MARIANAS – Séculos de Paredes estreia no Parque das Ruínas

O Grupo Amanajé estreia, no dia 21 de fevereiro, o monólogo “MARIANAS – Séculos de paredes”, no Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas, em Santa Teresa. Com uma única atriz em cena, o espetáculo fala sobre a dependência emocional da mulher em relação ao ser amado.

A peça tem como ponto de partida as Cartas Portuguesas de Mariana Alcoforado, religiosa que viveu no século XVII e se apaixonou pelo Marquês de Chamilly, que lutou em solo português durante a Guerra da Restauração. Mariana era freira do Convento de Nossa Senhora da Conceição, em Beja, Portugal, quando escreveu as cartas.  “Amo-te mil vezes mais que a minha própria vida e mil vezes mais do que eu penso”, diz Mariana Alcoforado em uma das Cartas Portuguesas que narram a história de amor e são consideradas um clássico da literatura mundial.

O que acontecia quando meninas eram encerradas em conventos sem vocação religiosa por ordem dos pais? O que acontece quando mulheres do século XXI se aprisionam em nome da paixão em relacionamentos doentios? Sob a direção de Álexis Diogo, a atriz Helena Tojal traz à cena essas personagens femininas com o objetivo de provocar um debate sobre essas questões. Séculos de paredes culturais, comportamentais e religiosas encarceram mulheres ainda nos dias do hoje?

MARIANAS – Séculos de Paredes abrange ainda as consequências da opressão sofrida pelas mulheres nos séculos XVII e XVIII, como a manifestação exacerbada da sexualidade dentro dos conventos. O monólogo retrata a mulher daquela época, seus desejos, paixões, lutas e transformações até chegar na mulher contemporânea, que ainda sofre com a “doença da paixão”. O espetáculo traz relatos de mulheres que participam do grupo Mulheres que Amam Demais Anônimas (MADA) sobre a dependência emocional, o apego ao sofrimento e a recuperação da autoestima. Ao final da peça o público participa de um debate com a atriz e autora do espetáculo.

“MARIANAS – Séculos de Paredes” é uma realização do Grupo Amanajé com produção Cenna3 Imagem e Mídia e apoio de: Prefeitura do Rio de Janeiro, Ateliê Maria Ceiça, Mulheres que Amam Demais Anônimas (MADA) e Studio King Rock.

FICHA TÉCNICA

Texto e atuação: Helena Tojal
Colaboração: César Cardoso
Direção: Álexis Diogo
Preparação corporal: Well Santos
Cenografia: Filipe Cruz
Iluminação: Filipe Cruz
Produção: Cenna3 Imagem e Mídia
Foto/arte: RMNZ • FOTO
Realização: Grupo Amanajé 

Serviço:
Datas: 21, 22 e 28 de fevereiro e 01 de março
Horário: às 19h30
Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas
Rua Murtinho Nobre, 169 – Santa Teresa
Rio de Janeiro / RJ

INGRESSOS
Inteira – R$ 30,00
Estudantes/maiores de 60 anos – R$ 15,00
Classificação: 16 anos
Duração: 50 minutos

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.