1.5 C
New York
março 20, 2019
Teatro & Dança

Lololendi no Teatro Riachuelo Rio

Heloísa Périssé está de volta aos palcos e em dose dupla. Além de escrever e atuar na comédia Loloucas, em que fala da passagem do tempo e da amizade, a atriz, autora e roteirista assina outro projeto simultaneamente, desta vez destinado ao público infantil. O musical Lololendi, idealizado em parceria com o diretor Paulo Dimantas. Com copatrocínio da Vivo, a peça fica em cartaz dias 3, 4, 10 e 11 de novembro no Teatro Riachuelo Rio e conta a história de uma ex-dona de cantina de escola que vira cuidadora de crianças e, sem abrir mão da tecnologia, mostra a elas que há todo um mundo de brincadeiras e aventuras além da telinha do celular.

“Eu e Paulinho (Paulo Dimantas, diretor, roteirista e produtor, enteado da atriz) há um bom tempo pensamos em fazer algo juntos. E sempre que a família se reúne, inventamos brincadeiras para Pietra, a filha dele de 5 anos, e isso, aos poucos, foi se desenhando em um projeto e dando material para bolarmos a peça”, explica Heloísa, que escreveu o texto, montado com a direção de Paulo. “Comecei minha carreira trabalhando com teatro infantil e sempre quis fazer uma personagem que fosse uma mistura de Mary Poppins, Noviça Rebelde e Nanny McPhee”, confessa a atriz.

No musical, Lolô é ex-dona da cantina de uma escola, que fecha por causa da crise. Pressionada pelas dívidas e por Leleco Casas (Vitor Thiré) – rico proprietário de vários imóveis da região, que faz de tudo para comprar a casa que é da família dela há várias gerações –, Lolô resolve virar cuidadora de crianças e resgatar brincadeiras da sua época como pique esconde, pique pega e pula bandeira. Ao perceber e despertar o talento e as habilidades de cada criança em áreas como esportes, moda, culinária, música e contação de histórias, Lolô faz de sua casa – que, desde pequena, acredita ser encantada – um lugar de magia e diversão, o sonho de qualquer criança: a Lololendi. Quem pontua a história como narradores são os cachorros Arroz e Feijão, que vivem no quintal da casa, bonecos manipulados por Thaisa Violati e Alexandre Guimarães, que pularam da realidade para a ficção: “São os nomes dos meus cachorros de verdade. E eu e Paulinho já nos divertíamos, inventando vozes e personalidades para eles, nas brincadeiras com Pietra e resolvemos colocá-los na peça”, diverte-se Heloísa.

Duração: 60 minutos

Classificação: Livre

Venda Online (com taxa de conveniência): http://bit.ly/LololendiNoTeatroRiachueloRio

Pontos de Venda Sem Taxa de Conveniência:

Loja Riachuelo Ipanema.
Endereço: Rua Visconde de Pirajá, 321.
Horário de Funcionamento: Segunda a Sábado de 9h às 17h e Feriados 11h às 17h.

Teatro Riachuelo
Endereço: Rua do Passeio, 38/40. Centro – Rio de Janeiro
Horário de Funcionamento:  Terça a sábado: 12h às 20h. Domingos e feriados: 12h às 19h.
Em dias de espetáculo, a bilheteria funciona até 1 hora após o início do mesmo.

Em eventos realizados excepcionalmente às segundas-feiras, a bilheteria do Teatro funciona no mesmo horário de domingos e feriados (12h às 19h).

Em eventos na parte da manhã, a bilheteria inicia o atendimento com 2 horas de antecedência ao evento.

Meia-Entrada

A comprovação da meia-entrada deverá ser apresentada no ato da compra e no dia do evento.

O benefício de meia-entrada é assegurado para 40% do total de ingressos disponíveis para cada evento, conforme o Decreto nº 8.537/15.

Confira todas as condições de meia-entrada e seus respectivos documentos comprobatórios no link http://bit.ly/MeiaEntradaIR  ou no informativo abaixo:

SERVIÇO – LOLOLENDI

Local: Teatro Riachuelo Rio – Rua do Passeio, 40 – Cinelândia – Rio de Janeiro/RJ
Data: 03 a 11 de novembro
Classificação: Livre
Horário: 16h
Vendas: http://bit.ly/LololendiNoTeatroRiachueloRio

Preços: Balcão: R$20 (inteira) e R$10 (meia) | Platéia: R$40 (inteira) e R$20 (meia) | Balcão Nobre: R$20 (inteira) e R$10 (meia) | Platéia VIP: R$40 (inteira) e R$20 (meia)

Posts relacionados

Clássico atual no Teatro Municipal de Niterói

Redação

Mauricio Meirelles no Teatro Bradesco Rio

Redação

Dihh Lopes no Teatro Bradesco Rio

Redação

Os Cara no Teatro Fashion Mall São Conrado

Redação

“O espectador condenado à morte” estreia no Teatro Maria Clara Machado

Redação

‘Irmãozinho Querido’, de Flavio Marinho, no Sesc Ginastico

Redação

Deixe um comentário