21 C
Rio de Janeiro
sexta-feira, julho 3, 2020

Soco no estômago de uma sociedade doente

Entrega dos atores leva o público a refletir sobre o preconceito, a homofobia, a irracionalidade e, principalmente, a solidão

Destaques na semana

Maitei Hotel presta homenagem aos moradores de Arraial d’Ajuda com a série de vídeos ‘Gente da Terra’

Tradicionalmente, no mês de junho são celebrados Santo Antonio, São João e São Pedro. Data mais esperada e festejada no calendário da Bahia e...

Arte no Palco, Em Casa e Etc e Tal

Pensando em fazer a espiral da arte continuar a todo vapor em pleno isolamento social, a companhia carioca Etc e Tal, acostumada...

Memorial de Amor Inquieto

O elenco formado pelas atrizes, Beth Monteiro, Danielle Holanda, Francyne Araújo & Thatiana Lösch farão leitura de trechos do espetáculo Memorial de Amor Inquieto, que...

Receitas quentes e deliciosas para o inverno 2020

Com a chegada do inverno e as baixas temperaturas da estação, a dica é saborear receitas quentinhas para aquecer o estômago. Por...

Tive a oportunidade de assistir a peça Tom na Fazenda, com texto original do canadense Michel March Bochau, duas vezes: no Teatro Sesi e no Cesgranrio. A primeira, então, foi bem intensa: meus olhos não desgrudavam nem só por um instante de cada cena,  tamanho o impacto que a história e a interpretação dos atores causaram. Era uma sexta-feira à noite e, ao sair do Sesi, no Centro do Rio, quando a maioria das pessoas está tomando o tradicional chope para curar as mágoas,  meu coração disparava de tão tensa que eu ficara. Não conseguia pensar em outra palavra para me remeter aquela história, tão triste, pesada e maravilhosa: SOLIDÃO.  Apesar de os quatro personagens terem pouca ligação, excetuando mãe e filho,  é a solidão que os une por mais que isso pareça patológico.  Tom é casado com um homem de 25 anos que morre num acidente de motocicleta na cidade grande e leva o corpo de seu namorado para que o funeral seja feito na fazenda da família dele numa cidade distante.

Qual não é a sua surpresa quando ninguém sabe de sua existência e, o
pior, ele também não fazia ideia, ao menos, que o namorado tinha
um irmão mais velho, completamente truculento, que não aceita sua
sexualidade e está o tempo todo, de uma certa forma, pedindo ajuda com
suas inúmeras agressões ao então cunhado e ao provável objeto de uma
nova paixão. A “loucura familiar ” é tanta que Tom se vê obrigado a
entrar num jogo de mentiras e inventa para a mãe deles, a mando do
cunhado, que seu irmão tinha uma linda namorada, de nome Elen e que só
falava inglês.

A peça é um soco no estômago de nossa sociedade doente, carente,
preconceituosa, mentirosa e homofóbica. Também faz as famílias
refletirem sobre o que é o amor entre mães e filhos,  homens e
mulheres, homens e homens, mulheres e mulheres. Ou seja o amor entre
os seres humanos em sua essência, tão difícil de ser encontrado nos
dias de hoje, mas ainda possível.

O  texto é baseado no original Tom à la Farme do autor canadense
Michel Marc Bouchard e foi adaptado e traduzido no Brasil pelo ator
Armando Babaioff, que interpreta Tom. Ainda estão no elenco  Gustavo
Vaz , Soraya Ravenle e Camila Nhary. Quem assina a direção é Rodrigo
Portella. A entrega do atores é visceral. Tem-se a impressão que o
palco, de fato, vira uma fazenda, que diga-se de passagem muito bem feita pela cenógrafa Aurora dos Campos. Um texto complexo que é pura emoção durante as quase duas horas de espetáculo, que termina a temporada no Petra Gold, no Leblon, neste domingo (16 de fevereiro).

