Home Destaque Guarda tem os preços de casas mais acessíveis em Portugal de acordo com a Imovirtual

Guarda tem os preços de casas mais acessíveis em Portugal de acordo com a Imovirtual

por Redação
foto: Simon Couball

Imovirtual reportou um aumento de 0,9% no preço médio dos imóveis a nível nacional para Portugal, continuando a tendência do mercado à medida que se recupera após a pandemia. Guarda é atualmente a região mais acessível de Portugal, com o preço médio de um imóvel fixado em 113.090€ convidativos, o que é quase 400.000€ mais barato do que um imóvel semelhante em Lisboa. Em Julho de 2021, as regiões de Portugal mais caras para comprar imóveis eram Lisboa, Faro e a Região Autónoma da Madeira, e as áreas mais acessíveis para se comprar imóveis eram Guarda, Portoalegre e Castelo Branco.

Apesar de ser a região mais acessível de Portugal, Guarda está repleta de cultura, história e arquitetura deslumbrantes. A catedral de Guarda levou quase 200 anos para ser construída, com obras feitas em torno de 1390 e continuando até o século 16, ladeada por incríveis arcobotantes e de estilo gótico. Guarda é também o lar de uma vila que é constantemente considerada uma das mais bonitas de Portugal e do resto da Europa. Sortelha é uma comunidade com raízes que remontam ao século XIII e que, aparentemente, não mudou muito desde então. Lindos telhados vermelhos e casas de pedra, ruas de granito e uma longa história, uma verdadeira joia no campo português. 

Castelo Branco é outra das regiões mais acessíveis de Portugal e é tão intrigante quanto Guarda. Jardins incríveis, museus de arte e história bem conservados e o charmoso centro histórico fazem de Castelo Branco um lugar delicioso para se viver. Para aqueles desanimados por sua distância da costa, não precisam se preocupar, pois também é o lar de algumas praias fluviais incríveis, e perto de Sesmo e Almaceda você encontrará piscinas naturais ao ar livre esculpidas na rocha pelas correntes. Guarda e Castelo Branco têm preços médios imobiliários consideravelmente acessíveis de apenas 113.090€ e 126.010€, respectivamente.

Lisboa tem o preço médio de propriedade mais caro de Portugal, atingindo cerca de 600.709€, mas por um bom motivo. O centro econômico e cultural do país é o centro de 120 rotas aéreas, e é uma metrópole europeia capaz de oferecer um pouco de tudo. Nos últimos anos, houve um aumento constante no número de nômades digitais que se mudaram para lá, o que só aumentou desde a pandemia. Na verdade, tantos nômades digitais começaram a chamar Lisboa de casa que uma cidade nômade digital começou a ser construída nos arredores da capital. Em comparação com suas cidades análogas do norte, como Londres ou Paris, os preços vistos em Lisboa são até que razoáveis e claramente não foram excessivamente inflacionados por investidores e bilionários.

Matérias relacionadas

Deixe um comentário