20.5 C
New York
junho 26, 2019
Notícias

Mostra Travessias sobre refugiados no SESC

A união entre sensibilidade, empatia, política e arte marca a mostra de teatro Travessias, que busca trazer muita reflexão sobre migrantes e refugiados, usualmente silenciados e invisíveis aos olhos de muitos. Travessias traz a tona histórias que respeitam o percurso daqueles que deixam sua terra para tentar (sobre) viver em outro lugar. Desta forma, artistas refugiados e migrantes também estarão em cena, uma forma de construir uma representatividade real e possível.

Um dos principais objetivos da mostra é levar o tema para lugares mais distantes, unindo cultura, estética, criação, entretenimento e pensamento crítico, através de um espetáculo adulto (Migraaaaantes ou tem gente demais nessa merda de barco) e um infantil (Qual é meu nome mamãe?), além de roda de conversa com o título TRAVESSIAS – Experiências de migração no Brasil” e show da banda Terremoto Clandestino, formada por refugiados e migrantes, que também origina o bloco de carnaval de mesmo nome, agregando diferentes ritmos, danças e culturas (haitiana, congolesa, angolana, senegalense, gambiana, argentina, mexicana, brasileira) em uma única celebração. Travessias acontecerá no SESC Duque de Caxias e no SESC São Gonçalo. As atividades acontecerão entre os dias 02 a 15 de junho. Mais detalhes abaixo:

Dia 02 de junho – SESC SÃO GONÇALO

Espetáculo infantil Qual é meu nome mamãe?
De roteiro inspirado pelo livro My name is not Refugee, de Kate Milner, essa é a mais nova produção infantil do grupo Cegonha – Bando de Criação, que fez a elogiada Makupuni em 2017. Qual é meu nome mamãe? leva ao palco toda a trajetória da família do livro de Milner, sempre sob a perspectiva de um jovem menino, expondo dores, dificuldades, diversão e excitação que rodeiam o garoto, trazendo a poesia contida na dor de ser um refugiado e ter de se reinventar em outro país.

Serviço:
Local: SESC São Gonçalo
Data: 02 de junho
Horário: 16h
Ingresso: 10,00 (inteira); 5,00 (meia); GRATUITO para menores de 16 anos.
Classificação: livre
Contato: cegonhabando@gmail.com  – (021) 981082856
Duração: 50 minutos.

Ficha técnica
Texto original: “My name is not Refugee” de Kate Milner.
Idealização do projeto: Miguel Araujo e Vida Oliveira
Direção: Vida Oliveira
Assistente de direção: Miguel Araujo
Adaptação dramatúrgica: Vida Oliveira
Elenco: Luiza Süssekind, Miguel Araujo, Pedro Ivo Maia.
Idealização das formas animadas: Miguel Araujo e Vida Oliveira
Concepção e confecção dos bonecos: Ademir de Souza
Cenário: Miguel Araujo e Vida Oliveira
Figurino e objetos de cena: Luiza Süssekind e Vida Oliveira
Supervisão de cenário e figurino: Danielle Geammal
Desenho de luz: Ricardo Rocha
Animações e desenho de mapping espetáculo: Nicole Schlegel
Trilha sonora original: Ricco Viana
Pesquisa musical: Pedro Ivo Maia
Costureira: Vicentina Mendes
Cenotécnico: Renato Marques
Produção: AR Produções | André Roman e Vida Oliveira
Realização: Cegonha – Bando de Criação

Dia 08 de junho – SESC DUQUE DE CAXIAS

Espetáculo adulto Migraaaaantes ou tem gente demais nessa merda de barco
Migraaaantes é uma ensaio crítico de Matei Visniec, autor contemporâneo renomado de origem romena e radicado na França. O texto contempla a crise dos processos migratórios. Fragmentos de narrativas que abordam os diversos lados da crise humanitária que vivemos. Milhares de corpos tratados como indesejáveis e impertinentes pela sua mera presença.

Serviço:
Local: SESC Duque de Caxias
Data: 08 de junho
Horário: 15h
Ingresso: gratuito
Classificação: 16 anos
Contato: cegonhabando@gmail.com  – (021) 981082856
Duração: 70 minutos. 

Ficha técnica
Texto: Matéi Visniec
Elenco: Bárbara Abi-Rihan, Camila Zampier, Diogo Nunes, Erick Tuller, Fábio Lacerda, Fellipe Estevão, Lia Ximenes, Vinicius Mousinho e Viviane Pereira
Direção, Cenografia e Iluminação: Ricardo Rocha
Supervisão de Direção: Renato Icarahy
Supervisão de Iluminação: Jorginho de Carvalho
Direção de Movimento e Coreografias: Palu Felipe
Direção Musical e Preparação para Canto: Vinícius Mousinho
Figurinos: Alice Cruz
Assistente de Figurinos: Marília Misailidis e Rafaela Rosa
Supervisão de Figurinos: Beth Filipecki
Pesquisa Teórica: Wellington Junior
Supervisão de Pesquisa Dramatúrgica: Walder Virgolino
Imagens e Edições: Daniel Debortoli (Códigos Art)
Programação Visual e Fotografia: Daniel Debortoli
Produção Executiva: Dyogo Botelho
Direção de Produção: Multifoco Companhia de Teatro

Dia 15 de junho – SESC DUQUE DE CAXIAS e SESC SÃO GONÇALO

SESC DUQUE DE CAXIAS

PEÇA INFANTIL QUAL É MEU NOME MAMÃE?
HORÁRIO: 16h
CLASSIFICAÇÃO: livre
INGRESSO: gratuito 

SESC SÃO GONÇALO

PEÇA MIGRAAAAANTES OU TEM GENTE DEMAIS NESSA MERDA DE BARCO
HORÁRIO: 16h
CLASSIFICAÇÃO: 16 anos
INGRESSOS: 10,00 (inteira); 5,00 (meia) 

RODA DE CONVERSA “TRAVESSIAS – EXPERIÊNCIAS DE MIGRAÇÃO NO BRASIL”
HORÁRIO: 17h:30

CONVIDADO: Adel Barkour. Sírio, Adel representou a juventude refugiada em encontros com a ONU e com movimentos sociais brasileiros. Veio com o irmão fugindo da guerra em seu país de origem, na tentativa de reconstruir sua vida e reescrever sua história. Atualmente, é aluno de química da UFRJ e professor de árabe na ONG Abraço Cultural, atuando ativamente na luta pelos direitos dos refugiados.

MEDIAÇÃO: Vida Oliveira
ATIVIDADE GRATUITA

SHOW DA BANDA TERREMOTO CLANDESTINO
HORÁRIO: 18h
ATIVIDADE GRATUITA

Posts relacionados

Bar do Zeca Pagodinho realiza Feijoada de São Jorge

Redação

Paulinho Serra e Robson Nunes apresentam stand-up comedy gratuito no Américas Shopping

Alyson Fonseca

Explosão de cores anima a criançada na Marina da Glória

Redação

Bar Bukowski completa 21 anos na próxima segunda com atração surpresa saindo do bolo

Redação

Mundo Bita resgata origem circense para temporada 2019

Redação

Especialista dá dicas para elaboração de currículo

Redação

Deixe um comentário