Produtor cultural João Luiz Azevedo faz sucesso com Projeto 8 em Ponto

João Luiz Azevedo
João Luiz Azevedo

Em tempos de crise na área cultural em todo o país, o produtor carioca João Luiz Azevedo consegue driblar as dificuldades e, com muita garra e talento, vem emplacando no cenário carioca, vários projetos vitoriosos. Um deles é o Projeto ‘8 em Ponto’, onde ele  apresenta shows-tributos no Teatro do Fashion Mall, em São Conrado. Desde o início deste ano, João Luiz Azevedo vem ocupando com seus espetáculos esse prestigiadíssimo teatro, com quase 400 lugares, localizado dentro do Shopping São Conrado Fashion Mall.  Inicialmente com seu musical em homenagem ao cantor e compositor Gonzaguinha: o eterno aprendiz, que iniciou em janeiro e, devido ao sucesso, teve sua temporada estendida até o fim de março/2020.

Robertinho do Recife no Theatro Net Rio

Robertinho de Recife
Robertinho de Recife

O guitarrista, arranjador e produtor Robertinho de Recife faz show, nesta terça-feira (dia 18), às 21h, no Theatro Net Rio, em Copacabana. O título do espetáculo não poderia ser mais sugestivo O sucesso dos outros é o meu também! Considerado um dos melhores guitarristas do Brasil, começou a tocar ainda menino. Aos 12 anos, apresentava-se tocando até com os pés. Ainda como aluno de seminário estudou música sacra.

Robertinho Morou nos Estados Unidos, onde tocou em bandas de country e blues. Cuidadoso no que faz, ele procura extrair o melhor de seu trabalho. Nos mais de 40 anos de trajetória na música, já gravou com Yahoo (no qual foi integrante-fundador) Geraldo Azevedo, Zé Ramalho, Raimundo Fagner, Hermeto Pascoal, entre outros.

Exposição de pinturas pelo IPad no Leblon

O bispo
O bispo

Precursora em pintura pelo do IPad Maria Dolores Wanderley, que é escritora, doutora em geologia e professora da UFRJ, fará a exposição Cores e Delicadezas dos quadros feitos, por meio de arte digital na Travessa do Leblon, no dia 5 de março. Maria Dolores encontrou no universo digital um modo de ressignificar a arte. Na ocasião, também estará lançando dois novos livros: Poemas Escolhidos e O Suspeito – contos escolhidos. Seus traços são abstratos, na maior parte coloridos, alguns fazem alusão ao Nordeste, região natal da artista. Dolores utiliza-se da impressão em fine arts para suas obras, agregando-as valor, por se tratar de um sistema preciso e mais primoroso de imprimir a arte, adotada por uma vasta linha de fotógrafos conceituais, de moda e arte.

- Advertisement -

Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Últimas notícias

Desafio 10×10: Em iniciativa inédita, grafiteiros criam coletivamente obra doada para leilão solidário

O Desafio 10x10, gincana nacional que tem como objetivo alimentar 10 milhões de famílias, recebe doação de obra produzida coletivamente pelos artistas...

Farinha Pura divulga programação de lives para julho

Desde o início de maio, o Empório Farinha Pura vem realizando lives especiais para descontrair e levar conhecimento para os clientes que...

Feira de São Cristóvão retoma atividades neste sábado

Informes sobre as regras de ouro foram instalados por todo equipamento municipalDepois de mais de 100 dias fechado, a Feira de São...

Bares e restaurantes reabrem as portas para os atendimentos presenciais

O Ancoramar, tradicional restaurante no Centro do Rio, acaba de reabrir as portas para o atendimento presencial. Com todos os protocolos de segurança,...

Feira Online aproveita quarentena para incentivar desapego e consumo consciente

A quarentena tem feito muita gente arrumar a casa e mexer nos armários. Por isso, pode ser também o melhor momento para...
Share via