Marcelo Serrado comemora 30 anos de carreira e estreia, no Teatro dos 4, “Os Vilões de Shakespeare”, de Steven Berkoff

Para comemorar os 30 anos de trajetória artística, o ator Marcelo Serrado faz curta temporada, no Teatro dos 4, do espetáculo “Os Vilões de Shakespeare”, do autor inglês Steven Berkoff. Uma adaptação de Geraldo Carneiro com direção de Sergio Módena. “Em 1985 me formei na CAL; em 1987 estreei profissionalmente em Macbeth. Agora são 50 trabalhos na TV; 14 no cinema e mais de 40 no teatro”, conta o ator. Marcelo interpretou o juiz Sergio Moro no longa sobre a Lava-Jato; está na novela das 7, “Pega Pega” e fará a próxima novela das 21h, de Aguinaldo Silva: O Sétimo Guardião. “Estreamos Os Vilões de Shakespeare em janeiro, no Parque das Ruínas; em seguida fomos selecionados para o Festival de Curitiba; nos apresentamos em Petrópolis; n’ O Tablado e Cidade das Artes. Todos, espaços de experimentação e estudo de linguagem. Agora chegamos a Broadway Carioca”, finaliza Marcelo.

“É um privilégio trabalhar com textos tão maravilhosos, extraídos de personagens marcantes da obra de Shakespeare. Vilões como Ricardo III, Coriolano, Iago, Hamlet, e outros que não gosto de pronunciar porque acho que não dá sorte”, brinca o novo imortal da Academia Brasileira de Letras, o escritor Geraldinho Carneiro. O espetáculo é “uma grande reflexão sobre os dias atuais a partir de temas como a vilania, disputa pelo poder e ambição”, relata o diretor Sérgio Módena. “É muito interessante pra um ator representar vários vilões. É onde estão todos os arquétipos: O dissimulado, o tirano, o vingativo… Essa colcha de retalhos é genial”, afirma Serrado.

“Os Vilões de Shakespeare” é um espetáculo com um olhar bem humorado, um desfile de personalidades que possuem a natureza do mal, os pecados do teatro e as vaidades dos atores. Marcelo interpreta um conferencista, uma espécie de palestrante, que reúne e analisa trechos da obra de Shakespeare ao mesmo tempo em que vive os personagens. “Estava em cartaz com Rain Man, quando o Zé Wilker me apresentou o Shakespeare’s Villains”, revela o ator.

O texto americano estreou em 1998, na Inglaterra, foi encenado pelo próprio Steven e indicado para o prêmio The Society Laurence Olivier Award de Londres, como melhor espetáculo. Em 2000 ganhou o Prêmio americano de Teatro LA Weekly para Solo Performance. Em “Os Vilões de Shakespeare”, o escritor inglês, reconhecido mundialmente por seus trabalhos como ator e diretor, investiga o que torna os vilões tão atraentes para estudantes das artes cênicas e público, examinando e apresentando alguns dos personagens do bardo inglês. “Uma ideia maravilhosa a do Steven. “A gente apenas traspôs as reflexões para o contexto do teatro brasileiro” afirma Carneiro, que já traduziu 6 peças de Shakespeare e é um apaixonado pelo dramaturgo inglês. “Tenho o meu “SIM” engatilhado para tudo que é relacionado a ele”, finaliza.

“Shakespeare, através de seus personagens, mostra causa, motivo e justificativa para que possamos compartilhar uma jornada psicológica, no lugar de condenar a maldade”, comenta Marcelo. Segundo o crítico do Daily Telegraph e do New York Times: “Em Vilões de Shakespeare, o autor transforma os personagens mais sutis em caricaturas unidimensionais, grotescas, massacrando o verso com maneirismos. A peça não tem só vilões típicos, personagens como Hamlet e Oberon dificilmente poderiam ser identificados como tal. Mas não para Berkoff, ele vai atrás das cenas de vilania de cada um.”

Os Vilões de Shakespeare

Serviço
Teatro dos 4
Rua Marquês de São Vicente 52- Gávea
Temporada: Até 01 de outubro
Dias e horários:  sextas- feiras 21h30; sábados e domingos 20h
Ingressos: Sexta- feira R$ 70,00 (inteira) / R$ 35,00 (meia). Sábados e domingos R$ 80,00 (inteira) / R$ 40,00 (meia)
Duração: 65 min
Classificação: 12 anos
Vendas: https://www.ingressorapido.com.br/compra/?id=59327#!/tickets

Ficha Técnica
Autor: Steven Berkoff
Tradução e adaptação: Geraldo Carneiro
Direção: Sergio Módena
Elenco: Marcelo Serrado
Figurino: Carol Lobato
Iluminação: Paulo Denizot