32 C
Rio de Janeiro
novembro 18, 2018
Gastronomia

Mondial de la Bière Rio abre sua 6ª edição no Pier Mauá

Mondial de La Bière - foto: Diogo Pereira
Mondial de La Bière - foto: Diogo Pereira

Cervejas premiadas são divulgadas no primeiro dia do festival 

O primeiro dia do Mondial de la Bière foi marcado pela divulgação das melhores cervejas, segundo os jurados convidados pelo evento. 376 rótulos foram inscritos no concurso Mbeer Contest Brazil, uma competição com avaliação baseada nas qualidades intrínsecas da cerveja.

Na sexta edição do evento no Rio de Janeiro, foi a primeira vez que o Mbeer Contest Brazil aconteceu no dia da abertura. Segundo Luana Cloper, diretora do Mondia de la Bière no Brasil, o objetivo da mudança é beneficiar os visitantes. “Dessa forma, as pessoas sabem desde o início a lista dos rótulos vencedores e podem se programar para degustá-los”, explica.

Um júri composto por profissionais nacionais e internacionais premiaram os rótulos nas categorias ouro e platina nesta quarta-feira, dia 05, às 20h. Sem estilos pré-definidos, os juízes fizeram provas às cegas, sem qualquer informação sobre os produtos. A cerimônia foi conduzida por Jeannine Marois, idealizadora e presidente do Mondial de la Bière internacional, e por Luana Cloper.

Foram 13 medalhas de ouro e uma de platina. A grande vencedora deste ano, que levou a platina, foi a Antuérpia, com a Nikita Cherry Hickey, uma Russian Imperial Stout. Entre as categorias de cerveja que se destacaram na premiação, estão as Sours – estilo ácido; as envelhecidas em barris de destilados, que dão aroma às cervejas; e as Imperial Stout, com alto teor alcóolico.

Medalhas de ouro:

– Suburbana, com o rótulo Treta, estilo Berliner Weisse;

– Roter Brauhof, com o rótulo Roter Sour Ale, estilo Sour Ale;

– Overhhop, com o rótulo Aeternum – uma American Imperial Stout – e Gravioh LaLa, uma Catharina Sour;

– Mistura Clássica, com o rótulo Catharina Sour Goiaba, estilo Catharina Sour;

– Wonderland Brewery, com o rótulo Gone Mad, uma American IPA;

– Dádiva, com o rótulo Brewer’s Cut, do estilo American Sour;

– Bodebrown, com os rótulos Regina Sour Framboesa – do estilo Berliner Weisse – e Cacau Ipa Wood Age, uma American IPA;

– Thirsty Harks Farm Brewery, com o rótulo Ginga De La Boe, envelhecida em barril de gim;

– Cerveja Matisse, com o rótulo Saboya, uma Catharina Sour;

– FarraBier, com o rótulo comemorativo #2anos, estilo Catharina Sour;

– Colorado, com o rótulo Guanabara Wood Aged, uma Russian Imperial Stout;

Onze jurados avaliaram as características individuais de cada rótulo:
– Beto Tempel (Trilha Cervejeira);
– João Becker (Weird Barrel Brewing Co.);
– João Gabriel (Fundador e Head Brewer da 3Cariocas);
– Juliana Laureano (Instituto da Cerveja, Santa Catarina);
– Marcelão DuLeblon;
– Maíra Kimura (Japas Cervejarua e 2Cabeças);
– Oscar Garrido (Cervecería Granizo);
– Ricardo Aftyka (Somos Cerveceros);
– Rosária Penz Pacheco (Penz Bier);
– Taiga Cazarine (Beer.com.br);
– Taís Suhre (Sommelière de cervejas)
– Tommaso Di Martino (Cervejeiro Therezópolis);

A programação musical contou com a festa Rockcetera, Banda Metais Pesados, Manni canta Amy e Corcel Mágico.

O Mondial de la Bière apoia a Lei Seca e adverte os visitantes que utilizem transporte público.

Serviço:
Data: 05 a 09 de setembro de 2018. Horário: Quarta e sexta de 1

Posts relacionados

Venit Hotéis comemora Dia Nacional da Cachaça com caipirinha premiada

Redação

Urukum oferece um roteiro com sabores típicos para celebrar o Dia da Amazônia

Redação

Duelo Brasil X Portugal na Tasca do Filho d’Mãe

Redação

Deixe um comentário