32.5 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, julho 13, 2020

Sugestão de livros na Quarentena

Destaques na semana

AquaRio realiza a terceira edição da Shark Week

A tradicional semana dedicada aos tubarões será em versão online. Nessa edição, que acontece de 13 a 19 de...

Tijuca ganha 1° filial do Madero

A nova filial do Madero Steak House acaba de inaugurar no coração de um dos bairros mais tradicionais da cidade - na Tijuca,...

Madero inaugura a primeira loja na Tijuca

A nova filial do Madero Steak House acaba de inaugurar no coração de um dos bairros mais tradicionais da cidade - na...

Diogo Nogueira faz sua quarta live, o ‘Arraiá do Nogueira’, neste domingo

Nesta quarentena Diogo Nogueira não parou de produzir. Lançou livro digital de culinária com receitas que gosta de fazer, realizou várias lives direto de...

Desde 2009, o CEAT – Centro Educacional Anísio Teixeira prestou homenagens a 16 artistas brasileiros na FLIST – Festa Literária de Santa Teresa: escritores, ilustradores e músicos. São 11 edições de FLIST e muita história para contar.

A literatura e os livros fazem parte da programação escolar do CEAT e as famílias podem manter leituras na nova rotina que se impôs. Para distrair a todos (crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos), neste momento de isolamento social, sugerimos leituras de livros dos autores homenageados pelo CEAT.

Os Colegas: de Lygia Bojunga, Editora Casa Lygia Bojunga

Primeiro livro publicado pela autora Lygia Bojunga, conta a história de um grupo inusitado de colegas: o urso Voz de Cristal; o coelho Cara-de-pau; os vira-latas Virinha e Latinha; e Flor-de-Lis, uma cadelinha de madame. Juntos, com todas suas diferenças, vão enfrentar inúmeros desafios e viver de uma forma divertida e mais leve.

Memórias inventadas: de Manoel de Barros, Editora Alfaguara

São três livros reunidos em um volume que resgata a memória, a fantasia e a sensibilidade. Estamos diante de um tratado sobre a infância e a criação. O menino de Manoel está presente em diferentes etapas da vida e vai comover leitores de todas as idades. Com linguagem simples e plena de nuances, os textos em prosa e em poesia nos mostram outras maneiras de olhar a vida.

Quando eu voltei, tive uma surpresa (cartas a Nelson): de Joel Rufino dos Santos, Editora Rocco

Uma coletânea de cartas escritas ao filho Nelson enquanto Joel estava preso, por razões políticas, na década de 1970. Uma parte considerável da história do Brasil é comentada de pai para filho. Permeadas por muito amor, as cartas trazem um testemunho de anos difíceis que não gostaríamos de viver novamente. A edição apresenta os textos manuscritos (alguns ilustrados).

- Advertisement -

Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Últimas notícias

Academia da Cachaça realiza terceira edição da Promoção Quarta Relâmpago

A Academia da Cachaça, com unidades na Barra da Tijuca e no Leblon, realiza nesta quarta-feira, dia 15 de julho, a terceira edição...

‘Modern Love’, coluna semanal do The New York Times chega à Ubook

A Ubook, detentora do maior catálogo de conteúdos falados em português do mercado, acaba de anunciar o lançamento de mais uma série...

Moradores de rua recebem mantas e roupas íntimas

O empresário carioca Leandro Martins de Almeida, diretor da empesa Matrix Intercom, apoia o projeto JUCA e o Coletivo Rua Solidária. No...

Astrólogo analisa o mundo pós-pandemia: ‘Humanidade continuará dividida entre os que evoluíram e os que seguirão com os mesmos valores limitantes’

Muito se fala sobre como o coronavírus vai mudar as vidas das pessoas, sobre como a sociedade vai rever valores e mudar...

Playmoboys lança clipe na praia

Novo Videoclipe da banda carioca acaba de ser lançado no canal do YouTube da Warner Music Brasil. O vídeo “Na Praia”  traz...
Share via