Mostra “E Aí? Encontrarte Artes Integradas” vai ao Leblon mostrar o que a Baixada tem

3º edição mostra um pedaço da riqueza e diversidade cultural produzida na Baixada Fluminense

DENEIR - BICICLETA VOADORA - 2.00 x 2,30 m - 2002
DENEIR - BICICLETA VOADORA - 2.00 x 2,30 m - 2002

3ª edição da Mostra E Aí? EncontrArte Artes Integradas” em comemoração ao dia da Baixada Fluminense, será na terça 25 de abril, a partir das 18h, no teatro café pequeno, Av. Ataulfo de Paiva 269, Leblon levando vários coletivos culturais e artistas que movimentam o setor da economia criativa da Baixada, em um grande show.

A Mostra QUE SERÁ GRATUITA é uma celebração artística de integração de linguagens e gêneros, com diversos coletivos, que revezam, performances e shows nas áreas de artes visuais, artes cênicas, música, dentre outros. A mostra tem a intenção de destacar as potencialidades artísticas da região, e suas realidades profissionais do setor artístico na periferia, para que reverberem seus produtos e possam reivindicar seus espaços no mercado de trabalho do setor cultural, no cenário carioca.

A Participarão desta edição conta com 10 apresentações de diversos gêneros artísticos, onde se apresentarão:

Música

Fernanda Morais e Beto Rocha 
Com uma longa e bela história de musical, Fernanda Morais e Beto Rocha misturam influências das inúmeras vertentes da MPB, de ritmos latinos e da World Music, a dupla tem uma musicalidade espiritualizada, apaixonante, agradável e comovente. A versatilidade faz com que as composições singulares e envolventes de Beto Rocha, junto à voz de Fernanda Morais, vencedora de vários festivais pelo Brasil, chegue aos corações a do público por onde passa.

Pimenta do Reino – A banda surgiu em 2001, em seu repertório, a música popular do nordeste. “Um forró diferente”, que mistura sanfona, zabumba e triângulo com violão, baixo e percussão. O resultado dessa mistura é uma melodia leve e dançante. Nos mais dez anos de estrada a banda dividiu palco com Zé Ramalho, Geraldo Azevedo, Alceu Valença, Oswaldo Montenegro, Sá e Guarabira, Zeca Baleiro, Elba Ramalho, Jorge Versilo, Luiz Melodia, Trio Nordestino, Frank Aguiar, Calcinha Preta, Falamansa entre outros. Apresentaram-se em feiras agropecuárias, festivais de música, casas de espetáculos e lonas culturais de diversas cidades do estado do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo e Bahia; tocou no Réveillon da Baixada produzido pela Rede Globo de televisão alem do FIFA FAN FEST realizado na praia de Copacabana, também pela Rede Globo junto com a FIFA.

#BaixadaNuncaSeRende – O coletivo conta com mais de cem músicos e bandas, entre eles Ras Bernardo, Dida Nascimento, Banda Rota Espiral, Banda Gente, Neco Trindade, Da Ghama, Renato Biguli e Gui Rodrigues;  Eddi MC, que estão desenvolvendo várias propostas para um audacioso projeto da ONU: provocar o interesse da população pelos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), declarados pelos 193 países-membros das Nações Unidas, entre eles, a apresentação da banda #BXDNuncaSeRende, formado por artistas de diferentes municípios da região, e de diferentes vertentes musicais, com músicas que inspirem a reflexão e a ação em prol dos ODS para dar visibilidade internacional à rica efervescência artística e cultural da região.

Teatro

Atores da Fábrica –Cia. Atores da Fábrica desenvolve uma pesquisa de linguagem através do Teatro Político-social, que visa provocar uma reflexão no expectador sobre atuais temas da sociedade, buscando uma dramaturgia que transcorre através de músicas e movimentos sincronizados, aliados ao rigor do ritmo. A encenação usada de forma não realista se potencializa nas mínimas ações da personagem em textos não verbais. A principal realização do grupo é levar um teatro de qualidade para as camadas mais populares, tornando assim a arte acessível e cumprindo o seu verdadeiro papel nessa sociedade tão excludente.

