Home Notícias Projeto UÇÁ abre inscrições para Coletivo Jovem

Projeto UÇÁ abre inscrições para Coletivo Jovem

por Redação
Projeto UÇÁ

Com o objetivo de estimular o protagonismo da juventude em ações socioambientais, o Projeto UÇÁ — iniciativa da ONG Guardiões do Mar, com o patrocínio da Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental, está com inscrições abertas, de 06 a 19/12/21, para o Coletivo Jovem UÇÁ. Serão selecionados 30 jovens voluntários, sendo cinco de cada município de atuação do Projeto: Guapimirim, Itaboraí, Maricá, Niterói, Rio de Janeiro e São Gonçalo.

Os selecionados receberão formação na área ambiental durante 24 meses. As oficinas ocorrerão mensalmente e serão realizadas no formato híbrido, intercalando atividades presenciais e remotas. Neste período, as demandas e necessidades que surgirem nas comunidades de moradia dos jovens selecionados serão abordadas e trabalhadas. Os jovens terão ainda a oportunidade de desenvolver uma pesquisa, participando de todas as etapas — do processo de desenvolvimento científico até a sua publicação. As oficinas serão às quartas-feiras, com horário a ser definido entre a equipe e os participantes.

“Acreditamos que o Coletivo Jovem possa estimular o protagonismo da juventude em ações socioambientais, suscitando a autonomia e o pensamento crítico dos participantes para que desempenhem um papel ativo, planejando, engajando e desenvolvendo ações que visem uma sociedade mais justa e equalitária”, conclui Rafaela de Sá Coelho, educadora ambiental do Projeto UÇÁ.

Para se candidatar às vagas, os jovens devem ter idade entre 18 a 29 anos completos e serem residentes de uma das áreas de atuação do Projeto UÇÁ (Guapimirim, Itaboraí, Maricá, Niterói, Rio de Janeiro e São Gonçalo), além de enviar a documentação exigida pelo edital. As inscrições são gratuitas e serão realizadas on-line por meio do preenchimento do formulário disponível no link: https://forms.gle/6SqMQxbSo51XhCAf7.

Os documentos necessários para a inscrição são: foto 3×4; identidade; CPF; título de eleito; comprovante de quitação com as obrigações eleitorais; comprovante de residência; declaração de frequência informando o período ou conclusão emitida pela instituição de ensino; Certidão Negativa da Justiça Federal (adquirido no site: https://www.jfrj.jus.br/consultas-eservicos/documentos/certidao-eletronica); e currículo atualizado.

A divulgação dos selecionados será no dia 12/01/22 e os inicio das atividades em 19/01/22.

Devido às precauções com a Covid-19, todo o processo de inscrição será on-line, assim como o desenrolar das atividades, enquanto houver necessidade.

Coletivos Jovens

Os Coletivos Jovens de meio ambiente são grupos formados por representantes ou não de movimentos da juventude. Caracterizam-se por serem espaços de processos que estimulam o engajamento e atuação em relação às demandas socioambientais. Eles funcionam no formato de redes, e podem articular as pessoas e organizações, além de fazer com que as informações circulem de forma mais ágil, fazendo pensar criticamente o mundo pelo ponto de vista da sustentabilidade. Também planejam e desenvolvem ações e propostas que visem uma sociedade mais justa e equitativa.

Projeto Uçá

Desde 1998, a Ong Guardiões do Mar cria e atua em ações socioambientais que produzem conhecimento científico e mobilizam lideranças comunitárias e de povos tradicionais para a conservação de manguezais e combate ao lixo nos ecossistemas costeiros. É a realizadora do Projeto UÇÁ, com o patrocínio da Petrobras por meio do programa Petrobras Socioambiental, iniciativa que mais retirou resíduos sólidos no recôncavo da Guanabara na última década: retirou 35 toneladas de lixo de 28 hectares deste ecossistema através da Operação LimpaOca, restaurou 182 mil metros quadrados de florestas de mangue na APA de Guapi-Mirim e plantou mais de 64 mil árvores das três espécies de mangue.

Pioneira em educação ambiental inclusiva, foi vencedora do Prêmio Hugo Werneck (2017) e do Prêmio Firjan Ambiental (2020). Integra a Rede Águas da Guanabara – REDAGUA, a Rede Nacional de Manguezais – RENAMAN e o Movimento Viva Água – Baía de Guanabara. Para o triênio 21/24, atua em ações integradas com realização de serviços ecossistêmicos, educação ambiental e pesquisa em 5 municípios da região da Baía de Guanabara e em Maricá. Mais informações em facebook.com/projetouca/ e no Instagram @projetouca.

Matérias relacionadas

Deixe um comentário