Margarita vai à luta

Margarita é uma palhaça atrevida, ranzinza, reclamona mas tem esperança no amor e quer casar! Enche o peito e mostra que nariz vermelho é coisa séria e avisa   “Tá Tudo e Errado!  Mas a vida É Coisa  Boa”. 

É do seu tonel ambulante que retira um espetáculo portátil, cheio de surpresas. Arma um ringue em pleno palco/picadeiro e vai a luta do amor, da alegria e dos direitos da mulher. A sua indumentária (Rui Cortez) se transforma conforme suas necessidades.  Embalada pelas canções de Carmem Miranda e de Gardel celebra a vitória com a plateia, dá receita e faz um bolo para comemorar seus 30 anos de Vida! 

Ranzinza, atrevida, apaixonada, reclamona, a  pioneira na palhaçaria feminina no Brasil está completando 30 anos de carreira

Margarita recebeu seu nariz vermelho em 1988 após um curso em Buenos Aires. Desde então perambula pelas ruas do Rio e do Brasil. Foi cofundadora em 1991 e participou 10 anos d’As Marias da Graça. Mas foi em 2006, com o prêmio Carequinha que realizou seu projeto solo de dramaturgia para uma palhaça, inspirado nas gags e números clássicos de palhaços, sempre com o objetivo de mostrar que o arquétipo palhaço  pode ser também feminino! 

“ Margarita Vai à Luta”  (principalmente nos dias de hoje) foi elaborado por Ana Luisa Cardoso com roteiro de Mariana Mesquita. Estreou nas ruas e praças cariocas e depois percorreu várias cidades brasileiras e em diversos teatros, praças e picadeiros! 

Realizou o Circuito Quero Botar Meu Nariz Vermelho na Estrada – em 3 estados, 15 cidades, 3ª Mostra de Artes do Estado do Rio em 5 cidades.  

E sendo pioneira na palhaçaria feminina no Brasil foi convidada para diversos Encontros e Festivais. Em 2017 foi convidada para o 10° Ciclo de Mulheres Palhaço- na Escola de Circo Chapitô, Lisboa(Portugal). 

Citada nos livros: História do Circo no Brasil, Elogio da Bobagem de Alice Viveiros de Castro, Palhaço Bomba de Hugo Possolo, Palavra de Palhaço Ana Achcar, Artigo na Revista Anjos do Picadeiros. 

Margarita está completando 30 anos de vida e vai celebrar fazendo a  primeira temporada do “Margarita Vai À Luta” no Teatro Maria Clara Machado com  supervisão de cena de Beto Brown.

Ficha técnica
Palhaça Margarita: Ana Luísa Cardoso.
Criação, realização e atuação: Ana Luísa Cardoso
Roteiro: Mariana Mesquita
Figurinos e Adereços : Rui Cortez
Supervisão de cena: Beto Brown
Fotos: Alcindo Giandinoto e Marcio Martins

Serviço
Margarita vai à luta – 30 anos de carreira
Dias : 14 e15; 21 e 22; 28 e 29 de abril. Sábados e domingos.
Horário: sempre às 16 h.
Local: Teatro Maria Clara Machado | 
Planetário da Gávea | AV.Padre Leonel Franca, 240| Gávea.
Telefone: 21.22747722
Ingressos: R$ 20,00 e R$ 10,00
Lotação: 120 pessoas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.