Circo

Sol sem Dó – Fundada no ano de 2010, a Cia. Artística Sol sem Dó reúne um elenco de atores de Duque de Caxias, para uma investigação aprofundada sobre a palhaçaria e o circo – teatro. Tendo como foco inicial a pesquisa sobre as técnicas ligadas ao palhaço hospitalar o grupo deu start aos seus trabalhos através do Projeto Eu Vim Te Ver. Com o desdobramento das experiências hospitalares o grupo vem desenvolvendo a pesquisa do palhaço e do circo em diferentes ambientes, dando ênfase a ocupação dos espaços públicos e a produção estética da periferia.

Cineclubes

Mate com Angu – O Cineclube Mate Com Angu atua desde 2002 na Baixada Fluminense realizando sessões cineclubistas, produzindo filmes, dinamizando oficinas de audiovisual e provocando a região a se olhar.  O grupo tem construído um portfolio no audiovisual nacional que inclui curtas-metragens, vinhetas, programas de TV, videoartes, além de contar com grande experiência em oficinas de cinema,  novas mídias e outros processos criativos colaborativos. Em maio de 2017 o grupo realizará a terceira edição do Festival Mate Com Angu de Cinema Popular e se encontra em produção de seu primeiro longa-metragem.

Cinema de Guerrilha – O Movimento Cinema de Guerrilha da Baixada, hoje CGB filmes, ministra aulas de cinema por todo o país, tem 72 curtas que participaram de 385 festivais e mostras de cinema por todo o Brasil e no mundo, com diversas premiações. Tem filmes adquiridos no Canal Brasil e a série Vem pra Baixada, no Cine Brasil TV está em sua 3a temporada. Também atua com o Cineclube de Guerrilha, em São João de Meriti.

Artes Visuais

Mostra Baixada Em Cores – Trata-se de um acervo com imagens das obras plásticas de artistas residentes nos 13 municípios da Baixada, de diversos estilos: escultura; grafite; pinturas s/tela; fotografia; arte naif, entre outros, sob a curadoria de Claudinah Oliveira gestora do Fórum Cultural da Baixada Fluminense. Essas imagens serão exibidas no telão do palco, interagindo com as atrações do evento.

Dança

Studio de danças Valéria Brito – Atuando há 30 anos na cidade de Nilópolis tem como maistream a diretora Valéria Brito, que participou de grandes produções televisivas, como o quadro de bailarinas do Domingão do Faustão por quatro anos, por desesseis anos no Xou da Xuxa. É também  coreógrafa há 30 anos, do Grêmio Recreativo Escola de Samba Beija- flor. Foi bailarina em outros  programas  de TV, como Angélica, Wanessa Camargo e outras. Valéria Dançou em 15 países diferentes, e hoje faz parte da comissão artística de dança show do Sindicato de Dança do RJ.

MX Studio de Dança – Fundada em 2012, o MX Studio de Dança foi idealizado por Monique Soares e Alexandre Xaverinho com o objetivo de propagar a arte e a cultura em seu município. Ambos profissionais nas áreas da dança a mais de 10 anos, moradores da cidade de Duque de Caxias e com um vasto currículo de trabalhos nacionais e internacionais.

“Há uma troca entre os grupos durante a maratona e, além disso, as pessoas de fora da região têm a oportunidade de conhecer uma Baixada Fluminense que eles nunca veem nos noticiários nacionais, nos proporcionando levar a hospitalidade e amor de nosso povo, junto com um pouco de nossa beleza e riqueza cultural”, dizem os realizadores.

SERVIÇO

Mostra E Aí? – Encontrarte Artes Integradas

Data: 25 de abril de 2017 – Terça-Feira

Horário: 18h

Classificação: 12 anos

Duração: 3 horas

Endereço: Av. Ataulfo de Paiva Nº 269, Leblon Rio de Janeiro

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui