Home Notícias Miss Plus Size Nacional 2020/2021

Miss Plus Size Nacional 2020/2021

por Redação
Eduardo Araúju, idealizador do concurso, com a Cearense Ludmilla Holanda - Miss Plus Size Nacional 2019

Eduardo Araúju, idealizador do concurso, com a Cearense Ludmilla Holanda – Miss Plus Size Nacional 2019

É muita emoção, e emoção duplicada! No dia 4 de dezembro (sábado), no Centro Cultural João Nogueira – Imperator, acontece a premiação do concurso Miss Plus Size Nacional 2020/2021, reunindo 24 candidatas de vários estados, inscritas na edição de 2020, que não aconteceu por causa da pandemia, e na edição de 2021. Além dos desfiles, haverá apresentação da cantora e atriz Gottsha, uma das juradas, que vai cantar Hopelessly Devoted to You, sucesso de Olivia Newton-John que está no clipe que ela gravou com sete modelos plus size.

Será uma grande festa do segmento plus size! No sábado, dia 4, os desfiles começam às 17h. Na véspera, todas as 24 candidatas vão ao Corcovado para receber as bênçãos do Padre Omar, padrinho do concurso idealizado pelo produtor Eduardo Araúju, um mestre na arte de inclusão feminina – seja pelo número do manequim, seja pela idade.

E a emoção não é só para as candidatas que saem da invisibilidade na sociedade para o tapete vermelho da passarela. É também para Araúju, que se emociona com a alegria das candidatas pela simples oportunidade de serem vistas.

“Joguei holofote em quem se sentia invisível. E assistir a esse empoderamento, à superação dessas mulheres que durante anos foram vítimas da cruel gordofobia, me enche de felicidade. E mais ainda ao constatar o apoio da família e dos amigos delas. Eu sei o quanto isso tudo é importante para mulheres plus size. E, se é para elas, é para mim também”, empolga-se Araúju.

Com roteiro e direção de Marcos Salles, produção executiva de Valéria Dantas e realização da Cenário Produções, o Miss Plus Size Nacional vai escolher 11 vencedoras. Serão três primeiras colocadas e as eleitas nas categorias Virtual (votada pelo Instagram @missplussizenacionaloficial, que também vai transmitir os bastidores do concurso), Fotogenia, Sênior, Elegante, Simpatia, Popular e Turismo. A Miss Plus Size Nacional 2021 ganhará R$ 2 mil e mais outros prêmios.

Além de Gottsha, o júri conta com a gestora cultural e madrinha do plus size Fernanda Borriello; Daniele Barros, secretária de Cultura do Estado do Rio de Janeiro; as atrizes Ana Baird e Mary Sheyla; o fotógrafo Felipe Menegoy; e Júnior da Lucinha, secretário de Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida do município do Rio de Janeiro.

E você? Como vai participar dessa incrível ação inclusiva?

Apóie. Divulgue. Inclua.

Eduardo Araúju

O maquiador, professor de modelos e manequins, e produtor visual Eduardo Araúju tem uma trajetória marcada pela coragem e pela ousadia. Realizador do primeiro concurso Miss Plus Size Carioca Oficial no Rio de Janeiro, em 2010, Araúju está sempre envolvido em iniciativas que elevem a auto-estima de quem foge aos padrões de beleza ditados pela moda. Ao longo de mais de 30 anos de carreira, ele vem contribuindo para que entrem na moda outros padrões de beleza feminina: mulheres mais cheinhas, mais maduras…

Em 2020, Eduardo Araúju foi convidado pelo Teatro Rival Refit para comandar lives semanais com ícones do mundo artístico LGBTQI+, em que entrevistou grandes nomes como Nany People, Lorna Washington, Silvetty Montilla, Samara Rios, Miami Pink e Suzy Brasil.

Mesmo com os reconhecimentos nacional e internacional que tem hoje, ele não se esquece do começo, quando, ainda bancário, vendia cosméticos para reforçar o orçamento. Foi nessa época que conheceu a cantora Elza Soares, então em cartaz no Cassino Amarelinho, na Cinelândia. Por razões que o acaso não explica, o jovem bancário bateu no camarim da cantora justo na noite em que sua maquiadora não apareceu. “Você sabe maquiar?”, indagou Elza sem nenhum constrangimento. A partir dali, o jovem Eduardo Araúju abraçou o ofício de maquiador e acompanhou a artista durante 30 anos.

Desde então, o maquiador ou produtor visual (como o próprio prefere) adquiriu know-how suficiente para figurar entre os melhores profissionais do país. Seus pincéis e batons pintaram os rostos de uma verdadeira constelação, que inclui, além de Elza Soares, as cantoras Lana Bittencourt, Waleska, Elizeth Cardoso, Zezé Gonzaga e a apresentadora Xuxa Meneghel; sem esquecer das manequins internacionais Veluma e Maria Rosa.

Em 1991, Araúju passou a ministrar aulas de modelo e manequim para mulheres 60+ no SESI de Jacarepaguá. Ele perdeu a conta de quantas profissionais formou e colocou no mercado, participando de anúncios televisivos ou ilustrando peças publicitárias. Em seus cursos, Eduardo gosta mesmo é de aguçar a criatividade e o sex appeal das senhoras. E foi assim que, em julho de 1996, 14 senhoras desfilaram roupas confeccionadas com materiais reciclados, criados por elas, sob o comando dele, em plena Avenida Paulista. Naquele mesmo ano, os cariocas presenciaram um desfile de roupas íntimas em plena Avenida Atlântica, em Copacabana, e na Feira da Providência. O mesmo ocorreu na comemoração pelos 100 anos do Méier. Nada fora do comum, tirando o fato de que as modelos eram todas senhoras na faixa entre 60 e 70 anos.

Em 1998, Eduardo Araúju criou o concurso “Miss Terceira Idade de São Paulo”; em 1999, “A Mais Bela Senhora do Rio de Janeiro”; e em 2001, idealizou os concursos “Miss Rio de Janeiro da Maturidade”, para senhoras entre 40 e 60 anos, “Rainha Rio de Janeiro da Maturidade” e “Rainha das Rainhas” para senhoras a partir de 61 anos.

A ousadia e a criatividade de Eduardo Araúju levaram seu nome correr mundo e chegar a países como Argentina, Angola, Polônia, Japão a toda a Europa. Dentre os muitos registros pela mídia internacional, destacou-se na TV europeia ARTE, num documentário feito no Brasil para ser exibido em toda a Europa. Eduardo também foi convidado a gravar um documentário sobre Misses da América Latina, exibido na Polônia.

O carinho e a dedicação a seu ofício e ao público da terceira idade também lhe renderam Moções da Câmara Municipal e Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) entre 2001 e 2007.

Serviço
Miss Plus Size Brasil 2020 e Miss Plus Size Brasil 2021
Desfiles e concursos
Data: 4 de dezembro (sábado)
Horário: 17h
Local: Centro Cultural João Nogueira – Imperator
Ingressos: R$30,00

Matérias relacionadas

Deixe um comentário