publius Lentulus, sob o título: “Existência de Publius Lentulus ao tempo do imperador Tibério”.

FICHA TÉCNICA

Texto: Caíque Assunção

Direção: Caíque Assunção

Elenco: Reginaldo Matias Gomes Filho, Samira Souza de Azeredo, Carlos Henrique Nagipe Assunção e Anderson Fernandes de Paiva.

Tempo de Duração: 70 minutos

Adaptação e Direção: Caíque Assunção

Iluminação: Priscila Pereira

Serviço:

Arena Carioca Jovelina Pérola Negra
Endereço – Praça Ênio, S/N – Pavuna
Dia: 08 de outubro – domingo
Horário: Às 18h
Tel: 2886-3889
Capacidade: 320 lugares
Classificação 16 anos
Preço: 20,00 (Todos pagam vinte reais)