Luiz Lopez apresenta “Visceral” no Teatro Ipanema no Rio de Janeiro

Luiz Lopez (foto: Jardel Muniz)
Luiz Lopez (foto: Jardel Muniz)

O Teatro Ipanema, ícone da Cultura do Rio de Janeiro recebe o cantor, guitarrista e compositor carioca Luiz Lopez com sua Tour “Visceral”. Sucessor de “Primal” (2014), “Visceral” é o seu segundo registro em carreira-solo. Depois de gravar três discos e dois DVDs com o “Tremendão” Erasmo Carlos e um álbum com a ex-banda Filhos de Judith, o artista introduz no novo CD mais da sua musicalidade marcada por uma forte carga emocional que fica clara em suas interpretações e no vocal rasgado. O single “Eu não Quero Desacreditar” exibe essa nova fase do músico. A canção vem do coração – literalmente. Durante a gravação, Luiz optou por fazer um experimento e substituir o bumbo da bateria por batidas do próprio coração. O lançamento de “Visceral” acontece simultaneamente pela Toca Discos no formato digital e pela Canal 3 Distribuidora no formato físico.

Além de Luiz Lopez na voz, guitarra e piano, ele conta com Alan James no baixo e vocais, Rike Frainer na bateria, e a participação especial dos músicos Piero Grandi na sitar, Nitai Pada na flauta Bansuri e Marcelo Conti nas Tablas.

Show Luiz Lopez – “Visceral”

Data: 03 de agosto de 2017 (quinta-feira, 03/08)
Horário: 21h
Local: Teatro Ipanema
Endereço: Rua Prudente de Moraes, 824 /  Ipanema – Rio de Janeiro
Ingressos: R$20,00 (inteira)
R$10,00 (meia-entrada – estudantes, melhor idade e moradores da cidade do Rio de Janeiro)

Ingressos bilheteria/Informações: (21) 2267 3750 https://www.facebook.com/teatroipanema

Ingressos online: https://ticketmais.com.br/evento/view/17863/luiz-lopez-visceral

Ingresso PROMOCIONAL Postos de Venda:
01 ingresso R$10,00 (ingresso Amigo)
02 ingressos R$20,00 + 01 CD “Visceral”

Crazy Cats Bistrô https://www.facebook.com/crazycatsbistro/

Rua Sorocaba, 19 – Botafogo (21) 9 9106 9336

Punqs Pub

https://www.facebook.com/pubpanqss/

Rua Des. Isidro, 45 – Tijuca (21) 9 6980 1111

Classificação: Livre

Capacidade: 193 lugares

Facebook Evento: https://www.facebook.com/events/204188873442582/?acontext=%7B%22ref%22%3A%223%22%2C%22ref_newsfeed_story_type%22%3A%22regular%22%2C%22action_history%22%3A%22null%22%7D

Realização: Lee Martinez / Coletivo LZ / Canal 3 Distribuidora / Selo Toca Discos / A Música do Dia.
Residência artística: “VEM! ÁGORA”
Apoio: Prefeitura do Rio de Janeiro – Cultura + Diversidade.

Luiz Lopez lançou-se em carreira-solo no ano de 2013 depois de ter gravado três álbuns com Erasmo Carlos e um álbum com sua ex-banda Filhos da Judith.

Seu trabalho tem toda a musicalidade dos anos 60 e é carregada de fortes influências – entre elas, Beatles e Raul Seixas.

Ainda em 2012, com o fim dos Filhos da Judith, Luiz Lopez começou o projeto que se tornou o seu primeiro disco solo, intitulado “Primal”, lançado oficialmente em 2014.

O Início e o meio

Agora, o cantor lança seu segundo álbum, batizado de “Visceral”.

Para a tour de “Visceral”, Luiz apresenta canções dos dois discos solo e uma versão para a música “Filho Único”, de Erasmo Carlos.

Aliás, o “Tremendão” é uma influência constante em seu trabalho, dividindo com ele palcos e estúdios há quase nove anos. Desde então, também teve a oportunidade de dividir o palco com o Rei Roberto Carlos, Marisa Monte, Arnaldo Antunes, Marcelo Jeneci, Paula Toller, entre outros grandes artistas.

Visceral

Batidas do coração marcam a música de artista carioca

“Eu Não Quero Desacreditar”

tem pulsações do cantor Luiz Lopez como elemento principal

Luiz Lopez chega ao segundo álbum solo trazendo inovação na gravação do seu mais novo single. Intitulada “Eu não quero desacreditar”, a canção usa as batidas do coração do cantor em forma de percussão, para transmitir o próprio sentimento por meio do ritmo das pulsações. A faixa faz parte do álbum “Visceral”, que chegou em novembro no formato digital pela Toca Discos, e agora em janeiro no formato físico nas principais lojas do Brasil através da Canal 3 Distribuidora.

“Visceral” é sucessor de “Primal” (2014), que de acordo com o artista, revela uma atmosfera diferente e particular.

“Podem esperar muita entrega. Trabalhei intensamente cada música. As letras estão desconfortavelmente sinceras. Experimentei muitos tipos de emoções durante as gravações. A voz denuncia tudo: medo, vergonha, alegria, etc. Acho que as pessoas podem esperar um álbum profundo e honesto”.