Nina Wirtti e Luis Barcelos homenageiam Jacob do Bandolim e Elizeth Cardoso no show “Chão de Caminho”

Teatro SESI Centro - sexta-feira, 06 de abril, às 19h

Lançado nacionalmente em setembro de 2017 na “Casa do Choro”, o CD CHÃO DE CAMINHO fora muito elogiado por crítica e público, passou pelo palco do “Solar de Botafogo” e agora chega ao palco do Teatro SESI Centro na sexta-feira 06 de abril (às 19h) no intitulado CHÃO DE CAMINHO, O SHOW. Em única, inédita e especial edição, o show também presta reverência e homenagem à JACOB DO BANDOLIM — cujo centenário foi completado em fevereiro deste ano — e à cantora ELIZETH CARDOSO (lançada por Jacob no início de sua trajetória artística), uma vez que ambos são referências muito importantes para os jovens artistas, tendo suas obras presentes nas carreiras de cada um.

Participando da homenagem ao renomado bandolinista, o duo recebe o compositor e violonista Oswaldo Gusmão apresentando a composição “O voo da mosca”, de Jacob, em sua versão letrada. “Oswaldo é autor de uma letra póstuma muito elogiada e surpreendente para a obra ‘O vôo da mosca’, que foi lançada recentemente em clipe (https://www.youtube.com/watch?v=4LGp6Ej5_0g) no qual eu participo cantando”, conta NINA.

CHÃO DE CAMINHO, O SHOW, acrescenta, portanto, às canções do CD, músicas recentes compostas por LUIS — “Um abraço no Hamilton”, “Olhos Fechados” e “Negra”, esta com a cantora e compositora Iara Ferreira –, também samba, tango argentino e habanera (música e dança cubanas em compasso binário, com figuração rítmica característica) e, claro, choros de JACOB e músicas interpretadas por ELIZETH. Sendo um show camerístico, popular e surpreendente, traz à luz a essência latino-americana na música brasileira (também na contemporânea), resultado das inúmeras influências dos ritmos dos hermanos, e o diálogo possível entre todos estes gêneros.

Não se limitando ao repertório exclusivo e original, CHÃO DE CAMINHO, O SHOW é uma proposta artística multi-linguagem, em que as canções misturam-se a interferências artísticas selecionadas pela dupla, proporcionando ao público uma imersão delicadamente ousada na cultura latino-americana e nas músicas dos artistas homenageados. O público pode aguardar por surpresas do roteiro inventivo e singular de NINA WIRTTI e LUIS BARCELOS, fruto também da vivência de ambos na pesquisa e no teatro musicais. O cenário e as ilustrações são da artista plástica Anita Eckman, também autora das ilustrações do encarte e da capa do CD. Junto às ilustrações de Anita, projeções diversas são feitas pelo designer Caco Chagas(consagrado pelo trabalho junto ao “Teatro de Anônimo”). 


CHÃO DE CAMINHO – CD

Um projeto inédito em disco na história recente da música brasileira, por ser gravado apenas com voz e bandolim (dez cordas), o CD CHÃO DE CAMINHO (Tenda da Raposa / selo “FINA FLOR”, com a produção de Carlos Fuchs) consolida a parceria de anos dos gaúchos NINA WIRTTI (cantora) e LUIS BARCELOS (bandolinista e violonista), unindo o “canto preciso de Nina com o toque do bandolim de Luis, hábil no acompanhamento, nos solos e nos contrapontos” (Mauro Ferreira).

Calcado nesta formação inusitada e inédita no Brasil, traz onze faixas que mostram as fortes influências do continente sul-americano nos dois artistas, em diálogo com o choro e o samba, conforme a dupla vem trabalhando, se especializando e apresentando em suas carreiras. É possível lançar o olhar contemporâneo sobre as tradições brasileiras e latinas, passíveis de diálogo com a nova safra de compositores do Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Pará, entre pérolas garimpadas do cancioneiro das primeiras décadas do século XX.

No repertório estão a faixa título “Chão de Caminho” (parceria inédita do renomado violonista Yamandu Costa com o consagrado compositor Paulo Cesar Pinheiro), canções inéditas de Anna Paes e Sérgio Souto (“Mandinga”), Yuri Reis (“Que o céu também me leve”), Afonso Machado e Luiz Moura (“Bonde da Ilusão”), e algumas garimpadas: do conterrâneo gaúcho Lupicínio Rodrigues (“Eu e meu coração”), do argentino Homero Manzzi (“Fruta amarga”); do cubano Rodolpho de Athayde(“Barco Velero”), do mexicano Adolfo Salas (“Amor, no fumes en la cama”), dos brasileiros Hervé Cordovil e Vicente Leporace (“Jangada”), e da peruana Chabuca Granda (“La flor de la canela”). De Baden Powell e Paulo César Pinheiro, “Voltei” encerra o CD, mostrando, enfim, um ciclo que se inicia e se encerra, pontualmente, com mesmo consagrado compositor na música brasileira. 

SERVIÇO
CHÃO DE CAMINHO, O SHOW – homenagem à Jacob do Bandolim e Elizeth Cardoso – com participação especial de Oswaldo Gusmão

Local: Teatro SESI (Av. Graça Aranha, 01 – Centro – Rio de Janeiro)
Tel.: (21) 2563-4163
Data: sexta-feira, 06 de abril, às 19h
Ingresso: R$34 (inteira) | R$17 (meia-entrada para estudantes e idosos)
Classificação: livre.
Duração: 60min

Projeções: Caco Chagas
Arte e cenografia: Anita Eckman
Iluminação: Adriano Rodrigues
Produção executiva: Perla Barros

Plataformas ::

Youtube:
https://www.youtube.com/watch?v=-CfkJHcCl_o&list=PLaJOlXqVtAC_JL5d41C1Y73e3bWxZxebz

Spotify: 
https://open.spotify.com/album/3XXdNXu2qqD2kG8OMwU81u

Luis Barcelos – Youtube:
https://www.youtube.com/user/sombrluis19

Nina Wirtti – Youtube: 
https://www.youtube.com/user/nwirtti

CD “Joana de tal…” – Spotify:
https://open.spotify.com/album/0Oivkm8f3O3YIIvPEJJr05

Mais informações em: “Nina Wirtti & Luis Barcelos – Chão de Caminho”: 
https://www.facebook.com/Nina-Wirtti-Luis-Barcelos-Chão-de-Caminho-1628904363995485

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.